Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Fantasporto 2021 • 30 de Abril • Programação

O quinto dia da 41ª edição do Festival Internacional de Cinema do Porto conta com cinema oriundo de várias partes do mundo, a não perder!

A tarde começa pelas 13:30 com o documentário português 40 Anos de Fantasporto de Isabel Pina, em competição para o Prémio Cinema Português – Melhor Filme. Na celebração dos 40 Anos do Fantasporto, Isabel Pina entrevistou dezenas de pessoas em todo o mundo, desde os fundadores, aos realizadores e profissionais que no evento iniciaram as suas carreiras.

De seguida, às 16:00, é exibido O Cemitério das Almas Perdidas de Rodrigo Aragão. Um barco no meio da tormenta é salvo pela invocação de um homem, Cipriano. Os marinheiros chegam a uma terra e matam os nativos. Mas uma mulher sobrevive. Do realizador de A Mata Negra.

Às 18:00 podemos ver In the Quarry / En el Pozo de Rafael e Bernardo Antonaccio. Uma rapariga leva o namorado da cidade a conhecer os seus amigos do lugar onde cresceu. Acampam todos junto às águas enganadoras da pedreira abandonada num belo dia de sol. Vencedor do Prémio Melhor Filme no Festival de Cinema Latino Americano.

Para terminar, às 20:00, é exibido mais um filme húngaro, Post Mortem, de Péter Bergendy. Um fotógrafo faz fotografias de família com os seus mortos, como era costume na época. Chegado a uma aldeia, vivem rodeados de fantasmas assustadores. Este é o primeiro filme de horror húngaro, rivalizando com as grandes produções americanas, a lembrar também grandes clássicos como o soviético Viyi.

É o Fantasporto já a velocidade de cruzeiro e que nos acompanhará até ao próximo dia 4 de Maio.

Uma oportunidade para ver bom cinema e não perder nenhuma sessão, até porque, este ano, repetições não vão existir, e os filmes a apresentar terão aqui (quase todos), a única oportunidade para serem vistos em Portugal.

Bilhetes: 5€

Mais sobre o festival aqui, e visite o site oficial: Fantasporto | Festival Internacional de Cinema do Porto

Veja a entrevista que o Central Comics fez aos directores:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *