Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Porque regressam os clássicos aos cinemas?

Os grandes sucessos do cinema, como E-T. – O Extraterrestre (1 set.), O Tubarão (8 set.),  Avatar (22 set.) e até mesmo Homem-Aranha: Sem Volta a Casa (8 set.), estão de regresso às salas portuguesas neste mês de setembro.

E.T. – O Extraterrestre

Hollywood habitou-nos a novas versões de sucessos ou a continuar as histórias originais, mas por raras vezes recuperou para as salas os filmes êxito de audiências. (A excepção foram os clássicos de animação dos estúdios da Walt Disney, que de quando em vez regressavam aos cinemas por tempo limitado). Desta vez, Hollywood apostou na reposição de filmes amados por gerações e que as mais recentes não tiveram oportunidade de ver no grande ecrã.

O Tubarão


Bullet Train: Comboio Bala foi última estreia de um blockbuster de Hollywood, e isso aconteceu a 4 de agosto; num mês que os cinemas portugueses assinalaram o sucesso da produção nacional Curral de Moinas: Os Banqueiros do Povoo (que, entretanto, atingiu a marca dos 200 mil bilhetes vendidos).

Curral de Moinas – Os Banqueiros do Povo

Para este mês de setembro, o calendário de estreias de Hollywood não inclui nenhum filme novo apelativo para grandes audiências!

Mundialmente, as vendas de bilhetes estão um pouco inferiores aos níveis de 2019, ou seja, pré-pandemia, o que é muito bom, considerando a falta de filmes a estrearem nos cinemas.

“Pinóquio” estreia no Disney+

Então, onde estão os filmes?

Está a ser produzido cinema e a até estreiam novos títulos, mas muitos seguem diretamente para as plataformas de streaming (como o recente O Predador – A Primeira Presa ou o próximo Pinóquio da Disney) ou são adiados porque a indústria cinematográfica de Hollywood está a enfrentar muitos dos mesmos problemas que o resto da economia.

Em resumo, Hollywood está com dificuldade em atender às necessidades dos seus clientes (cinemas e espectadores).

“The Gray Man” teve estreia nos cinemas e dias depois chegou aos espectadores da Netflix

Embora possam não existir blockbusters nas próximas semanas, ainda assim terá bons filmes para assistir nas salas de cinema!

Há filmes como o misterioso A Rapariga Selvagem (1 de setembro); o sucesso anime Digimon Adventure: A Última Evolução Kizuna (8 setembro); a nova aventura fantástica de George Miller Três Mil Anos de Desejo (8 setembro); a 15 de setembro assinala-se o regresso aos cinemas de George Clooney e Julia Roberts na comédia romântica Bilhete para o Paraíso; Não te Preocupes, Querida, o muito antecipado novo filme de Olivia Wilde chega a 22 de setembro. Setembro termina com a estreia do drama histórico 1618.

“1618” de Luís Ismael

Para outubro estão reservadas estreias como The Woman King e Orfã: A Origem (ambos estreiam no dia 5); Halloween: O Final estreia no dia 13; e Black Adam, com Dwayne “The Rock” Johnson, chega a 20. O mês de outubro termina com a estreia do muito aguardado novo filme de David O. Russel, Amesterdão.
Qualquer um destes filmes pode surpreender e encontrar público.

Black Adam

 Sobre filmes (previsivelmente) para grandes audiências: a 10 de novembro estreia o próximo filme da Marvel Studios, Black Panther: Wakanda Forever.
O derradeiro blockbuster de Hollywood chega aos cinemas a 15 de dezembro, Avatar: O Caminho da Água.

Avatar: O Caminho da Água

Segundo analistas das bilheteiras norte-americanas

A pandemia estimulou uma maior proliferação de reposições nos cinemas, já que não existem novas estreias, assim sendo, os cinemas procuram mais do que apenas novos filmes para projectar e com uma quebra nas estreias de 30% este ano, não é de admirar que esta seja uma tendência bem-vinda.

Recuperar os filmes amados por gerações é um bom negócio para os cinemas e para os estúdios, já que conseguem aumentar receitas com filmes que foram lançados há muitos anos, mas agora recuperam uma nova vida no grande ecrã.

O mercado norte-americano recuperou ainda para as salas IMAX Rogue One, uma História de Star Wars para espevitar as audiências para a estreia da série do Disney+ Andor.

Top Gun: Maverick

Nos Estados Unidos da América, a tendência de reposições não se aplica apenas  a blockbusters estreados em anos anteriores mas ao regresso a cinemas em todo o país de filmes como Top Gun: Maverick (em exibição desde o final de maio!), que se espera ser o filme de maior sucesso nos cinemas norte-americano no presente fim-de-semana.
No Reino Unido, desde a passada semana encontra-se em cinemas seleccionados a projecção de Top Gun: Maverick a ser precedida pela exibição de Top Gun: Ases Indomáveis.
Ou seja, o icónico filme de 1986 regressou aos ecrãs para que os espectadores tenham a oportunidade de assistir aos dois filmes como eles foram pensados: numa sala de cinema! 

Top Gun: Ases Indomáveis


Em Portugal, Top Gun: Ases Indomáveis foi exibido no Verão de 2019 em sessões esgotadas de cinema ao ar livre do Cine NOS no Porto, Lisboa e Tróia. Entretanto, no ano seguinte, também foi projectado em Viseu numa sessão apresentada por Mário Augusto. 
Agora que foi levantada a suspensão de projectar Top Gun: Ases Indomáveis  é possível que em breve regresse aos cinemas portugueses. Que mais filmes clássicos gostava de assistir no grande ecrã?

“Homem-Aranha: Sem Volta a Casa” regressa aos cinemas numa nova versão com onze minutos de cenas inéditas.

Quanto aos espectadores portugueses que queiram assistir aos clássicos blockbusters E.T. O Extraterrestre e o Tubarão, tenham em atenção que os filmes serão exclusivamente exibidos nas salas IMAX. Ou seja, Cinemas NOS CascaisShopping, Cinemas NOS Colombo e Cinemas NOS Marshopping.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.