Análise: My Hero Academia vol. 1

my hero academia 1 E se vivesses num mundo em que 80% da população tivesse super-poderes? E se tu fosses um fanático por super-heróis mas fizesses parte dos restantes 20% a quem nunca se manifestou algum poder sobre-humano? Pois, essa é a história de Izuku Midoriya, o protagonista de My Hero Academia, criado pelo mangaka Kohei HoriKoshi.

Vitima de Bullying, Izuku faz de tudo para entrar na Academia de super-heróis, mas quando conhece All-Might, o mais poderoso de todos os heróis, é que a sua vida altera para sempre.

My Hero Academia é um puro shonen muito virado para os adolescentes e jovens adultos. A mistura destes elementos com o género super-heróico norte-americano (alguns heróis da Marvel e DC têm mesmo uns cameos no início da história) torna este manga em algo refrescante. Mas as personagens não deixam de ser algo cliché.
Temos o herói humilde e puro, sem poderes, mas com muita força de vontade para conseguir os seus objectivos. O anti-heróis bully que quando mais novo era o melhor amigo do herói da história (algo como a relação inversa entre Peter Parker e Flash Thompson). A rapariga simpática, potencial interesse amoroso para a nossa personagem principal. E ainda o “sensei”: a personagem mais velha que vai apadrinhar e treinar o nosso herói.
Ainda assim, estas acabam por ser bem desenvolvidas e de nos fazer ganhar empatia por elas.

  Cinema: Crítica - Vice (2019)

my hero academia 1A arte de Horikoshi é pobre em detalhes mas cumpre o propósito para este género de banda desenhada.

My Hero Academia é uma BD directa e objectiva, que não tem um enredo complexo, mas também não precisa. Agradará a um público mais jovem, do que a maduro.

Por fim gostaria de congratular a Devir por ter vendido este primeiro volume com um preço especial de apenas 5€ (metade do preço normal). Sem dúvida uma óptima iniciativa que não só deveriam repetir em futuras colecções, como outras editoras deveriam repisar o exemplo.

O lançamento do segundo volume está marcado para 20 de Janeiro de 2019.

Argumento e Arte: Kohei Horikoshi
Editor: Edições Devir
Argumento: 7
Arte: 7
Legendagem: 9
Encadernação: 7
Veredito Final: 7

  Grande colecção dos 90 anos de Jodorowsky!

Hugo Jesus

Hugo Jesus

Co-criador e administrador do Central Comics desde 2001. É também legendador e paginador de banda desenhada, e ocasionalmente argumentista.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *