Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Projecto ULURU entra em Crowdfunding

“Crónicas do Tempo e do Espaço – Uluru” é um romance gráfico de 158 páginas imaginado e escrito por Marco Fraga da Silva, ilustrado por Matthieu Pereira e colorido por Sofia Pereira.
 
Este livro de banda desenhada é auto conclusivo (mas abre as portas para outras narrativas que serão produzidas no futuro) e conta a estória do jovem Uluru que embarca numa viagem através da ilha-continente da Austrália, tentando emancipar-se do controlo das entidades cibernéticas que o educaram e que cuidam dele. Esta é a estória de como Uluru lida e ultrapassa o luto pela morte de duas pessoas que lhe eram queridas.
 
 
Crónicas do Tempo e do Espaço é um universo narrativo que está a ser desenvolvido numa tese teórico-prática de doutoramento em Arte dos Media por Marco Fraga Silva, com a orientação de Manuel José Damásio e Célia Quico. A tese tem como objetivo a criação de um franchise transmedia de ficção especulativa em Portugal e desenvolver um modelo para a criação de franchises transmedia em Portugal de acordo com as nossas lacunas e mais valias.
 
Visitem a página da campanha e apoiem a BD nacional: http://ppl.pt/uluru

 

As contribuições são a partir dos 10 euros.

A equipa que produziu as versões digitais é composta por 4 elementos:

Marco Fraga da Silva (argumentista), natural da ilha do Faial, estudou design gráfico e cinema. Quando deu aulas no IPBeja, desenvolveu o gosto pela arte sequencial e criou um concurso internacional de banda desenhada para os países de língua portuguesa. Atualmente, é aluno de doutoramento e está a desenvolver um tese sobre BD, worldbuilding e transmedia storytelling.

Matthieu Pereira (ilustrador), português nascido em França, é um ilustrador de banda desenhada que quer contar histórias através do desenho. Passou por vários ramos da expressão artística em Paris, desde cinema, design gráfico, ilustração e, por fim, banda desenhada. Após terminar os estudos veio para Portugal, onde tem estado a desenvolver a sua arte. Participou em vários concursos e fanzines nacionais.

Sofia Pereira (colorista) nasceu em Lisboa e é designer gráfica e ilustradora, entusiasta de esboços e contadora de histórias. Estudou Design de Comunicação, mas passou a maior parte do tempo a desenhar desde então. Participou em publicações e fanzines nacionais, produziu bandas desenhadas curtas e autopublicou três livros de ilustração.

​Flávio Silva (tradutor) é mestre em Literatura Moderna Chinesa pela Universidade de Nanjing e desenvolve, atualmente, uma carreira na área da tradução e interpretação, tendo já traduzido (ou co-traduzido) obras de Huang Fan (mandarim-português), Jonathan Lamy (francês-mandarim) e Susana Cor de Rosa (português-mandarim). Além disso, já venceu diversos prémios literários, entre os quais o 1º prémio do VII Concurso Literário Nacional de Cabeceiras de Basto e o 3º prémio do VIII Concurso Nacional Literário da Trofa. Ambos os seus livros – “A Besta” (2012) e “O Ciclone e a Ilha” (2016) – venceram o primeiro prémio do Concurso Labjovem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.