Margot Robbie assume o regresso de Tank Girl aos cinemas

Margot Robbie adquiriu os direitos para nova adaptação cinematográfica da banda desenhada Tank Girl, e que chegou pela primeira vez ao grande ecrã em 1995.

Margot Robbie em Terminal

Através da sua produtora, a LuckyChap Entertainment, Margot Robbie conseguiu os direitos para a nova incursão no cinema da obra homónima lançada nas páginas das revistas nos anos 80. Para além de ser produtora, é expectável que Margot Robbie seja a protagonista Tank Girl, mas Robbie só assume a personagem assim que o argumento esteja concluído.

Criada em 1988 por Alan Martin e Jamie Hewlett, Tank Girl é uma condutora de tanque com o cabelo praticamente rapado e com o nome de Rebecca Buck. Nas suas viagens por um mundo pós apocalíptico, ela acaba por se envolver em confusões enquanto executa trabalhos estranhos. O sucesso das publicações deve-se ao humor irreverente da personagem, das insinuações sexuais e das diversas técnicas utilizadas para criar a banda desenhada de inspiração punk.

Para o filme espera-se que Tank Girl, Jet Girl e um grupo de rebeldes tenham o objectivo de destruir um governo autoritário que tomou conta do já escasso fornecimento de água.
Tank Girl será realizado por Miles Joris-Peyrafitte, que dirigiu Margot Robbie no ainda inédito drama independente Dreamland. Ainda não existe data prevista para o início da produção de Tank Girl ou da sua estreia nos cinemas.

  Lançamento: Dylan Dog: Trevas Profundas

Tank Girl – Uma Mulher de Armas, de 1995, rapidamente tornou-se em filme de culto apesar do péssimo nas bilheteiras e das más críticas. Os autores da banda desenhada manifestaram desagrado pelas interferências do estúdio, United Artist/ MGM, no argumento e em excluírem cenas cruciais para a história. A realizadora Rachel Talay também enfrentou dificuldades com o estúdio, que cortou cerca de uma hora de cenas e após a exibição nos cinemas e impôs ainda uma nova edição do filme para dvd com mais um cena a ser eliminada.

Lori Petty interpretava a personagem que empresta o título ao filme, Naomi Watts interpretou a talentosa mecânica Jet Girl e Ice-T foi T-Saint. Aos cinemas portugueses chegaram apenas os posters promocionais do filme, já que a estreia aconteceu apenas no mercado vídeo.

Ricardo Lopes

Começou a caminhar nos alicerces de uma sala de cinema, cresceu entre cartazes de filmes e película. E o trabalho no meio audiovisual aconteceu naturalmente, estando presente desde a pré-produção até à exibição.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *