Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Jogos – Análise: Lost Judgment

Lost Judgement

Lost Judgment chegou para investigar e aviar porrada em toda a gente. Mas será que o seu próprio julgamento é bom ou será uma causa perdida?

Falar sobre a série Yakuza e o seu derivado, Judgment, pode ser um caso bastante complicado, especialmente se tivermos em conta que podemos incomodar uma data de pessoas com a nossa opinião. E, mesmo quando peguei neste Lost Judgment fiquei um pouco a pensar no que iria dizer quando tivesse que escrever o fatídico texto. Mas, acontece que tenho demasiadas coisas boas para dizer.

Começando pela história, que é uma sequela do primeiro jogo desta saga lançado um pouco entre as sombras em 2019, continuamos a controlar Takayuki Yagami , enquanto ele trabalha como investigador privado nas áreas de Kamurocho e Isezaki Ijincho que são representações bastante realistas de áreas que podemos encontrar numa qualquer visita ao Japão. Desta vez, estamos atrás de um criminoso acusado de assédio sexual e de homicídio. Como podemos ver, a SEGA não tem problema nenhum em falar em situações que podem até certo ponto serem consideradas tabu, mas que, na realidade, entram pela nossa casa dentro todos os dias, especialmente através dos canais generalistas e noticiosos. A implementação da história foi bem feita e acabamos por nos sentir bastante intrigados cada vez que avançamos um pouco mais.

Lost Judgement

No entanto, se há algo que me deixou um pouco de pé atrás foi a questão da jogabilidade. Não quero com isto dizer que é má, atenção. A verdade é que me diverti bastante a dar porrada a todos aqueles que se ousavam a atravessar no meu caminho, especialmente criminosos que não sabiam onde se estavam a meter e na sequência de vídeo seguinte estavam completamente cheios de medo da personagem, pois a violência neste jogo é gratuita, mas, ao mesmo tempo, bastante gratificante de se ver. Outras questões da jogabilidade é que já não são tão interessantes, nomeadamente, o facto de termos de perseguir pessoas enquanto as investigamos. Posso dizer que se no jogo anterior já era uma chatice ter que o fazer, mais valia removerem esta questão do jogo porque, por muito importante que sejam, acabam por cortar o fio condutor ao jogador e torná-lo um bocadinho mais “seca” do que seria de esperar deste fantástico jogo de ação e investigação.

Lost Judgement

Graficamente também é competente. É bonito de se ver, especialmente quando observamos todas as pessoas que caminham a nosso lado e por outros lados. As sequências de vídeo também são magistrais e os momentos cómicos que existem ao longo da trama são perfeitos para cortar nos temas pesados que a história aborda por vezes.

Resta concluir que, Lost Judgement é um jogo competente e que continua o legado de uma das maiores franquias da SEGA, através de um derivado que é diferente e ao mesmo tempo não o é. Existe imenso para descobrir neste jogo e todos são bem-vindos para tal. No entanto, calcem os vossos melhores sapatos, pois existe muito pontapé e murro para distribuir.

Nota Final: 8/10

Lost Judgement está disponível para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One e Xbox Series.

 

Distribuidor: SEGA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.