Salvat Brasil cancela colecção do Homem-Aranha (e outras)

Poucos dias depois da Salvat anunciar a distribuição da Colecção Definitiva do Homem-Aranha em terras lusas, eis que agora anuncia a descontinuidade de colecções no Brasil, incluindo esta.

Passando por dificuldades de distribuição desde Agosto de 2018 (com a falência da empresa distribuidora de bancas, num processo ainda mais grava do que aconteceu em Portugal com a Urbanos), o serviço da Salvat no Brasil nunca mais conseguiu entrar nos eixos. No últimos tempos, conseguiram ainda fazer algumas entregas, mas com muitas lacunas, o que estava a levar os leitores ao desespero. Também, e para tentar recuperar o tempo perdido, as colecções quinzenais passaram a ter entregas semanais, o que provocou ainda mais queixas dos fãs, pelo facto de ser demasiado dispendioso.

Volume 40 da “Coleção Definitiva do Homem-Aranha”, da Salvat

Agora, surpreendentemente ou não, anunciaram que este cenário trouxe um impacto directo no planeamento editorial e logístico, e por isso tiveram de tomar várias medidas.

A colecção Preta da Marvel irá terminar no número 135, e não 150, como era previsto, sendo que as entregas para as bancas serão semanais a partir da edição 124. A colecção vermelha não será afectada e terminará na edição 100, conforme foi anunciado. E a colecção do Homem-Aranha, a tal que será cá distribuída em Portugal, foi cancelada no número 40, quando era suposto ir até à 60.

  Lançamento: Dylan Dog: Trevas Profundas

Recordamos que no nosso país, a colecção já tinha sido só anunciada apenas como tendo 40 volumes, por isso nada muda.

Infelizmente uma das consequências é o facto da lombada ficar incompleta, inclusive com uma cara do Homem-Aranha cortada a metade, como podem ver na imagem em baixo.

lombada colecção definitiva do homem-aranha

A Salvat Brasil compromete-se em que todos os assinantes receberão com o seu último pacote os próximos passos para solucionar a pendência referente ao saldo financeiro da sua assinatura, e poderão entrar em contacto com a central do assinante em caso de dúvidas referentes ao estado das suas encomendas.

A editora (ainda) não se pronunciou sobre a colecão do Tex.

No Reino Unido, entretanto, vai ser testada uma colecção dedicada aos X-Men.

X-Men The Essential Collection

Hugo Jesus

Co-criador e administrador do Central Comics desde 2001. É também legendador e paginador de banda desenhada, e ocasionalmente argumentista.

You may also like...

2 Responses

  1. Artur Martins diz:

    Ou seja, a coleção de 40 livros que vão lançar cá em Portugal, é em Português do Brasil, porque devem ser sobras e assim eles não perdem tanto dinheiro como perderiam se fizessem uma própria para cá em português padrão.
    E com a Pd’A a fazer o mesmo, começo a ver as editoras a lançarem as coleções em português brasil, porque assim é mais barato (imprimisse uns livros a mais e já está).
    Espero que isto não vire norma.

  2. Manuel diz:

    Isso parece óbvio Artur aqui venda a preço total mais transporte no Brasil nem com desconto vendiam no caso Aranha.A Pd’A é simultâneo (Brasil/Portugal) só não traduzirem para pt-pt é diferente.
    Se nao resulta vai r depender do numero de assinantes mais vendas embancas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *