Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

The Mandalorian: As Entrevistas originais ao elenco!

Em preparação para a nova temporada de “The Mandalorian”, decidimos dar outra vista de olhos às entrevistas do elenco desta aventura intergalática.

Como descreveriam as vossas personagens na série?
Pedro Pascal: Eu interpreto o Mandaloriano, de nome Din Djarin. Ele é um caçador de prémios. Um lobo solitário misterioso, imperfeito e icónico.
Gina Carano: Eu interpreto Cara Dune; uma ex-soldado Rebelde. Cara perdeu um pouco o controlo e acabou num planeta onde conheceu o Mandaloriano. Ela é dedicada e viciada em adrenalina. Eu adoro interpretá-la.
Carl Weathers: A minha personagem, Greef Carga, distribui contratos a caçadores de prémios. Nesta história, ele contrata o Mandaloriano.

O que nos podem contar sobre a história da série? Por exemplo, como é que o Mandaloriano conhece Greef Carga?
Carl Weathers: Cabe a Greef contratar alguém para ir adquirir algo para ele. Tenho de ser vago porque não quero estragar a surpresa – mas o Mandaloriano é a única pessoa com a determinação e competências para completar esta missão. Quando encontras alguém assim, é de teu interesse manteres o contacto porque podem vir a ser-te úteis. A relação deles começa assim.

Como descrevirias a relação entre Greef Carga e Cara Dune?
Carl Weathers: Bem, Cara também é bastante útil. Greef ainda está a tentar averiguar como a pode usar. Cara tem um espírito guerreiro e bastantes pontos fortes, pelo que ele definitivamente vai querer recorrer aos seus serviços.

The Mandalorian toma lugar cinco anos após O Regresso de Jedi. Revisitaram algum dos filmes da saga Star Wars para vos ajudar a encarnar as personagens?
Pedro Pascal: Sem dúvida.
Carl Weathers: Eu vi todos os filmes de Star Wars outra vez.
Pedro Pascal: Eu também.
Gina Carano: Eu vi-os todos em ordem. Vi-os vezes sem conta porque queria compreender a história deste mundo de uma ponta à outra.

Histórias Star Wars costumam estar envoltas em sigilo. Que segredos vos contaram sobre as vossas personagens?
Gina Carano: Durante as rodagens, [os Produtores Executivos] Jon Favreau e Dave Filoni contaram-me um segredo sobre a minha personagem que me vai deixar em lágrimas. Respondi-lhes “Uau, isso é muito importante. É inacreditável!” Eles foram bastante seletivos quanto a dar-nos informação, mas eu fiquei surpresa quando recebi estas notícias.
Pedro Pascal: Agora tens de me contar esse segredo!
Gina Carano: Nem pensar. É segredo. Não me vou desbocar.

Os fãs vão descobrir estes segredos?
Carl Weathers: Sem dúvida.
Pedro Pascal: A seu tempo.
Gina Carano: É genial porque a série é sobre a história do Mandaloriano, é sobre a história da Cara Dune e é sobre a história do Greef. Obviamente o Mando é a história principal – mas investimo-nos nas restantes personagens também. Queremos descobrir mais sobre eles. À medida que vemos a série pensamos “Espera, o que se passa alí?” Há um desejo de descobrir mais.

Mas os fãs vão receber respostas a algumas das questões que a série suscitar?
Gina Carano: Sim. Claro.
Carl Weathers: Sim, haverão respostas.

Podem descrever o primeiro momento em que perceberam que estavam mesmo no universo Star Wars.
Pedro Pascal: Para mim, foi vestir o capacete. Sem dúvida. Eles tinham-no à mão na nossa primeira reunião, para ver se me servia. Serviu na perfeição.
Gina Carano: Para mim, foi no meu primeiro dia de rodagem quando vi o meu guarda-roupa. Jon e Dave fizeram um grande alarido. Disseram-me, “Oh céus… estás espetacular!” E eu respondi, “Uau, isto é incrível”.

Como foi entrar no cenário de The Mandalorian pela primeira vez?
Pedro Pascal: Entrar no cenário pela primeira vez foi como andar numa atração na Disneyland. Eles tem esta tecnologia incrível. Foi alucinante! No meu primeiro dia, recordo-me de ver todo um mundo e foi completamente inacreditável.mandalorian scout trooper

Que outros momentos no cenário destacariam?
Gina Carano: No meu primeiro dia no cenário, estava montada numa criatura chamada blurrg [um animal bípede que usamos para travessias, um pouco como um cavalo]. Estava em cima desta creatura enorme e pensei, “Okay, é isto. Esta é a minha vida agora!” Foi encantador.

E quanto a si, Carl?
Carl Weathers: Quando entrei na sala de reuniões para discutir o projeto com Jon Favreau, estavam várias pinturas expostas nas paredes. São algumas das obras de arte mais bonitas que já vira e Jon estava tão entusiasmado quanto a todo o projeto. Eis que me começou a contar sobre a minha personagem na série – e lembro-me de pensar “Estão a gozar comigo? Eu vou trabalhar num projeto da Disney. Vou trabalhar num projeto liderado pelo Jon Favreau. E vou estar a trabalhar numa série de Star Wars.” Fazer parte deste projeto é uma das melhores coisas que me aconteceram em todos os anos que trabalhei na indústria do entretenimento. É espetacular.

Quanto trabalho é preciso para uma série como The Mandalorian?
Pedro Pascal: Não têm noção a quantidade de star power de todos os departamentos que investimos na produção de algo como The Mandalorian. Toda a gente, desde a pessoa que está a polir a ombreira da armadura à pessoa que construiu a nave em que gravamos – ou todo o cenário. Eu já trabalhei em alguns projetos relativamente grandes, mas nunca vi nada como isto antes.Mandalorian IG11

Há bastante ação na série. Vocês gravam as vossas próprias cenas de ação?
Carl Weathers: Eu faço as minhas acrobacias. Nunca em todos os meus anos utilizei um duplo.
Pedro Pascal: Contudo, duplos são essenciais a todas as grandes produções como esta. Até para as pessoas mais fortes ou ágeis que conheçam. Não conseguíamos fazer nada sem a nossa incrível equipa de duplos.

E tu, Gina? Tens uma duplo?
Gina Carano: Não ia gostar de ver mais ninguém no fato da Cara Dune! Dizia, “Oh, a Cara está a correr nesta cena? Okay, eu corro. Sem problema. Não, não precisamos dela[a duplo].” Odiava ver qualquer pessoa no meu fato. Não o queria partilhar de todo.

Parece que te estas a divertir a trabalhar na série…
Gina Carano: Estou. Todos são fantásticos. Não podia estar mais feliz. Não consigo acreditar que estou a trabalhar com toda esta gente incrível que me faz dar o meu melhor. Há tanta paixão e bondade nas rodagens, e todos me motivam a contar histórias melhores. A receção do público tem sido inacreditável, mas eu mal consigo esperar até que vejam mais.

mandalorian razor crest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *