Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Fantasporto 2021 • 28 de Abril • Programação

O terceiro dia da 41ª edição do Festival Internacional de Cinema do Porto conta hoje com duas antestreias mundiais a não perder!

Começamos o dia pelas 13:00 com uma antestreia mundial, com a exibição de Um Quadro do Pollock com Sangue de Rui António, a concorrer para o Prémio de Cinema Português – Melhor Filme. Uns quantos mortos, um casal, um jovem que gosta de taxidermia e a avó, um mecânico, um detective. O filme tem como ponto de partida 24 escritores que à vez contribuíram para o desenvolvimento do argumento. Cada um desses contributos resulta numa sequência do filme. Coube a 24 músicos comporem a banda sonora dessas sequências depois de filmadas.

De seguida, pelas 16:00, a exibição de Wildcat, de Jonathan W. Stokes. Algures em Mosul, uma mulher e um soldado estão acorrentados, presos pelos taliban num quarto esquálido e mantidos vivos pela esperança. O realismo da guerra vivido de perto.

Depois, pelas 18:00, mais uma antestreia mundial, desta vez com Awauta de Mile Nagaoka. Yumiko é uma gueixa que deixa a cidade e regressa à terra natal. Aí, é de novo confrontada com as tradições ancestrais, a música e a dança. “Awauta” é um poema clássico japonês com 48 sons que usa a voz humana para criar uma ressonância divina, transformando a experiência de cada um em sons alegres e positivos. 1ª longa-metragem do realizador.

A sessão da noite fica reservada para Marionette de Elbert van Strien, que será exibido pelas 20:00. Do realizador vencedor do Prémio Melhor Filme Fantástico do Fantasporto 2011, com Two Staring Eyes, esta é a história de uma psiquiatra que, após a morte do marido num acidente, decide ir trabalhar para a Escócia. Um dos seus doentes é um enigmático rapazinho que desenha imagens violentas e diz que controla o futuro dela.

É o Fantasporto já a velocidade de cruzeiro e que nos acompanhará até ao próximo dia 4 de Maio.

Uma oportunidade para ver bom cinema e não perder nenhuma sessão, até porque, este ano, repetições não vão existir, e os filmes a apresentar terão aqui (quase todos), a única oportunidade para serem vistos em Portugal.

Bilhetes: 5€

Mais sobre o festival aqui, e visite o site oficial: Fantasporto | Festival Internacional de Cinema do Porto

Veja a entrevista que o Central Comics fez aos directores:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *