Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Produtora de Spielberg fecha acordo com a Netflix

Com a concorrência nas plataformas de streaming ao rubro com a Netflix, Disney Plus, HBO Max, Paramount + e outros a disputarem a atenção dos subscritores, eis que a imprensa internacional especializada avança que a  Netflix concretizou um negócio que abala com Hollywood.


A Amblin, de Steven Spielberg, e a Netflix fecharam acordo para vários novos filmes todos os anos para a plataforma de streaming mais popular no planeta. O acordo inclui ainda que a Netflix passa a ter acesso a um dos realizadores de maior sucesso na indústria cinematográfica, Steven Spielberg.

A novidade é uma surpresa em Hollywood, já que Spielberg foi um dos mais cépticos em relação à Netflix. Por exemplo, em 2019, o realizador supostamente instou a Academia das Artes e Ciências Cinematográficas a proibir dos lançamentos em streaming de serem elegíveis aos Oscars. Apesar do realizador ter negado que tentou impedir a Neflix de ter acesso aos Oscars, em especial na declaração publicada na imprensa “Quero que as pessoas acedam ao entretimento da solução que lhes seja mais conveniente. Grande ecrã, ou pequeno ecrã -o que realmente importa é uma boa história e todos devem assistir boas histórias”. Contudo, fontes próximas a Spielberg afirmam que ele tentou barrar a elegibilidade da Netflix.

Segundo o acordo, a Amblin deve produzir pelo menos dois filmes por ano para a Netflix por um número não especificado de anos. É possível que Spielberg possa até realizar alguns dos projectos. A Netflix deverá financiar algumas produções.
É possível que o acordo não inclua o próximo filme de Steven Spielberg, The Fabelmans, uma história  semi-autobiográfica com Seth Rogen e Michelle Williams, que deve chegar aos espectadores via Universal Pictures, onde a Amblim está actualmente sediada.
Tal como aconteceu no passado recente em alguns circuitos internacionais, com O Irlandês, Roma ou Exército dos Mortos, os filmes da Netflix poderão estrear nos cinemas, mas essa opção será decidida caso a caso.

A Amblin foi a produtora de êxitos como E.T. – O Extraterrestre, Regresso ao Futuro, Os Goonies, Império do Sol, Quem Tramou Roger Rabbit, Os Gremlins, Jurassic Park, A Lista de Schindler, A Máscara de Zorro, As Aventuras de Tintin – O Segredo do Licorne, entre muitos outros títulos.
Os próximos filmes produzidos pela Amblin incluem West Side Story, Mundo Jurássico: Domínio, a próxima aventura de Indiana Jones entre outros.

Os 7 de Chicago

A Amblin e a Netflix trabalharam juntos no passado recente. A Amblin produziu Os 7 de Chicago, que foi originalmente criado na Paramount Pictures antes de ser vendido para a Netflix durante a pandemia provocada pelo COVID. O filme recebeu seis nomeações na última edição dos Oscar, incluindo para melhor filme.
Amblin e Netflix estão atualmente a concluir pré-produção no drama musical de Leonard Bernstein Maestro, realizado e protagonizado por Bradley Cooper.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.