O Dia Mais Curto

Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Clérigos. História do ex-líbris da cidade do Porto

Germano Silva regressa à literatura infantil com “Clérigos. História do ex-líbris da cidade do Porto”, uma banda desenhada com ilustrações do portuense Pedro Pires.

Clérigos. História do ex-líbris da cidade do Porto

A carismática personagem Tripinhas está assim de volta como narrador de uma BD, depois da série de livros “História da Santa Casa Misericórdia do Porto em Banda Desenhada”.

Clérigos. História do ex-líbris da cidade do Porto

Iremos viajar pelo Porto mercantilista do século XVIII, e onde descobriremos algumas curiosidades sobre os marcos arquitetónicos deixados pelo italiano Nicolau Nasoni, que terá começado a trabalhar na cidade invicta em 1725, neste caso com uma série de pinturas na sé catedral.

Clérigos. História do ex-líbris da cidade do Porto

Mais uma vez Pedro Pires é o encarregado pelas ilustrações, num trabalho que tem de dar o detalhe e atenção para que tudo seja fiel ao verdadeiro. ” “Tem de dar a ideia de que uma Nossa Senhora do século XVIII não é Nossa Senhora de Fátima, saber que os paramentos dos padres eram diferentes naquela altura.” disse ao jornal Público.

Clérigos. História do ex-líbris da cidade do Porto

Já Germano Silva referiu ao Jornal de Notícias que a ideia desta nova história é explicar “que os Clérigos não são apenas a torre” que se tornou símbolo da cidade, e lembra que o arquiteto Nicolau Nasoni está sepultado na Igreja dos Clérigos. “Não se sabe é onde. Esse mistério persiste”.

Clérigos. História do ex-líbris da cidade do Porto

O Tripinhas é uma personagem inventada por D. Américo Aguiar, quando pediu a Germano Silva, que tornasse a história da Santa Casa da Misericórdia acessível aos mais jovens. E foi também de uma ideia do bispo auxiliar de Lisboa, que surgiu este “Clérigos. História do ex-líbris da cidade do Porto”.

A apresentação ao público foi feita esta sexta-feira, no Porto, pelas 16h.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *