“Os 7 de Chicago” disponível temporariamente

Em 1968 a Convenção Nacional Democrata reuniu-se em Chicago, num evento onde foi anunciada a candidatura de Hubert H. Humphrey. Nas imediações, diversos grupos manifestavam-se contra a Guerra no Vietname. Rapidamente foi perdido o controle dos protestos, e alguém tinha de ser responsabilizado pelos acontecimentos. A decisão do governo foi acusar de conspiração um selecto grupo de pessoas num julgamento que entrou para a história dos Estados Unidos.
Os acontecimentos são agora dramatizados em Os 7 de Chicago, drama histórico escrito e realizado por Aaron Sorkin e lançado no Netflix em Outubro do ano passado. O filme reúne um elenco recheado de nomes conhecidos numa poderosa história que ultrapassa a sala do tribunal.

Sasha Baron Cohen e Jeremy Strong interpretam os hippies mais radicais Abbie Hoffman e Jerry Rubin. Eddie Redmayne, Alex Sharp e John Carroll Lynch interpretam os acusados Tom Hayden, Rennie Davis e David Dellinger, respecivamente. Yahya Abdul-Mateen II interpreta Bobby Seale, co-fundador do Partido dos Panteras Negras. Mark Rylance é o advogado de defesa William Kunstler. Joseph Gordon-Levitt é o procurador Richard Schultz e Michael Keaton interpreta o ex-procurador geral Ramsey Clark. Frank Langella interpreta o Juiz Julius Hoffman.

A Netflix comemora o aniversário do caso abordado em Os 7 de Chicago, disponibilizando gratuitamente o filme durante 48 horas, a partir de hoje e até ao final do dia de amanhã.
Para assistir ao filme, os espectadores precisam de passar pelo canal oficial da Netflix no YouTube para aceder ao filme e conhecer melhor esta verídica história dos Estados Unidos da América.

  "Sandkings" de George R.R. Martin a caminho da Netflix

Os 7 de Chicago está nomeado em 5 categorias dos Globos de Ouro: Melhor Filme – Drama , Melhor Argumento, Melhor Realizador, Melhor Actor Secundário (Sacha Baron Cohen) e Melhor Canção Original  (Hear My Voice).

Ricardo Lopes

Começou a caminhar nos alicerces de uma sala de cinema, cresceu entre cartazes de filmes e película. E o trabalho no meio audiovisual aconteceu naturalmente, estando presente desde a pré-produção até à exibição.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *