Cinema: ‘Shoplifters’ chega a Portugal a 22 de novembro!

Shoplifters – Uma Família de Pequenos Ladrões, o vencedor da Palma de Ouro de 2018 no Festival de Cannes, tem estreia marcada para dia 22 de novembro em Portugal.

Sinopse

Depois de uma das suas sessões de furtos, Osamu e o seu filho encontram uma menina sob um frio gélido.

No início, relutante em abrigar a menina, a esposa de Osamu acaba por concordar em abrigá-la depois de saber das dificuldades que enfrenta.

Embora a família seja pobre e mal ganhe o suficiente para sobreviver através de pequenos crimes, eles parecem felizes juntos, até que um acidente imprevisto revela segredos escondidos, testando os laços que os unem.

Shoplifters – Uma Família de Pequenos Ladrões é realizado por Kore-eda Hirokazu (Nobody Knows), que afirma isto ser “a história do que a família significa, uma história sobre um homem tentando ser pai e, além disso, uma história do amadurecimento de um menino.”. Kondo Ryuto é o diretor de fotografia e a música é composta por Hosono Haruomi.

O elenco do filme é constituído por Lily Franky, Ando Sakura, Matsuola Mayu, Kiki Kilin, Jyo Kairi & Sasaki Miyu.

Mais informações em legendmain.com/

Estreia a 22 de novembro nos cinemas

Kore-eda Hirokazu

Nasceu em 1962 em Tóquio, Japão. Depois de se formar na Universidade de Waseda em 1987, Kore-eda ingressou na TV Man Union, onde dirigiu vários programas de documentários premiados. Em 2014, ele lançou sua produtora BUN-BUKU. Em 1995, a sua estreia na realização, Maborosi, venceu o Golden Osella do 52º Festival Internacional de Cinema de Veneza. After Life (1998), distribuído em mais de 30 países, trouxe a aclamação internacional da Kore-eda.

Em 2001, Distance foi seleccionada para a Competição Oficial no Festival de Cinema de Cannes. A estrela de seu quarto trabalho Nobody Knows (2004), Yagira Yuya, fez sensação como a pessoa mais jovem a receber o prémio de Melhor Ator do Festival de Cinema de Cannes. Em 2006, Hana, um filme centrado na vingança, tornou-se a sua primeira tentativa numa peça desse período.

Shoplifters – Uma Família de Pequenos Ladrões

Em 2008, com o drama familiar Andando, que refletia as suas próprias experiências pessoais, recebeu elogios de todo o mundo. Em 2009, Air Doll fez a sua estreia mundial em Un Certain Regard no 62º Festival de Cannes e foi amplamente elogiado por marcar uma nova fronteira na representação de uma fantasia de amor sensual. Em 2011, I Wish ganhou o prémio de melhor Argumento no 59º Festival Internacional de Cinema de San Sebastian. Em 2012, fez a sua estreia na realização de séries de TV com Going Home. Com Tal Pai, Tal Filho (2013), venceu o Prémio do Júri no Festival de Cinema de Cannes e os prémios de audiência em San Sebastian, Vancouver e São Paulo.

  Sem pontaria para a liderança

Em 2015, Our Little Sister estreou em Competição no Festival de Cinema de Cannes e recebeu quatro prémios, incluindo Melhor Filme e Melhor Realizador no Japan Academy Prize, bem como o Prémio do Público no Festival de San Sebastian. Em 2016, After The Storm estreou em Un Certain Regard no 69º Festival de Cannes. Em 2017, O Terceiro Assassinato estreou mundialmente (em Competição) no 74º Festival de Veneza e ganhou 6 Prémios, incluindo Melhor Filme e Melhor Realizador, no Japan Academy Prize.

Shoplifters – Uma Família de Pequenos Ladrões

Kore-eda também produziu filmes para jovens diretores japoneses. Kakuto, dirigido por Iseya Yusuke, estreou no Festival Internacional de Cinema de Roterdão em 2003. Wild Berries (2003) foi escrito e dirigido por Nishikawa Miwa. Death Of Japanese Salesman ( 2011) por Sunada Mami contagiou o público em todo o mundo.

Shoplifters – Uma Família de Pequenos Ladrões

Recepção de imprensa internacional

“Kore-eda assina Shoplifters, que é semelhante à perfeição. Kore-eda tem sido muitas vezes comparado ao seu compatriota Ozu , pela sua subtileza e aguçado senso de nuances psicológicas. Mas é no escárnio humanista, na relevância social do grande cinema italiano, de Mario Monicelli a Vittorio de Sica, que se pensa neste tributo aos magníficos perdedores (da sociedade).” Télérama

“Shoplifters, maravilha de Kore-eda. O novo filme do cineasta japonês é mordacidade sociopolítica embrulhada em cetim ultra-elegante” Les InRocks

“De partir o coração. Há uma profunda empatia pelos personagens na câmara de Kore-eda … e o ato final é de tal forma devastador que não se compara a nada que tenha visto em muitos anos.” RogerEbert

“Milagroso. Kore-Eda reafirma-se como um dos melhores autores do mundo com este drama comovente sobre um outro tipo de família” Indiewire

“Percebemos que fomos convencidos a sorrir, na maior parte do tempo, através de um filme comovente” _ Screen daily

“Um filme que rouba e arrebata o seu coração” The Daily Telegraph

“Uma obra-prima” The Wall Street Journal

Tiago Ferreira

Estudante de Cinema e Teatro, Crítico de Cinema, Fotógrafo novato e Cosplayer.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *