A Herdade e Variações em destaque nos Prémios Sophia

O cinema Português esteve em festa na noite de ontem. No Casino de Estoril foram entregues os Prémios Sophia, da Academia Portuguesa de Cinema.
A Herdade e Variações terminaram a noite empatados no número de prémios arrecadados, com sete galardões cada filme. Contudo, o filme realizado por Tiago Guedes destacou-se nas principais categorias.
Durante alguns meses a Academia trabalhou no sentido de encontrar uma forma segura e viável de realizar a cerimónia, atendendo às circunstâncias actuais que vivemos.
De forma a cumprir os protocolos de segurança e distanciamento social recomendados pela Direção Geral da Saúde, a presença na 8ª cerimónia dos Prémios Sophia foi restrita aos 127 nomeados distribuídos pelas 23 categorias, aos quais se juntaram os apresentadores e um número muito reduzido de convidados institucionais e parceiros, sem os quais a cerimónia não podia ter sido realizada.
Num ano que se revelou particularmente duro para o Cinema Português, A Academia Portuguesa de Cinema conseguiu reconhecer o enorme talento e qualidade das obras com que fomos brindados em 2019, bem como celebrar os 50 anos da criação do Centro Português de Cinema, um momento fulcral na história do Cinema Português e ao qual foi dedicado o tema da cerimónia deste ano. A cerimónia teve transmissão televisiva na RTP2.

VENCEDORES PRÉMIOS SOPHIA 2020
Melhor Filme A Herdade – Filme, produção de Paulo Branco, Leopardo Filmes
Melhor Realizador – Tiago Guedes – A Herdade – Filme
a herdade
Melhor Documentário em Longa-Metragem – Jorge Pelicano – Até que o porno nos separe / Until porn do us part
Melhor Série/TelefilmeSul – Edgar Medina e Guilherme Mendonça (autoria) Ivo M. Ferreira (real.) Edgar Medina (prod.), Arquipélago Filmes
Melhor Argumento Original – Rui Cardoso Martins e Tiago Guedes – A Herdade – Filme
Melhor Argumento Adaptado – Tiago Rodrigues e Tiago Guedes – Tristeza e Alegria na Vida das Girafas, inspirado na peça de teatro homónima de Tiago Rodrigues
Melhor Actor Principal – Sérgio Praia – Variações
Melhor Actriz Principal – Sandra Faleiro – A Herdade – Filme
Melhor Actor Secundário – Filipe Duarte – Variações
Melhor Actriz Secundária – Ana Vilela da Costa – A Herdade – Filme
Melhor Direcção de Fotografia – Janeko Lança Morais – A Herdade – Filme
Melhor Som – Tiago Raposinho, Branko Neskov, Joana Niza Braga e Nuno Bento – Variações
Melhor Montagem – Roberto Perpignani – A Herdade – Filme
Melhor Direcção Artística – Artur Pinheiro – O Grande Circo Místico
Melhor Guarda-Roupa – Patrícia Doria – Variações
Melhor Efeitos Especiais/Caracterização – Irmã Lúcia e João Rapaz – Diamantino
Melhor Maquilhagem e Cabelos – Magali Santana, Alexandra Espinhal Ferreira Makeup Artist e Gena Ramos – Variações
Melhor Banda Sonora Original – Armando Teixeira – Variações
Melhor Canção Original – “Quero dar nas Vistas” letra de António Variações, interpretação de Sérgio Praia e música de BALLA – Variações
Melhor Curta-Metragem de FicçãoA Fábrica de Diogo Barbosa
Melhor Curta-Metragem de DocumentárioRaposa de Leonor Noivo
Melhor Curta-Metragem de AnimaçãoTio Tomás, A Contabilidade dos Dias de Regina Pessoa
Prémio Sophia EstudanteLoop de Ricardo M Leite

  Trezes: "A Abóboda", de Alexandre Herculano, na RTP1

Ricardo Lopes

Começou a caminhar nos alicerces de uma sala de cinema, cresceu entre cartazes de filmes e película. E o trabalho no meio audiovisual aconteceu naturalmente, estando presente desde a pré-produção até à exibição.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *