Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Harry Potter: 23 atores da franquia nomeados aos Óscares

No dia 24 de janeiro, os atores Riz Ahmed e Allison Williams revelaram em direto, via YouTube, os nomeados para a 95.ª edição dos Óscares.

A lista seleta trouxe nomes, como os de Brandan Fraser; Hong Chau; Austin Butler; Ke Huy Quan; Brendan Gleeson; Colin Farrell; Stephanie Hsu; Jamie Lee Curtis; Bill Nighy, Paul Mescal, entre outros.

Por conseguinte, a edição de 2023 é muito especial para os fãs da franquia Harry Potter, os potterheads. Afinal, com as nomeações de Bill Nighy para Melhor Ator por Viver, Colin Farrell para Melhor Ator por Os Espíritos de Inisherin e Brendan Gleeson para Melhor Ator Secundário por “Os Espíritos de Inisherin”, a franquia Harry Potter (contando a prequela Monstros Fantásticos) agora conta com 23 atores nomeados aos Óscares.

Colin Farrell

Num universo formado por Austin Butler (Elvis), Paul Mescal (Aftersun), Brendan Fraser (A Baleia) e, ao lado do já citado Bill Nighy, Colin Farrell é um dos maiores vencedores da temporada. Além de Os Espíritos de Inisherin, na temporada, o irlandês também chamou atenção pela sua performance no longa A Vida Depois de Yang, de Kogonada.

Até agora, na temporada 2022/23, Farrell já conquistou os críticos da Atlanta Film Critics Circle, Boston Society of Film Critics Awards, National Board of Review, New York Film Critics Circle Awards, Palm Springs International Film Festival, Southeastern Film Critics Association Awards, Venice Film Festival e da Washington DC Area Film Critics Association Awards – Bom, nem precisamos dizer que ele é um dos favoritos a receber a tão cobiçada estatueta de Melhor Ator.

Bill Nighy

Aos 73 anos, Nighy conta com 156 títulos no seu currículo. E, verdade seja dita, o britânico é o tipo de ator que qualquer realizador gostaria de ter numa produção. Apesar de ter uma dezena de personagens imemoráveis para o grande público, Nighy é primoroso na construção de personas.

Seja na pele do insano Capitão Davy Jones da franquia Piratas das Caraíbas, da Disney, como um vampiro centenário em Underworld – O Submundo, de Len Wiseman, um aposentado em “O Exótico Hotel Marigold, de John Madden, um professor universitário que pode viajar no tempo em Questão de Tempo, de Richard Curtis ou como um cantor em O Amor Acontece, também de Curtis, Nighy toma inteiramente seus personagens tornando-os únicos.

Brendan Gleeson

Gleeson conseguiu uma das cinco vagas do Óscar de Melhor Ator Secundário 2023. Talentoso e preciso, vale lembrar que Gleeson teve uma ótima temporada em 2014/2015 com o drama Calvário, de John Michael McDonagh – Na época, estava entre os cotados ao Óscar de Melhor Ator.

Justiça seja feita, apesar de ser sempre lembrado por Harry Potter, Gleeson teve atuações marcantes em Braveheart – O Desafio do Guerreiro (1995), de Mel GibsonMichael Collins (1996), de Neil JordanO General (1998), de John BoormanO Lago (2000), de Steve Miner; Missão Impossível II (2000), de John Woo; “A. I. – Inteligência Artificial(2001), de Steven SpielbergGangs de Nova Iorque (2002), de Martin ScorseseCold Mountain(2003), de Anthony MinghellaEm Bruges(2008), de Martin McDonaghSmurfs 2 (2013), de Raja GosnellNo Coração do Mar(2015), de Ron Howard eA Tragédia de Macbeth” (2021), de Joel Coen.

 

O Central Comics reuniu todos os atores da série Harry Potter e da prequela Monstros Fantásticos que já foram nomeados ou ganharam um dos Óscares.

Harry Potter e a Pedra Filosofal

Confira:

Bill Nighy

Amado pelo público, na série de filmes Harry Potter, Nighy interpretou o primeiro Ministro da Magia, Rufus Scrimgeour em Harry Potter e os Talismãs da Morte – Parte 1”. Como Scrimgeour, Nighy proferiu um dos discursos mais memoráveis da série: “São tempos sombrios, não há como negar. O nosso mundo jamais enfrentou ameaça maior que a que enfrenta hoje. Mas agora digo aos nossos cidadãos: Nós, sempre os teus cervos, continuaremos a defender sua liberdade a repelir as forças do mal! O Ministério continua forte!”

Este ano, Nighy concorre ao Óscar de Melhor Ator por Viver.

 

Brendan Gleeson

Gleeson interpretou o auror Alastor Moody nos filmes “Cálice de Fogo”, “Ordem da Fénix” e “Talismãs da Morte: Parte 1“.

Este ano, Gleeson concorre ao Óscar de Melhor Ator Secundário por “Os Espíritos de Inisherin”.

 

Richard Harris

Um dos principais ícones britânicos ao lado de Laurence OlivierPeter O’Toole, o ator, diretor teatral, cantor, compositor e escritor irlandês interpretou o grande professor Alvo Dumbledore em “Pedra Filosofal (2000) e “Câmara dos Segredos (2002).

Além de Harry Potter, Harris também ficou conhecido por ter interpretado o imperador Marco Aurélio em “Gladiador” (2000), de Ridley Scott. Harris foi nomeado duas vezes aos Óscares, na categoria de Melhor Ator: por “Jogador Profissional” (1963), de Lindsay Anderson e “Terra da Discórdia” (1990), de Jim Sheridan.

 

Maggie Smith

Com 71 anos de carreira e 88 títulos no currículo, Dame Maggie Smith esteve em todos os filmes da série Harry Potter.

Além de Harry Potter, os seus papéis de destaque incluem: Amor e Dor” (1973), de Alan J. Pakula; Morte Sobre o Nilo (1978), de John Guillermin; “Choque de Titãs (1981), de Desmond DavisAssassinato num Dia de Sol (1982), de Guy Hamilton; Hook (1991), de Steven Spielberg; “Do Cabaré para o Convento (1992), de Emile Ardolino; O Exótico Hotel Marigold (2012), de John Madden e A Senhora da Furgoneta (2015), de Nicholas Hytner.

Smith foi nomeada seis vezes ao Óscares, sendo cinco como Melhor Atriz Secundária e uma como Melhor Atriz. Venceu duas vezes: Em 1969, como Melhor Atriz por Primavera de uma Solteirona, de Ronald Neame e, em 1978, como Melhor Atriz Secundária por California Suite, de Herbert Ross.

 

Emma Thompson

Celebrada pela sua filmografia camaleónica e pelas suas concepções de mulheres reticentes em dramas de épocas e adaptações literárias, Thompson esteve emPrisioneiro de Azkaban,Ordem da Fénixe “Talismãs da Morte parte 2“.

Numa carreira prestigiosa, para além de Harry Potter, podemos destacar as suas atuações em: Regresso a Howards End (1992) e em Os Despojos do Dia (1993), de James Ivory; Em Nome do Pai (1993), de Jim Sheridan; Sensibilidade e Bom Senso (1995), de Ang Lee; O Amor Acontece (2003), de Richard Curtis; Nanny McPhee – A Ama Mágica (2005), de Kirk Jones; Ao Encontro de Mr. Banks (2013), de John Lee Hancock;A Bela e o Monstro(2017), de Bill Condon; Cruella(2021), de Craig Gillespie e Boa Sorte, Leo Grande, de Sophie Hyde.

Thompson foi nomeada cinco vezes aos Óscares, três vezes como Melhor Atriz (“Regresso a Howards End“, “Os Despojos do Dia” e “Sensibilidade e Bom Senso“), uma como Melhor Atriz Secundária (“Em Nome do Pai“) e uma por Melhor Argumento Adaptado (“Regresso a Howards End“). Venceu como Melhor Atriz por “Regresso a Howards End” e Argumento adaptado por “Sensibilidade e Bom Senso“.

 

Kenneth Branagh

Branagh deu vida ao egocêntrico Gilderoy Lockhart emCâmara do Segredos.

Branagh dispensa apresentações, o realizador, produtor, dramaturgo e argumentista bateu recorde ao ser nomeado em sete categorias individuais nos Óscares. Com o número, ele superou figuras como: George ClooneyAlfonso Cuarón e Walt Disney que já receberam seis cada. Apesar das sete nomeações ao longo da carreira, infelizmente, o realizador só ganhou uma estatueta, a de Argumento Original.

Branagh detém as seguintes nomeações: realizador (Henry Ve Belfast), ator (Henry V), ator secundário (A Minha Semana com Marilyn), argumento adaptado (Hamlet), argumento original (“Belfast”), filme (“Belfast) e curta live-action (Canção do Cisne). A sua única vitória veio pelo argumento original de “Belfast”.

 

Gary Oldman

Oldman sempre será lembrado pelo enigmático Sirius Black de “Prisioneiro de Azkaban(onde é um dos destaques, junto a Michael Gambon e David Thewlis), “Cálice de Fogo“, “Ordem da Fénix” e “Talismãs da Morte parte 2.

Um dos melhores da sua geração, Oldman é sucesso em tudo que faz, destacamos os seguintes títulos: Sid e Nancy (1986), de Alex Cox; JFK (1991), de Oliver Stone; Drácula de Bram Stoker (1992), de Francis Ford Coppola; Léon, o Profissional (1994), de Luc Besson; Paixão Imortal (1994), de Bernard Rose; O 5º Elemento (1995), de Luc Besson; A Trilogia Batman de Christopher Nolan; O Livro de Eli (2010), de Albert Hughes e Allen Hughes; A Toupeira (2011), de Tomas Alfredson; Planeta dos Macacos: A Revolta (2014), de Matt Reeves; A Hora Mais Negra (2017), de Joe Wright e Mank (2020), de David Fincher.

Oldman foi nomeado três vezes (“A Toupeira“, “A Hora Mais Negra” e “Mank“) ao Óscar de Melhor Ator, a vitória chegou com “A Hora Mais Negra“.

 

Ralph Fiennes

Fiennes deu vida ao icónico vilão Lorde Voldemort emCálice de Fogo“, “Ordem da Fénix“, “Talismã da Morte parte 1 e parte 2.

O ator shakespeariano destaca-se em tudo que faz, e a sua filmografia traz sucessos, como: Quiz Show (1994), de Robert Redford; A Lista de Schindler (1994), de Steven Spielberg; O Paciente Inglês (1996), de Anthony Minghella; O Fim da Aventura (1999), de Graham Greene; O Fiel Jardineiro (2005), de Fernando Meirelles; Wallace & Gromit: A Maldição do Coelhomem (2005), de Nick Park e Steve Box; Em Bruges (2008), de Martin McDonagh; O Leitor (2008), de Stephen Daldry; Confronto de Titãs (2010), de Louis Leterrier; 007 Skyfall (2012), de Sam Mendes; Grand Budapest Hotel (2014), de Wes Anderson; 007 Spectre (2015), de Sam Mendes;The King’s Man: O Início (2021), de Matthew Vaughn e O Menu (2022), de Mark Mylod.

Fiennes foi nomeado duas vezes aos Óscares, uma como Melhor Ator Secundário por “A Lista de Schindler” e Melhor Ator por “O Paciente Inglês“.

 

Helena Bonham Carter

Bonham Carter deu vida a inesquecível Bellatrix Lestrange em Ordem da Fénix“, “Príncipe Misterioso“, “Talismãs da Morte parte 1 e parte 2.

Camaleónica, Bonham Carter ficou marcada pela parceria com Tim Burton (o seu ex-marido) e Johnny Deep. Podemos destacar, os seguintes títulos: Hamlet (1990), de Franco Zeffirelli; Clube de Combate (1996), de David Fincher; As Asas do Amor (1997), de Iain Softley; Planeta dos Macacos (2001), de Tim Burton; “O Grande Peixe (2003), de Tim Burton; Wallace & Gromit: A Maldição do Coelhomem (2005), de Nick Park e Steve Box;A Noiva Cadáver(2005), de Michael Johnson e Tim Burton; Charlie e a Fábrica de Chocolate (2005), de Tim Burton; “Sweeney Todd: O Terrível Barbeiro de Fleet Street (2007), de Tim Burton; Alice no País das Maravilhas (2010), de Tim Burton; O Discurso do Rei (2010), de Tom Hooper;Os Miseráveis (2012), de Tom Hooper; Cinderela(2015), de Kenneth Branagh eEnola Holmes(2020), de Harry Bradbeer.

Helena Bonham Carter foi nomeada duas vezes aos Óscares, uma de Melhor Atriz por “As Asas do Amor” e Atriz Secundária por “O Discurso do Rei“.

 

Imelda Staunton

Staunton deu vida a odiosa Dolores Umbridge em “Ordem da Fénix”e “Talismãs da Morte parte 1“.

Staunton coleciona dezenas de papéis secundários, como em Para o resto de nossas vidas (1993), de Kenneth Branagh; Muito Barulho por Nada (1993), de Kenneth Branagh”; “Sensibilidade e Bom Senso (1995), de Ang Lee; “Shakespeare Apaixonado (1998), de John Madden; A Fuga das Galinhas (2000), de Peter Lord e Nick Park; Nanny McPhee – A Ama Mágica (2005), de Kirk Jones; Escritores da Liberdade (2007), de Richard LaGravenese; Alice no País das Maravilhas (2010) de Tim Burton e Malévola (2014), de Robert Stromberg.

Staunton foi nomeada apenas uma vez. A nomeação foi na categoria de Melhor Atriz por Vera Drake.

 

John Hurt

O veterano deu vida ao fabricante de varinhas Garrick Ollivander em “Pedra Filosofal” e em “Talismãs da Morte parte 1 e parte 2“. 

Hurt ficou conhecido por participações emAlien: O oitavo passageiro (1979), de Ridley Scott, Hellboy (2004), de Guilhermo del Toro; V de Vingança (2005), de James McTeigue; “Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal (2008), de Steven Spielberg e A Toupeira (2011), de Tomas Alfredson. Seus últimos trabalhos no cinema foram “A Lenda de Tarzan (2016), de David Yates e Jackie (2016), de Pablo Larraín.

Hurt foi duas vezes nomeado aos Óscares, uma como Melhor Ator Secundário por O Expresso da Meia-Noite e uma como Melhor Ator por O Homem Elefante.

 

Julie Walters 

Walters deu vida a Molly Weasley, mãe de Rony Weasley, melhor amigo de Harry Potter em todos os filmes da série.

As suas outras aparições no cinema, incluem: Serviços Íntimos” (1987), de Terry Jones; O Despertar do Sucesso (1991), de Lewis Gilbert (com argumento de Richard Harris); Entre Elas… (1994), de Nancy MecklerBilly Elliot (2000), de Stephen Daldry; Meninas de Calendário (2003), de Nigel ColeAmor e Inocência” (2007), de Julian JarroldMamma Mia! (2008), de Phyllida Lloyd; As Aventuras de Paddington (2014), de Paul King; Brooklyn (2015), de John Crowley  e O Regresso de Mary Poppins (2018), de Rob Marshall.

Walters foi nomeada duas vezes aos Óscares, uma como Melhor Atriz por “A Educação de Rita” e Melhor Secundária por “Billy Elliot“.

 

Julie Christie

Christie fez uma pequena participação em Prisioneiro de Azkaban.

Christie destacou-se em O Mundo Fabuloso de Billy Liar (1963), de John Schlesinger; Darling – a Que Amou demais (1965), de John Schlesinger, pelo qual ganhou o Óscar de Melhor Atriz, Doutor Jivago (1965), de David Lean, e em Longe Dela, de Sarah Polley – filme que lhe rendeu a quarta nomeação ao Óscar de Melhor Atriz.

Ao todo, Christie foi nomeada quatro vezes aos Óscares: “Darling“, A Noite Fez-se para Amar, Afterglow e “Longe Dela“.

 

Miranda Richardson

Richardson interpretou a jornalista Rita Skeeter em Cálice de Fogo” – Um dos destaques junto a Brendan Gleeson, Roger Lloyd-Pack, Jason Isaacs, Predrag Bjelac, Clémence Poésy, Robert Pattinson e Frances De La Tour.

Richardson foi nomeada duas vezes aos Óscares nas categorias de Melhor Atriz Secundária e Melhor Atriz pelos seus papéis nos filmes Damage” e Tom & Viv em 1993 e 1995, respectivamente.

 

John Cleese

Cleese interpretou o fantasma Nick sem Cabeça em “Pedra Filosofal” e “Câmara dos Segredos.

Ficou famoso por ter integrado os Monty Python, e por ter participado de 007 – O Mundo Não Chega” (1999), de Michael Apted, 007 – Morre Noutro Dia(2002), de Lee Tamahori, Os Anjos de Charlie – Potência Máxima (2003), de McG e pela voz original do Rei Harold da franquia Shrek.

Cleese foi nomeado apenas uma vez nomeado ao Óscar, de Melhor Argumento Adaptado por Um Peixe Chamado Wanda.

 

Jim Broadbent

Broadbent interpretou o professor Horace Slughorn em “Príncipe Mesterioso” e “Talismãs da Morte parte 2″.

Os seus outros papéis notáveis no cinema incluem“The Borrowers” (1997), de Peter Hewitt; O Diário de Bridget Jones” (2001), de Sharon MaguireMoulin Rouge! (2001), de Baz Luhrmann; Gangs de Nova Iorque (2002), de Martin Scorsese; Vera Drake (2004), de Mike Leigh; As Crónicas de Nárnia: O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa’’ (2005), de Andrew Adamson; Inkheart – Coração de Tinta (2008), de Iain Softley; Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal (2008), de Steven Spielberg; A Jovem Vitória (2009), de Jean-Marc Vallée; A Dama de Ferro (2011), de Phyllida Lloyd; e Brooklyn (2015), de John Crowley.

Jim foi nomeado apenas uma vez, ganhando o prémio de Melhor Ator Secundário por “Iris“.

 

Ciarán Hinds

Hinds interpretou Aberforth Dumbledore, irmão de Alvo Dumbledore, nos dois últimos filmes da série Harry Potter.

Hinds é mais conhecido por atuar em filmes como: Caminho para a Perdição (2002), de Sam Mendes; Munique (2005), de Steven Spielberg; “Haverá Sangue(2007), de Paul Thomas Anderson; Meninas de Calendário (2003), de Nigel Cole; “A Toupeira (2011), de Tomas Alfredson; “Liga da Justiça(2017), de Zack Snyder eBelfast(2021), de Kenneth Branagh.

Hinds foi nomeado apenas uma vez, concorreu ao prémio de Melhor Ator Secundário por “Belfast“.

 

MONSTROS FANTÁSTICOS 

Monstros Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald

Eddie Redmayne

Eddie Redmayne interpreta New Scamander protagonista da prequela.

Um dos “queridinhos da nova geração”, Redmayne é conhecido por Desejos Selvagens” (2007), de Tom Kalin; “Elizabeth – A Era de Ouro(2007), de Shekhar Kapur; O Lenço Amarelo (2008), de Udayan PrasadA Minha Semana com Marilyn” (2011), de Simon Curtis; Os Miseráveis (2012), de Tom Hooper; A Teoria de Tudo (2014), de James Marsh; A Rapariga Dinamarquesa” (2015), de Tom Hooper e Os 7 de Chicago (2020), de Aaron Sorkin.

Redmayne foi nomeado duas vezes aos Óscares, de Melhor Ator por “A Teoria de Tudo” e por “A Rapariga Dinamarquesa”; venceu por “A Teoria de Tudo”.

 

Colin Farrell

Com uma filmografia ampla e diversificada que vai de Alexandre (2004) a Crazy Heart (2009), de A Lagosta (2015) a Dumbo (2019), na franquia Harry Potter, Farrell interpretou Percival Graves na prequela Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los (2016).

Este ano, Farrell foi nomeado ao Óscar de Melhor Ator por Os Espíritos de Inisherin.

 

Jon Voight

Em Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los, Voight fez uma participação como o Senador não-mágico Henry Shaw.

Ao lado de Dustin Hoffman, Al Pacino, Jane Fonda e  Burt Reynolds, Voight fez muito sucesso nos anos 70 e 80. O ator recebeu três nomeações aos Óscares de Melhor Ator, por O Cowboy da Meia-noite” (1969), “O Regresso dos Heróis (1978) e Comboio em Fuga (1985). Venceu pela interpretação em ” O Regresso dos Heróis“.

 

Samantha Morton

Em Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los, Morton dá vida a Mary Lou Barebone, a líder mente fechada dos fanáticos Second Salemersum grupo que procura expor e destruir bruxos e bruxas.

A britânica é conhecida por Através da Noite (1999), de Woody Allen; Na América (2002), de Jim Sheridan; Relatório Minoritário (2002), de Steven Spielberg; “Elizabeth – A Era de Ouro(2007), de Shekhar Kapur e O Mensageiro (2009), de Oren Moverman.

Morton foi nomeada duas vezes aos Óscares. A primeira nomeação veio na categoria de Melhor Atriz Secundária por “Através da Noite”, a segunda foi na categoria Melhor Atriz por “Na América”.

 

Johnny Deep

Deep interpretou o vilão Gerardo Grindelwald em Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los. Entretanto, recordamos que, a Warner Bros. pediu que Johnny Depp deixasse o personagem – interpretado na série Harry Potter pelo renomado ator shakespeariano Michael Byrne e por Jamie Campbell Bower, na série de filmes “Monstros Fantásticos”, após a derrota do ator na ação que movia contra um tabloide inglês que o chamou de “espancador de esposa”. O estadunidense acabou sendo substituído em Segredos de Dumbledore pelo ator Madds Mikkelsen, do icónico Mais uma Rodada, filme dinamarquês ganhador do Óscar de Melhor Filme Internacional, na edição de 2021.

Deep é mundialmente conhecido pelos personagens Capitão Jack Sparrow na franquia Piratas das Caraíbas; Eduardo de Eduardo Mãos de Tesouro; Gilbert Grape de Gilbert Grape; Ed Wood de Ed Wood; Ichabod Crane de A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça; Willy Wonka de Charlie e a Fábrica de Chocolate, Sweeney Todd de Sweeney Todd, o Terrível Barbeiro de Fleet Street. E pelas vozes originais de Victor Van Dort de A Noiva Cadáver e Rango de Rango.

Deep foi nomeado três vezes aos Óscares de Melhor Ator. Foi nomeado por “À Procura da Terra do Nunca”, Piratas das Caraíbas: A Maldição do Pérola Negra e “Sweeney Todd, o Terrível Barbeiro de Fleet Street, respectivamente.

 

Jude Law

Em Segredos de Dumbledore, Law encarna a versão jovem do icónico Alvo Dumbledore. O personagem foi imortalizado na interpretação do ator e cantor, Richard Harris (1930-2002) – nomeado duas vezes ao Óscar de Melhor Ator (1964 e 1991), e pelo quatro vezes ganhador do BAFTA de Melhor Ator, Michael Gambon – que transformou o personagem em um ícone da cultura pop.

Law é conhecido por comédias médias e comédias românticas. Entretanto, hoje, irei destacar alguns dramas: O Talentoso Mr. Ripley (1999), de Anthony Minghella; “A.I. Inteligência Artificial (2001), de Steven Spielberg; Caminho para Perdição (2002), de Sam Mendes; O Aviador (2004), de Martin Scorsese e Perto Demais (2004), de Mike Nichols.

Law foi nomeado duas vezes aos Óscares. Uma como Melhor Ator por Cold Mountain e, outra como Melhor Ator Secundário por “O Talentoso Mr. Ripley”.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Verified by MonsterInsights