Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Buzz Lightyear: curiosidades do filme

Sabia que ao confecionar o fato espacial de Buzz Lightyear, a equipa de produção estava determinada a torná-lo autêntico e inspirou-se na NASA e nas forças armadas dos EUA? A equipa projetou mais de 15 fatos espaciais diferentes para o lendário Ranger do espaço, mas apenas nove apareceram no filme final. Ou que da concepção à conclusão do filme, os Estúdios de Animação Pixar demoraram 5,5 anos a preparar BUZZ LIGHTYEAR para o lançamento.

Lightyear
Buzz Lightyear

BUZZ LIGHTYEAR acompanha o lendário Ranger do Espaço, depois deste ser abandonado num planeta hostil a 4,2 milhões de anos-luz da Terra, juntamente com o seu comandante e a sua tripulação. Enquanto Buzz tenta encontrar um caminho de volta para casa, através do espaço e do tempo, junta-se a ele um grupo de ambiciosos recrutas e o seu charmoso animal de companhia, um gato robot chamado Sox. Para complicar as coisas e ameaçar a missão, chega Zurg, uma presença imponente com um exército de robots implacáveis e intenções misteriosas.

Buzz Lightyear

FORA DESTE MUNDO – Os realizadores fizeram uma viagem de pesquisa inspiradora ao Johnson Space Center da NASA, em Houston, onde fizeram uma tour com o astronauta da NASA, Tom Marshburn e assistiram a uma recriação da aterragem lunar original do deck de observação do centro de controlo da missão. Marshburn, que regressou recentemente da Estação Espacial Internacional (ISS), trouxe uma foto da visita para a ISS, exibida na Cúpula. Os realizadores da Pixar estão literalmente fora deste mundo!

CONVIDADO ESPECIAL – Chris Evans, a voz original de Buzz Lightyear, é um fã de animação de longa data e até considerou a profissão quando era criança. Os realizadores convidaram Evans para os diários de animação, que eram realizados remotamente na época devido à pandemia. Evans escondeu-se da câmara durante a maior parte da sessão, mas apareceu no final para agradecer à equipa.

ZURG 2.0 – “Toy Story 2” foi um dos primeiros filmes em que o realizador, Angus MacLane trabalhou depois de chegar aos Estúdios de Animação Pixar. Ele foi um dos artistas que trabalhou no design de Zurg, mas sentiu sempre que havia mais a ser explorado com a personagem.

TERRENO FAMILIAR – Em “Buzz Lightyear”, Buzz observa o terreno esponjoso enquanto explora os arredores desconhecidos. É uma ligação direta a “Toy Story” quando Buzz Lightyear aparece pela primeira vez no ecrã, a saltar na cama de Andy e relata no seu diário de missão que o “terreno parece um pouco instável”.


TOWERING TURNIP – Turnip – a nave de exploração que transporta Buzz Lightyear, a comandante Alisha Hawthorne e a tripulação de mais de mil cientistas e técnicos – tem mais de 250 metros de altura. É tão grande que caberiam 26 vezes os Estúdios de Animação da Pixar dentro da nave.

MUDANDO DE ENGRENAGEM – Buzz Lightyear é enviado em várias missões ao longo do filme e, para cada lançamento, tem um novo fato espacial, uma nova nave espacial e um novo cristal de combustível.

TESTES DE PROP-ER – A Pixar contratou John Duncan, um criador de modelos conceptuais em vários filmes de “Star Wars”, para construir o primeiro projeto da nave espacial de “Buzz Lightyear” como um adereço de ação ao vivo. Os artistas da Pixar replicaram o design no computador para testar como poderiam produzir o mesmo calor através do CG que é obtido usando modelos.

SOA FAMILIAR? – Mary McDonald-Lewis, a voz de I.V.A.N., o Navegador Ativado por Voz Interno das naves espaciais, é a voz do sistema de navegação OnStar – General Motors.


CONSTRUINDO PONTES – Os nomes das personagens de “Buzz Lightyear” que trabalham no Comando Estelar foram inspirados nos nomes das pontes na cidade onde nasceu MacLane, em Portland Oregon:
• Alisha e Izzy Hawthorne (Ponte Hawthorne de 1.382 pés)
• Darby Steel (Ponte de Aço de 800 pés)
• Mo Morrison (Ponte Morrison de 775 pés)
• Oficial de Controle de Missão Sellwood (Ponte Sellwood de 1.972 pés)
• Comandante Burnside (Ponte Burnside de 1.382 pés)
• Agente de Segurança Fremont (Ponte Fremont de 2.154 pés)
• Agente de segurança St. John (Ponte St. John de 2.067 pés)
• Oficial de Segurança Marquam (Ponte Marquam de 1.044 pés)
• Oficial de Segurança Ross (3.729 pés Ross Island Bridge)

ESFORÇO IMAX – Com vários meses de produção, os realizadores estabeleceram uma grande meta: “Buzz Lightyear” seria a primeira longa-metragem da Pixar feito especificamente para telas IMAX. Depois de uma viagem de pesquisa para a sede da IMAX em Los Angeles, a equipa criou o primeiro pipeline IMAX da Pixar para produção de filmes, permitindo que filmassem simultaneamente para IMAX e reduzissem para o formato 2.39 padrão. Como resultado, o público irá experimentar aproximadamente 30 minutos de cenas IMAX emocionantes e cheias de ação em “Buzz Lightyear”.

FATO VOADOR – Ao confecionar o fato espacial de Buzz Lightyear, a equipa de produção estava determinada a torná-lo autêntico e reconhecível. Eles inspiraram-se na NASA e nas forças armadas dos EUA e incorporaram elementos do brinquedo Buzz Lightyear. A equipa projetou mais de 15 fatos espaciais diferentes para o lendário Ranger do espaço, mas apenas nove apareceram no filme final.

CONTAGEM REGRESSIVA– Se os espectadores olharem com atenção, vão ver números em cada nave espacial de Buzz Lightyear dos pilotos de T’Kani Prime, o planeta pantanoso em que ele e seus companheiros de tripulação estavam presos. Embora nem todos sejam apresentados no filme, são numerados em ordem crescente – de XL-01, o primeiro voo de teste de Buzz Lightyear, ao XL-15, o seu último.

É IRREAL – De acordo com a supervisora de efeitos visuais, Jane Yen, a equipa afastouse do hiper realismo que é conseguido através da tecnologia e renderização avançada de hoje. Foi uma escolha consciente para fazer “Buzz Lightyear” parecer mais simples e real.

BRICK BY BRICK – O realizador e apaixonado da LEGO®, Angus MacLane, muitas vezes criava as suas ideias para “Buzz Lightyear” em construções LEGO personalizadas e partilhava com os seus colegas realizadores. Vários designs do filme começaram com esboços feitos das criações de MacLane.

Buzz Lightyear


VESTIR-SE – O fato espacial de Buzz Lightyear é um EVA, um fato de atividade extraveícular pensado para tarefas físicas fora de uma nave espacial. É construído principalmente com peças de superfície dura que oferecem proteção máxima, mas que permitem mobilidade. Para criar a versão humana do fato de Buzz Lightyear, o modelo foi projetado de forma interativa, usando traços amplos para fornecer uma silhueta mais realista.

UM BUZZ POR QUALQUER OUTRO NOME – Quando a personagem original de Buzz Lightyear – o brinquedo – estava a ser criada, vários nomes foram considerados, como Tempus of Morph e Lunar Larry.

ANOS-LUZ À FRENTE – Da conceção à conclusão, os Estúdios de Animação Pixar demoraram 5,5 anos a preparar “Buzz Lightyear” para o lançamento.

MONTANHA RUSSA DE BUZZ – O realizador Angus MacLane compara uma experiência excecional de ir ao cinema a uma montanha-russa. É tão emocionante e não se sabe como vai terminar. E quando terminar, quer-se voltar para a montanha-russa.

AÇÃO! – Os realizadores descobriram que Chris Evans, que dá a voz original a Buzz Lightyear no filme, trouxe consigo algumas habilidades possivelmente da sua vasta experiência como Vingador. Entre muitos talentos, Evans conseguia assistir a uma cena de ação e realizar a vocalização necessária de forma rápida e fácil. Numa cena em que Buzz é segurado de cabeça para baixo por um robot surgiu nos 10 minutos finais de uma sessão de gravação. Os realizadores fizeram a cena com o som desligado e Evans fez ao vivo numa única vez.

MÚSICA DE LIGHTYEAR – O premiado compositor Michael Giacchino, que está por detrás das músicas de “The Batman” e “Spider-Man: Sem volta a Casa” compôs “Buzz Lightyear”. Giacchino tem uma longa história com a Pixar; ganhou um Oscar®, um Globo de Ouro® e um GRAMMY® pela música original de “Up – Altamente”. Os outros créditos na Pixar incluem “The Incredibles – Os Super Heróis”, “Ratatui”, “Carros 2”, “DivertidaMente: Inside Out”, “Coco” e “The Incredibles 2 – Os Super-Heróis”, entre outros. A banda sonora original do filme Buzz Lightyear, da Walt Disney Records, já está disponível.



Tiago Retrê (Buzz), Martinho Silva (Mo Morrison), Angie Costa (Lewis), Sabri Lucas (Eric/Deric) e Ana Sofia Martins (Alisha) são algumas das vozes nacionais da versão dobrada.

O filme, na versão original em inglês, apresenta as vozes de Chris Evans como Buzz Lightyear, o talentoso Ranger do Espaço, Uzo Aduba como o seu comandante, Alisha Hawthorne como o seu melhor amigo e Peter Sohn como Sox, o gato robot. Keke Palmer, Taika Waititi e Dale Soules dão a voz a Izzy Hawthorne, Mo Morrison e Darby Steel, respetivamente, como recrutas da Patrulha Zap Júnior e James Brolin pode ser ouvido como o enigmático Zurg. O elenco de vozes inclui também Mary McDonald-Lewis como o computador de bordo I.V.A.N., Isiah Whitlock Jr. como Comandante Burnside, Efren Ramirez como Airman Diaz e Keira Hairston como Young Izzy. Realizado por Angus MacLane (co-realizador de “À Procura de Dory”), produzido por Galyn Susman (“Toy Story That Time Forgot”) e com banda sonora do premiado compositor Michael Giacchino (“The Batman”, “Up – Altamente!”).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.