O Dia Mais Curto

Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Jogos – Ronda de Análises: Lego Bricktales, Trifox e outros

Hoje temos mais uma ronda de análises a jogos que temos jogado nos últimos tempos, onde se encontram LEGO Bricktales e Trifox, entre outros.

LEGO BricktalesPlayStation 4, PlayStation 5, PC, Nintendo Switch, Xbox One, Xbox Series (Já Disponível)

   Lego Bricktales   

LEGO Bricktales é daqueles jogos que, ou se adora ou se odeia. Não existe um meio termo com este pequeno jogo que nos leva a explorar diversos biomas para montar as peças corretas que todos conhecemos e assim desenvolver uma história emocionante.

Preparem-se então para procurarem a vossa inspiração para conseguirem ajudar o vosso avô a revigorar o seu parque de diversões com a ajuda de um amigo robô. A exploração de biomas novos, como referido anteriormente, é algo crucial durante o jogo já que ao ajudar-mos as figuras que encontramos pelo caminho, na realidade vamos estar a desbloquear novos caminhos e outras habilidades para progredir na história.

Lego Bricktales

Gráficamente é um jogo bastante bonito, tentando ao máximo reproduzir e sendo o mais fiel possível em termos de emular as peças com que pequenos e graúdos brincam todos os dias. Porém, se houve algo que me incomodou foi o facto de, pelo menos na versão Nintendo Switch, ser necessário jogar com os dedos no ecrã a maior parte do tempo, especialmente por conta dos controlos atrozes.

Resta concluir que, LEGO Bricktales é mais um jogo sólido, com uma aventura emocionante e que fará pessoas de todas as idades divertirem-se enquanto descobrem esta história.

Nota Final: 7/10

Trifox – PlayStation 4, PlayStation 5, PC, Nintendo Switch, Xbox Series (Já Disponível)

Trifox

Trifox, por sua conta é um jogo bastante curioso, já que tenta combinar um pouco de duas franquias que, pessoalmente, adoro: The Legend of Zelda e Ratchet & Clank.

A nossa aventura começa quando Trifox, a personagem que dá título ao jogo, tem a sua casa pilhada e os vilões roubam-lhe o comando da televisão. Desesperado decide contra-atacar. Munido com as suas armas ele está preparado para enfrentar vários inimigos e chefes para conseguir recuperar o que lhe pertence.

Trifox

A nível técnico é um jogo bonito, mostrando principalmente a sua inspiração em Ratchet & Clank através dos inimigos que temos de derrotar e nas armas completamente doidas que vão aparecendo pelo caminho. No entanto, o sistema de quebra-cabeças que nos é proposto acabou por me intrigar mais do que o que devia, pois alguns deles são capazes de deixar o jogador completamente maluco, mesmo sendo simples.

Resta concluir que, se o leitor procura um jogo de plataformas, este é o jogo indicado para as noites frias que se avizinham.

Nota Final: 7/10

No More Heroes 3  – PlayStation 4, PlayStation 5, PC, Nintendo Switch, Xbox One, Xbox Series (Já Disponível)

No More Heroes 3

Por esta altura devem estar a pensar “Uma análise de No More Heroes 3 a esta altura do campeonato?”, mas, a verdade é que só recentemente é que as restantes consolas e o PC receberam as últimas aventuras de Travis Touchdown, cerca de um ano depois do lançamento da versão da Nintendo Switch.

O mundo está a ser atacado por extraterrestres e quem melhor que o melhor assassino do mundo para tratar do assunto? Preparem-se para uma das aventuras mais esquisitas que vão viver na vossa vida, pois Suda51 entrou com a maluqueira toda para a criação deste jogo.

Graficamente é possível notar-se que No More Heroes 3 na PlayStation é algo completamente diferente do que foi jogado na Nintendo Switch. Os problemas técnicos no jogo completamente desapareceram e agora está ainda mais fluído. Aliás, é também notável o avanço gráfico no jogo, mesmo que mantenha o desenho cartoon a que estamos habituados.

No More Heroes 3

Porém, devo dizer que mesmo tendo secções de aventura bastante interessantes, sinto-me um pouco desiludido por conta de a história parecer apressada e as secções com mechas saberem a pouco. No entanto, se esquecermos esses pormenores, trata-se de um jogo bastante promissor.

Resta concluir que, No More Heroes 3 não é um jogo para todos, mas quem estiver aberto à bizarria tem aqui um jogo completo, que, agora não tem tantos problemas técnicos como a versão original.

Nota Final: 6/10

Warhammer 40,000: Shootas, Blood & Teef – PlayStation 4, PlayStation 5, PC, Nintendo Switch, Xbox One, Xbox Series (Já Disponível)

Warhammer 40,000

Por fim, chega-nos um jogo da série Warhammer 40,000. Porém, não pensem que é um simples jogo de estratégia como estamos habituados por parte da série.

Nesta nova entrada da série, por parte dos criadores de Guns, Gore & Cannoli, estamos perante um shooter 2D ao melhor estilo de Metal Slug.  Estamos no planeta de Luteus Alpha, onde se produziu muito material para a guerra no sector Armaggedon. Com a chegada de Gutrekka, um chefe de guerra, ele rouba-nos algo precioso… o nosso rabo-de-cavalo.

Warhammer 40,000

Embarcamos então numa das maiores aventuras da nossa vida, cheios de raiva e necessidade de recuperar o que é nosso. E é também uma das aventuras mais divertidas e hilariantes que iremos ver nos próximos tempos, já que tudo o que acontece neste jogo é exagerado: mortes, níveis, lutas com chefes, tudo é exagerado.

Um jogo indicado para quem quiser dar umas valentes risadas e para fãs de Warhammer 40,000 que queiram apenas descontrair enquanto apanham referências aos restantes jogos da série.

Aqui fica o link para a vanilla version: https://www.iningames.com/games/warhammer-40000-shootas-blood-teef/

E para a Collector’s edition: https://gamesrocket.com/Warhammer-40-000-Shootas-Blood-and-Teef/

Nota Final: 8/10

Ficha Técnica:
LEGO Bricktales
Desenvolvedor: ClockStone
Distribuidor: Thunderful Publishing

Trifox
Desenvolvedor: Glowfish Interactive
Distribuidor: Big Sugar

No More Heroes 3
Desenvolvedor: GRASSHOPPER MANUFACTURE INC
Distribuidor: XSEED Games

Warhammer 40,000: Shootas, Blood & Teef

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *