Posters das personagens de “Mulan”

Nos últimos dias surgiu o rumor de mais duas adaptações para imagem real de clássicos da animação Disney: Bambi, com Geneva Robertson-Dworet (Captain Marvel) e Lindsey Beer a desenvolverem o argumento para um filme bem ao jeito das versões recentes dos filmes realizados por Jon Favreau, O Rei Leão e de O Livro da Selva; e de uma nova versão d’ O Pinóquio, com Robert Zemeckis (Forrest Gump)a realizar e a escrever o argumento com Chris Weitz (Era uma Vez um Rapaz).
Em fase mais adiantada de produção estão as novas versões em imagem real de A Pequena Sereia, Branca de Neve os Sete Anões e O Corcunda de Notre Dame.
Para Maio de 2021 está prevista a estreia Cruella, a prequela onde Emma Stone interpreta a vilã de 101 Dálmatas.

No final do próximo mês de Março estreia a versão em imagem real de Mulan, inspirada no clássico de animação de 1998.
A grandiosidade da acção e o tom épico dos trailers já motivavam a uma ida ao cinema. Agora, a Disney acaba de lançar os posters das personagens..

Quando o imperador da China emite um decreto de que um homem por família deve servir no Exército Imperial para defender o país dos invasores do norte, Hua Mulan, a filha mais velha de um honrado guerreiro, intervém para tomar o lugar de seu pai doente. Disfarçada como um homem, Hua Jun, ela está sempre a ser testada e deve tirar partido da sua força interior e abraçar o seu verdadeiro potencial. É uma jornada épica que irá transformá-la numa guerreira honrada e ganhar o respeito de uma nação agradecida… e um pai orgulhoso.

Mulan apresenta um famoso elenco internacional que inclui: Yifei Liu como Mulan, Donnie Yen como Comandante Tung, Jason Scott Lee como Böri Khan, Yoson An como Cheng Honghui e com Gong Li como Xianniang e Jet Li como o Imperador. O filme é realizado por Niki Caro (A Domadora de Baleias) de um argumento de Rick Jaffa & Amanda Silver e de Elizabeth Martin & Lauren Hynek, baseado no poema narrativo “The Ballad of Mulan”.

  Astérix e Obélix enfrentam os chineses em novo filme

Mulan estreia nos cinemas portugueses a 26 de março de 2020

Ricardo Lopes

Começou a caminhar nos alicerces de uma sala de cinema, cresceu entre cartazes de filmes e película. E o trabalho no meio audiovisual aconteceu naturalmente, estando presente desde a pré-produção até à exibição.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *