Sony planeia novo adiamento da estreia dos filmes

Hollywood esperou pela estreia de Tenet para saber se podia exibir os blockbusters previstos para 2020.
Tenet começou a chegar aos cinemas no final de Agosto, e no passado fim-de-semana foi a vez de os cinemas norte-americanos projectarem o muito aguardado filme de Christopher Nolan. A actual situação pandémica não permitiu que as salas cinema em Nova Iorque em Los Angeles reabrissem, pelo que o thriller de espionagem ainda não chegou às áreas geográficas mais importantes para a indústria cinematográfica ocidental (este fim-de-semana Tenet estreia nos drive-in’s de Los Angeles).
As receitas mundiais de Tenet são actualmente de 152 milhões de dólares, já incluindo os 20 milhões obtidos na estreia norte-americana. A receita de bilheteira é optimista e demonstra que os espectadores foram aos cinemas, contudo é um regresso que não permite cobrir a factura de 200 milhões de dólares de custos estimados de produção, e a este valor acresce ainda a factura estimada de 200 milhões de dólares de campanha promocional.
Como os principais estúdios de Hollywood esperam recuperar o investido nas primeiras semanas de exibição nos cinemas, regressa o receio em estrear  nos próximos meses blockbusters!

Warner Bros., estúdio de Tenet, está a poucas de horas de oficializar novo adiamento da estreia de Mulher-Maravilha 1984, actualmente prevista para 1 de Outubro.

Nas primeiras semanas da pandemia, a Sony Pictures foi perentória em adiar as suas principais estreias para novas datas em 2021. Agora surge a indicação que as mesmas vão ter de aguardar até que pandemia termine.

O presidente da Sony Pictures Entertainment, Tony Vinciquerra, foi convidado numa conferência do Bank of America. Durante a conferência, Vinciquerra falou sobre lançar sucessos de bilheteria no contexto actual, uma vez que os cinemas estão a reabrir em muitas partes do mundo.

“O que não faremos é cometer o erro de colocar no mercado um filme com um orçamento de 200 milhões de dólares sem termos a certeza de que os cinemas estão abertos e a trabalharem com capacidade significativa.  Muitas situações estranhas vão acontecer nos próximos seis meses, seja no modo em como os filmes são lançados, como são programados, como são comercializados. Mas quando voltarmos ao normal, teremos aprendido muito, eu acho e descobri maneiras de fazer coisas um pouco diferentes e, com sorte, melhores.”

As próximas principais estreias da Sony Pictures são:
Morbius– adiado de 31 de Julho de 2020 para 18 de Março de 2021
Caça-Fantasmas: O Legado – adiado do Verão de 2020 para 4 de Março de 2021
Venom: Let There Be Carnage – adiado de 1 de Outubro de 2020 para 24 de Junho de 2021
Spider-Man 3 – adiado de 16 de Julho de 2021 para 17 de Dezembro de 2021
Uncharted – previsto estrear a 16 de Julho de 2021

Se alguns dos filmes já estão prontos para estrear, outros têm visto as filmagens adiadas devido às implicações provocadas pela Covid-19. Quando após anos de sucessivos adiamentos Uncharted teve o primeiro dia de filmagens, a situação de saúde pública mundial implicou a suspensão imediata da rodagem do filme sobre as aventuras de Nathan Drake. As filmagens seriam retomadas em Julho, contudo já estamos em Setembro e não existem novidades do regresso aos trabalhos do filme com Tom Holland e Mark Wahlberg. E só depois de Tom Holland concluir Uncharted é que começará a filmar o próximo Homem-Aranha. A produção do novo filme do aracnídeo está agora prevista arrancar em Janeiro ou Fevereiro do próximo ano.

  Super Mario vai chegar aos cinemas em 2022

Ricardo Lopes

Começou a caminhar nos alicerces de uma sala de cinema, cresceu entre cartazes de filmes e película. E o trabalho no meio audiovisual aconteceu naturalmente, estando presente desde a pré-produção até à exibição.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *