Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Jogos – Análises: Cult of the Lamb, Rollerdrome, entre outros

Hoje apresentamos quatro curtas análises a vários jogos, entre eles, Rollerdrome e Cult of The Lamb.

LOST EPIC – PlayStation 4, PlayStation 5 e PC (Já Disponível)

       Lost Epic

Lost Epic vêm juntar-se ao enorme conjunto de RPG’s que são lançados todos os anos, mas que acabam por ficar um pouco aquém das espectativas.

Preparem-se para uma aventura 2D que conta uma história de guerra, em que os Deuses se fartaram dos humanos e começaram uma guerra contra eles. Sejam o guerreiro escolhido para eliminar os deuses, tendo o nome apropriado de God Slayer.

Se esquecermos o facto de ser um jogo que tem uma história que já vimos imensas vezes, já que é um enredo já velho utilizado variadas vezes, podemos dizer que Lost Epic vai buscar uma inspiração antiga, mas tenta dar-lhe um visual novo. No entanto, se tivermos em conta que com mais uns quantos inimigos iria ser uma espécie de God of War em 2D, podemos dizer que o jogo são só ideias todas aos molhos.

Lost Epic

É interessante o grafismo num estilo anime e com falas em japonês e legendas em inglês, mas, ao mesmo tempo que fazemos combos parvas nos mesmos inimigos que vão aparecendo na tela pode ser um pouco frustrante a forma como somos obrigados a jogar.

Resta concluir que, Lost Epic não tem grandes falhas tecnológicas, mas com um enredo que já cansa pode passar despercebido à maioria dos jogadores, tal como deve ser.

Nota Final: 6/10

Mega Man Battle & Fighters – Nintendo Switch (Já Disponível)
megaman

Lançado inicialmente em 2000 para a Neo Geo Pocket Color e agora de surpresa na Nintendo Switch, Mega Man Battle & Fighters pode ser o jogo ideal para os fãs do Blue Bomber.

Neste jogo que funciona como uma compilação portátil dos jogos de luta de Mega Man e, também, como uma espécie de Boss Rush, vamos encontrar todos os inimigos da mascote azul da Capcom, além da possibilidade de controlar Protoman e Bass, num jogo que inicialmente só tinha saído em exclusivo no Japão.

megaman

Preparem-se para combater contra todos os inimigos que surgiram nos primeiros 6 jogos de Megaman e para os tentarem derrotar em batalhas sucessivas com uma grande dificuldade. No entanto, o facto de podermos usar as armas dos mesmos depois de os derrotarmos está de regresso e torna-se ainda mais apetitoso tentar vencer os robôs todos de uma assentada só.

Resta concluir que, mesmo existindo pouco a ser dito sobre este jogo, a verdade é que ver algo que nunca tinha saído de Terras Nipônicas a estar disponibilizado para todos na Nintendo Switch é algo que faz com que os fãs de Mega Man possam celebrar mais uma entrada a um preço apelativo.

Nota Final: 7/10

Rollerdrome – PC, PlayStation 4, PlayStation 5 (Já Disponível)
Rollerdrome

Para uma proposta diferente do habitual, Rollerdrome chega para mostrar que é possível combinar dois estilos de jogo muito diferentes.

Se há jogo que os jogadores do final dos anos 90 e nos anos 2000 jogaram, foram jogos de desportos radicais. A quantidade de jogos do género que saíram na altura era totalmente absurda e Rollerdrome vai buscar essa inspiração e dá-lhe a sua volta. 

Bem-vindos a 2030, a um mundo em que um novo desporto sangrento e brutal domina, o Rollerdrome. Montem os vossos patins em linha e preparem-se para disparar para tudo o que é lado neste híbrido de desporto radical e de jogo de tiros na terceira pessoa. Tendo assim uma combinação peculiar, preparem-se para algo que faz completo sentido. Sim, Rollerdrome mesmo com esta proposta estranha faz mais sentido do que seria de se esperar.

Rollerdrome

No modo história, que acaba funcionando como tutorial aprofundado, temos como objetivo descobrir as intenções da corporação Matterhorn, onde aprendemos os fundamentais para sobreviver dentro desta arena. No entanto, é no modo online que o jogo brilha completamente. Imaginem um monte de jogadores sanguinários à espera de ver quem é que é o melhor.

Graficamente também é um jogo bastante interessante, já que parece tudo bastante cartoon tal como a Roll7 já nos vem habituado ao longo do tempo e com uma banda sonora incrível, capaz de nos levar ao limite.

Resta concluir que, Rollerdrome veio para ficar e conquistar e conquistar os jogadores com acrobacias e tiros precisos.

Nota Final: 8/10

Cult of the Lamb – PC, Nintendo Switch, PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series (Já  Disponível)

Cult of The Lamb

Cult of the Lamb é talvez o jogo mais falado do momento e por boas razões. A Devolver volta a mostrar que é uma das melhores empresas independentes na indústria.

Neste jogo de aspeto simpático, somos uma ovelha possuída por um demónio que a salvou das garras da morte. Depois de sermos salvos, temos então que criar um rebanho de seguidores. Mas, não se deixem enganar, por muito que o aspeto do jogo seja fofo, estamos perante um jogo sangrento.

Talvez a maioria dos leitores já saibam, mas não sou o maior fã de roguelikes. No entanto, com Cult of the Lamb, a história foi diferente, já que me senti completamente agarrado a ele. Andar a derrotar infiéis, enquanto salvamos animais indefesos que se juntam ao nosso culto. As armas apresentadas ao longo do jogo são incríveis e dá a possibilidade de o jogador lutar da forma como deseja.

Cult of The Lamb

No entanto, o ponto-chave do jogo é mesmo a parte do culto, em que temos de construir um pequeno paraíso para os nossos seguidores. Neste campo, considero o jogo uma espécie de Animal Crossing para os mais velhos, já que se torna evidente o quão pesado o tema pode ser, mesmo que esteja tudo na maior paz naquele terreno do jogo.

Resta concluir que, Cult of the Lamb é o jogo fofinho que todos irão adorar, mas ao mesmo tempo que vos fará delirar com a sua violência e temas pesados.

Nota Final: 10/10

Ficha Técnica

Lost Epic
Desenvolvedores: Team Earthwars
Distribuidora: oneoreight

Mega Man Battle & Fighters
Desenvolvedores e Distribuidores: SNK

Rollerdrome
Desenvolvedores: Roll7
Distribuidora: Private Division

Cult of the Lamb
Desenvolvedores: Massive Monster
Distribuidora: Devolver Digital

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.