O serviço de streaming Acorn TV chega a Portugal!

A Acorn TV, o serviço de streaming da AMC Networks com o melhor da televisão britânica e de outros países de língua inglesa, chega a Portugal, dia 1 de outubro, disponível na MEO e na NOS, com um catálogo composto por séries de drama, mistério e comédia britânica de primeira linha, provenientes do Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia, Irlanda e Canadá.

Com um custo mensal de 2,99 euros e conteúdo legendado em português, a Acorn TV – o maior serviço de streaming especializado em séries britânicas nos Estados Unidos, com mais de um milhão de assinantes -, prevê ampliar o catálogo mensalmente, seguindo o plano de crescimento contínuo em Portugal.

Segundo Matthew Graham, diretor geral da Acorn TV,

A Acorn TV tem sido extraordinariamente bem sucedida e estamos muito entusiasmados por poder trazer aos portugueses alguns dos programas de televisão mais icónicos e reconhecidos pela crítica. A Acorn TV tornou-se um nome familiar nos EUA graças à excelência dos seus conteúdos que incluem séries premiadas provenientes das principais emissoras, como a BBC, ITV, Channel 4, ABC Australia e RTE.

Em Portugal, a Acorn TV contará com a AMC Networks International Southern Europe (AMCNISE) para assegurar a área comercial, marketing, serviços de PR e legendagem, entre outros, graças à experiência que possui neste mercado.

Striking Out

O drama britânico de sucesso “Doc Martin”; a produção irlandesa “Striking Out”; “Jack Taylor”, protagonizada por Iain Glen (“A Guerra dos Tronos”, “Downton Abbey”) e baseada nos best-sellers de Ken Bruenno; “Agatha Christie’s Partners in Crime”, uma encantadora adaptação de Agatha Christie; “The Level”, que conta com um elenco de luxo com nomes como Robert James-Collier de “Downton Abbey” e “Collision”, com Douglas Henshall de “Shetland” como protagonista, são algumas das séries dramáticas mais aclamadas que a Acorn TV traz a Portugal.

Para os fãs de comédia britânica, destaque para “Detectorists”, série vencedora de um BAFTA com argumento e realização do protagonista Mackenzie Crook (“The Office – A Empresa”), ao lado de nomes como Toby Jones (“The Hunger Games: Os Jogos da Fome”), Rachael Stirling (“Código do Crime”) e Diana Rigg (“A Guerra dos Tronos”).

  The Last of Us vai ser adaptado para televisão

“Finding Joy”, protagonizada pela comediante irlandesa Amy Huberman (“Striking Out”, “The Clinic”), a contracenar com a aclamada comediante Aisling Bea, é mais uma das séries que integra o catálogo. Em Novembro, chega “Kingdom”, série protagonizada por Stephen Fry, lenda da comédia britânica.

No segmento de mistério, os subscritores vão poder assistir a “George Gently”, reconhecido drama policial da BBC, protagonizado pelo premiado ator Martin Shaw (“Juiz John Deed”, “Os Profissionais”); “Foyle’s War”, galardoada série britânica passada na Segunda Guerra Mundial, classificada pelo The New York Times como “uma dádiva dos deuses”, e “Indian Summers”, saga protagonizada por Julie Walters (“Harry Potter”) que o The Hollywood Reporter considerou “arrebatadora e encantadoramente iluminada” sobre os últimos anos dramáticos do Império Britânico na Índia.

Considerado pelo The Hollywood Reporter como “um glorioso serviço de streaming, um must-have essencial a par com a HBO e Netflix” e apresentando “a seleção mais robusta e fiável de programas europeus, britânicos, canadianos e australianos”, segundo o The New York Times, a Acorn TV tornou-se um canal de streaming essencial para as famílias dos países onde já marca presença, incluindo Austrália, Reino Unido, América Latina, entre muitos outros. Lançada nos EUA em 2011, a Acorn TV liderou o caminho para streamers especializados em coprodução e licenciamento de uma ampla gama de produções internacionais de primeira linha.

Segundo o Barómetro de Telecomunicações da Marktest, cerca de 800 mil portugueses subscreveram serviços de streaming entre os meses de Fevereiro e Abril deste ano, elevando o número de assinantes deste tipo de plataformas em Portugal para a fasquia dos dois milhões, confirmando que o mercado português acompanha o crescimento registado noutros mercados.

JAck Taylor

Hugo Jesus

Co-criador e administrador do Central Comics desde 2001. É também legendador e paginador de banda desenhada, e ocasionalmente argumentista.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *