Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Megalopolis: Copolla novamente em maus lençois

O cineasta Francis Ford Coppola não é estranho a produções fora de controle.
As filmagens de Apocalpyse Now foram notoriamente difíceis e arrastaram-se por mais de um ano e quase mataram o actor principal, isto para citar apenas alguns dos seus problemas. Embora o filme resultante tenha sido amplamente aclamado, é difícil imaginar o medo de qualquer executivo de Hollywood sem temer uma possível repetição.

“Apocalypse Now!”

Ora, a história pode estar a repetir-se! No final do ano passado, Francis Ford Coppola começou a filmar o seu projeto de paixão: o épico de ficção científica Megalopolis. Segundo a imprensa especializada, a produção está descontrolada: com o orçamento a aumentar desenfreadamente e os principais talentos criativos a serem despedidos.

Megalopolis
arte conceptual de “Megalopolis”

Francis Ford Coppola começou a escrever Megalopolis na década de 1980, mas reconheceu que exigiria um orçamento enorme para corresponder à dimensão da obra, por isso ficou na prateleira por décadas. A produção chegou a ser iniciada cerca de 20 anos atrás, com filmagens da segunda equipa a acontecerem em Nova York, mas posteriormente canceladas devido aos atentados de 11 de setembro de 2001.

Francis Ford Coppola
Francis Ford Coppola

Agora, o realizador assumiu que financiaria o filme em 120 milhões de dólares, contudo o orçamento disparou consideravelmente durante a produção. No meio das incertezas, se as filmagens poderiam continuar como previstas, saiu a desenhadora de produção Beth Mickle e o director de arte David Scott; no início de dezembro, o cineasta teria demitido quase toda a equipa de efeitos visuais e entre demissões e renúncias consta que o filme agora não tem departamento de arte.
Um dos que saiu da produção, admitiu que “foi uma bênção ser despedido” já que “as filmagens estavam a enlouquecer toda a equipa“!

Megalopolis
nas filmagens

Apesar das saídas, Copolla está a pressionar a contratação de novos elementos para seguir com a produção de Megalopolis.
Actualmente, estão  concluídos metade dos 80/90 dias de filmagens previstos. A tecnologia prevista para os efeitos visuais estará prestes a ser substítuida por soluções tradicionais e de menor custo.
O filme apresenta um elenco que inclui Adam Driver, Nathalie Emmanuel, Forest Whitaker, Laurence Fishburne, Jon Voight, Talia Shire, Shia LaBeouf, Jason Schwartzman e Dustin Hoffman.
Megalopolis centra-se num arquiteto que procura reconstruir a cidade de Nova York como uma utopia após um desastre. 

Megalopolis
O elenco de “Megalopolis”: Adam Driver, Forest Whitaker, Nathalie Emmanuel, Jon Voight, e Laurence Fishburne

A sinopse oficial do filme diz: “O destino de Roma assombra um mundo moderno incapaz de solucionar os seus próprios problemas sociais nesta  história épica de ambição política, genialidade e amor conflituoso “. Apesar de ambientado nos tempos actuais, o enredo de Megalopolis procura inspiração na Roma Antiga e na Conspiração Catilinária – quando o senador Catilina entrou em conflito com o cônsul Cícero, numa tentativa de o tirar do poder.

Megalopolis
Francis Ford Coppola nas filmagens


Coppola é conhecido pelas histórias grandiosas nos bastidores dos seus filmes, que muitas vezes dão histórias tão boas e envolventes quanto o filme. A produção de O Padrinho, por exemplo, já deu origem à série The Offer e em breve será retratada em Francis and the Godfather, com Oscar Isaac no papel do próprio Francis Ford Coppola.

Godfather - O Padrinho
Godfather – O Padrinho

O caos vivido nos bastidores de Apocalypse Now está retratado no documentário Hearts of Darkness. A cinematografia do realizador mostra uma longa  relação  com produções desafiadoras.

Megalopolis ainda não tem um estúdio associado, sendo que Francis Ford Coppola furou uma regra fundamental de Hollywood: nunca gaste do seu dinheiro!

ACTUALIZAÇÃO

Após as notícias de descontrole em Megalopolis, Francis Ford Coppola respondeu à imprensa para negar as reivindicações. “Nunca trabalhei num filme em que estivesse tão feliz com o elenco“, disse Coppola.

Estou muito feliz com o visual e por estarmos dentro do cronograma. Essas notícias nunca dizem quem são as fontes. Para eles, eu digo, ha, ha, apenas espere e veja. Porque este é um filme bonito e principalmente porque o elenco é ótimo. Nunca gostei de trabalhar com um elenco tão trabalhador e tão disposto a buscar o não convencional, a encontrar soluções ocultas. É uma emoção trabalhar com estes atores e a fotografia é tudo que eu poderia esperar. Os resultados diários são ótimos. Então, se estamos dentro do cronograma, e eu amo os atores e o visual é ótimo, não sei do que as pessoas estão a falar.

Coppola reconhece que houve rotatividade na equipa, mas disse que a o despedimento do departamento de efeitos visuais foi “basicamente foi gestão de custos.” No final, Megalopolis falará por si. “Terminaremos o filme na primavera de 2023 e estamos totalmente dentro do cronograma, o que é difícil de fazer em um grande filme”,disse Coppola. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *