Songs for a Hero: A Lenda do Herói – Análise

De tempos a tempos, surgem ideias para jogos das fontes mais estranhas possíveis e, este A Lenda do Herói (que no seu título em inglês se chama Songs for a Hero) é um desses jogos. A Lenda do Herói surgiu da mente de uma dupla de Youtubers brasileiros chamada Castro Brothers, tendo começado por ser um vídeo feito para o canal dos mesmos. No entanto, como a ideia teve uma repercussão absurda, estes uniram-se ao Estúdio Dumativa para desenvolverem esta peça.

A Lenda do Herói - Fase na Floresta

Mas o que tem de diferente este jogo? Quem olhar à primeira vista para o jogo vai achar que se trata de um jogo de plataformas completamente normal, talvez possam pensar que tem umas influências de jogos como os da série Wonder Boy. No entanto, tem um pequeno pormenor que é o facto de o nosso cavaleiro herói cantar e narrar a sua própria aventura. Sim, literalmente estamos a caminhar (“sempre a direita” como ele diz), a lutar contra monstros e a fazer saltos precisos enquanto o nosso herói canta. Pode parecer aborrecido à primeira vista, mas, na realidade é cativante. No fundo, as canções servem para nos dar pistas do que temos que fazer e do que poderá acontecer para a frente (mesmo que o nosso herói não consiga propriamente adivinhar o futuro).

A Lenda do Herói - Fase na Selva

Tal como foi possível já verificar, a componente musical é uma das questões mais importantes desta aventura. E se isso pode levar a que o jogador pense que tal característica pode tornar-se irritante ao final de alguma tempo, a verdade é que como o estilo musical e a própria letra se altera ao longo dos níveis, é como se estivéssemos a ter os nossos  ouvidos refrescados com algo novo a cada cinco minutos. Aliás, sou capaz de até dizer que considero este jogo um álbum de música que está disfarçado de jogo. Além de que as letras são sempre divertidas, já que o nosso herói tem sempre um comentário a fazer sobre o local em que nos encontramos ou alguma piada sobre o inimigo contra quem estamos a lutar, o que leva a que o jogo tenha mais do que um pequeno toque de comédia.

  Marvel’s Iron Man VR atinge fase Gold

A música é diferente. E os níveis? Todos eles são completamente diferentes. Podemos andar por vulcões, castelos e desertos. É tudo completamente diferente um dos outros, mesmo que os inimigos não variem assim tanto na minha opinião. Os gráficos também ajudam nos níveis, já que todo o jogo foi desenhado em pixel art, levando os fãs de jogos retro a sentirem-se mais em casa e com vontade de jogar cada vez mais. A história mesmo sendo um pretexto básico (ter que ir salvar uma princesa, mais uma vez) dá também um charme ao jogo porque é como eu digo, não estamos bem a jogar um jogo, nós estamos a ouvir um álbum que está inserido num jogo.

A Lenda do Herói - Fase Aquática

Resta concluir que, A Lenda do Herói é um jogo muito interessante. Nem que seja pelo facto de o nosso personagem narrar todo o seu caminho a cantar. Além disso, tem uma longevidade aceitável, cerca de 8 horas e bastante conteúdo adicional a ser distribuído, algum já no jogo e outros a caminho. Se quiserem rir um pouco enquanto ouvem algumas das peças interessantes e jogam um videojogo, este é o jogo indicado.

Nota Final: 8/10

A Lenda do Herói está disponível para PC, Mac e Linux

António Moura

Um pequeno ser com grande apetite para cinema, séries e videojogos. Fanboy compulsivo de séries clássicas da Nintendo.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *