Van Damme em estreia no Netflix

Em meados dos anos 80 os espectadores sedentos por um bom filme de acção com muita porrada descobriram um belga, que em miúdo conheceu as artes marciais. A sua estreia na 7ª arte aconteceu depois de se ter afastado dos ringues. A viver em Los Angeles e entre diversos empregos consegue uma pequena participação em Desaparecido em Combate, que passou despercebida, mas acaba por conseguir o papel de vilão em Rendição Incondicional.  Um dia cruzou-se com um produtor da Cannon Pictures e mostrou algumas das suas habilidades nas artes marciais, e assim tornou-se protagonista de Bloodsport – Força Destruidora. Hollywood descobria Jean-Claude Van Damme!

Seguiram-se sucessos como Kickboxer – Golpe de Vingança, O Legionário, Máquinas de Guerra, Perseguição Sem Tréguas, Street Fighter, Máximo Risco. Até que os seus filmes começaram a obter resultados modestos nas bilheteiras e os filmes com Van Damme deixaram de chegar aos cinemas de todo o mundo e seguiram directamente para o mercado do vídeo. Portugal foi uma excepção, e os seus fãs continuaram a assistir a muitos dos seus filmes no grande ecrã. Portugal integrou a restrita lista de 5 países que estrearam nos cinemas Guerra Sem Quartel em Maio do ano passado.

Se Van Damme já era um actor que os espectadores de todo o mundo habituaram-se a ver na televisão, eis que a Netflix anuncia a primeira produção com o actor belga!
Jean-Claude Van Damme encontra-se a filmar em França a comédia de acção The Last Mercenary.
Van Damme interpreta um antigo agente secreto que precisa regressar a França após o filho ter sido acusado de tráfico de armas e droga.
O actor está entusiasmado com a oportunidade de assumir um novo género cinematográfico. Fã do cinema de Jean Paul Belmondo, Van Damme deseja criar a sua comédia de acção. O argumento, escrito por David Charhon e Ismael Sy Savane, reúne elementos que permitem combinar a espectacularidade da acção com momentos bem divertidos e uma história emocionante.
Van Damme manifestou ainda o entusiasmo de trabalhar com uma nova geração de actores bastante talentosa, como Alban Ivanov, Assa Sylla e Samir Decazza.

  Cinemas sem pipocas - Proibição de consumo de alimentos nas salas nacionais


Para além da escrita do argumento, David Charon é o realizador de The Last Mercenay. O argumentista e realizador pretende fazer regressar a tradição dos filmes de acção que conquistaram plateias nas décadas de 80 e de 90. Filmes onde os heróis eram diferentes e as cenas eram impressionantes e ainda mais verdadeiras que a própria vida, e  o humor era uma presença constante.
Para Charhon apenas Van Damme poderia incorporar essa era de ouro do cinema.
É desconhecida a data de estreia de The Last Mercenary.

Ricardo Lopes

Começou a caminhar nos alicerces de uma sala de cinema, cresceu entre cartazes de filmes e película. E o trabalho no meio audiovisual aconteceu naturalmente, estando presente desde a pré-produção até à exibição.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *