Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Conversas de Banda Desenhada

“Conversas de Banda Desenhada” é um livro que transcreve diálogos com Filipe Melo e Juan Cavia, Joana Afonso, Jorge Coelho, Luís Louro, Marco Mendes, Nuno Saraiva, Osvaldo Medina e Paulo Monteiro.

Parece relativamente consensual que a banda desenhada portuguesa vive um dos seus melhores momentos de sempre, apesar das inevitáveis dificuldades. Embora existam diversos podcasts e blogues com entrevistas a autores nacionais e algumas entrevistas nos jornais, ou na rádio, o crescimento do mercado da banda desenhada nacional não se traduziu até agora no aparecimento de livros sobre BD e ainda menos num livro de entrevistas a autores nacionais, com distribuição comercial. Para suprir essa lacuna, A Seita aproveitou o apoio do Programa Garantir Cultura para dar voz a alguns dos principais criadores de banda desenhada em actividade.

Conversas de Banda Desenhada 

Os escolhidos para as conversas do presente livro foram Filipe Melo e Juan Cavia, Joana Afonso, Jorge Coelho, Luís Louro, Marco Mendes, Nuno Saraiva, Osvaldo Medina e Paulo Monteiro. Autores muito diferentes entre si, mas unidos pela mesma vontade de contar histórias articulando o texto e a imagem.

Realizadas entre Novembro de 2021 e Março de 2022, estas oito conversas — que na verdade são nove, uma vez que há uma dupla — possibilitarão ao leitor uma visão mais abrangente do panorama actual da BD portuguesa e um melhor conhecimento dos autores por trás das obras:

Filipe Melo e Juan Cavia são uma dupla inseparável que conseguiu dar outra visibilidade à BD nacional, e também a nível internacional, com o sucesso global de Balada para Sophie; Joana Afonso é um dos nomes mais importantes da BD no feminino em Portugal; Jorge Coelho é um desenhador que trabalha de forma regular para o mercado americano há mais de uma década; Luís Louro, um veterano da BD portuguesa que, mais de 30 anos após a sua estreia, continua a ser uma referência essencial; Marco Mendes é o representante da corrente autobiográfica, que tem sabido surpreender o leitor a cada novo livro;

Nuno Saraiva é outro veterano, que entre a BD, a ilustração e o cartoon editorial, tem marcado com o seu estilo inconfundível a imprensa portuguesa desde os anos 90 do século xx; Osvaldo Medina é um nome importantíssimo na animação nacional, e tem-se revelado um desenhador tão prolífico como eficiente, quer como autor completo, quer ilustrando histórias alheias; e finalmente, Paulo Monteiro, o director da Bedeteca e do Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja, que, apesar da sua curta obra, é autor da BD portuguesa mais traduzida de sempre.

 

Carina Correia licenciou-se em Sociologia e rapidamente percebeu que não era nada disso que queria fazer. Apesar de sentir o apelo dos textos, livros, palavras, andou uns tempos indecisa, mas sempre a tactear terreno, nomeadamente através da co-edição de uma revista cultural, para a qual também escrevia e realizava entrevistas. Certa tarde, teve uma revelação e decidiu fazer o curso de Revisão de Texto. Desde então, essa é a sua ocupação principal, e trabalha com editoras, revistas, algumas instituições e privados. Pelo meio, faz coordenação editorial de diversas publicações e escreve pontualmente. O seu primeiro livro como autora foi escrito sob o desafio de fazer uma biografia de uma companhia de teatro: Os 40 anos da Companhia Bonifrates: E Alegres Continuamos!, publicado em 2021.

João Miguel Lameiras é formado em História da Arte pela Universidade de Coimbra e especialista em BD e ilustração, com obras publicada em jornais, revistas, livros e catálogos. Leccionou em diversos estabelecimentos de ensino superior em licenciaturas e mestrados dedicados à banda desenhada e à ilustração. Para além de ter realizado a curadoria de inúmeras exposições para festivais de BD nacionais e estrangeiros, é também tradutor, argumentista, prefaciador e editor de BD. É um dos sócios da Dr. Kartoon, livraria especializada em BD, sócio-fundador da cooperativa editorial A Seita e produtor e programador do festival Coimbra BD. A adaptação para BD do livro Amor de Perdição, de Camilo Castelo Branco, feita com Miguel Jorge para a colecção dos Classicos em BD (Levoir) foi o seu último livro publicado.

Conversas de Banda Desenhada

Este livro é um dos oito títulos incluídos no projeto «Garantir BD», apresentado pela cooperativa editorial A Seita e apoiado pelo programa Garantir Cultura/Compete 2020. Este projecto de edição, desenhado como forma de ajudar o sector a resistir aos efeitos da pandemia durante 2021 e 2022, foi pensado com autores nacionais e para os autores nacionais. Inclui um total de oito livros de BD, mas também sobre BD. Proposta de celebração a que se junta também a criação de mecanismos que possam agora ajudar à internacionalização desses autores e do património nacional de BD.

 Conversas de Banda Desenhada

Conversas de Banda Desenhada
De Carina Correia e João Miguel Lameiras
A Seita
Obra incluída no projecto «Garantir BD»
184 páginas a cores, capa mole com badanas, formato 150 x 230 mm
ISBN: 978-989-53669-6-5
PVP: 17,90 €
Compra com 10% Desconto e portes grátis

Conversas de Banda Desenhada


 

One thought on “Conversas de Banda Desenhada

  1. que horror!!!!!!!
    que autores tão nulos!!!
    não podiam ter entrevistado Mário Freitas ou o Pepedelrey?
    ridículo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *