Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Jogos: Root Film – Análise

Root FIlmRoot Film chegou às consolas com o propósito de ser uma bela história de aventura. Mas será digna de um Óscar dos videojogos?

Fazendo algumas alegações iniciais, tenho que dizer ao leitor que mal foi anunciado Root Film, mais ou menos por esta altura no ano passado, fiquei logo curioso. É um jogo que tem uma premissa simples, mas ao mesmo tempo, acaba por ser toda uma aventura um pouco disfarçada de Visual Novel. E eu costumo ser demasiado picuinhas com as Visual Novel que jogo, por norma, tem de dar logo algo apetitoso ao jogador para conseguir captar o máximo da atenção para si. Com isto, quero dizer que apenas ter uma história boa não é suficiente, é preciso logo no primeiro momento agarrar no jogador e nunca mais o largar. E é o que Root Film faz.

Root FIlm

A história que nos é contada é a de Rintaro Yagumo, que foi selecionado para ser o diretor de uma série que está a receber um reboot chamada Shimane Mystery Drama Project. Esta série de televisão tem uma história conturbada, já que foi cancelada dez anos antes, sem uma razão em concreto. Começamos a história bastante animados e excitados com este novo projeto, mas rapidamente “cortam-nos as pernas” da maneira mais fantástica de sempre, acontecendo um assassinato horrível no local onde nos encontramos à procura de uma localização para filmar a nossa série. É também aí que começamos a conhecer as personagens que nos rodeiam e que vão estar connosco durante todo o mistério. São personagens que, por um lado, podemos considerar excêntricas e memoráveis, mas por outro, existem demasiadas que são facilmente esquecíveis.

Graficamente, é um jogo bonito. Tanto em termos de personagens, como de ambientes em que viajamos. Estão interligados entre si de uma maneira fantástica, sendo todo o detalhe meticuloso, além de que as cores estão brilhantes e interagem bem entre si. Além disso, como temos de viajar por toda Shimane, para encontrarmos a verdade sobre o nosso programa, acabamos por ver várias caraterísticas de séries de animação japonesa com pequenas reviravoltas, até mesmo no cenário.

Root FIlm

Porém, a melhor parte do jogo são mesmo as mecânicas que devemos utilizar, nomeadamente a mecânica Intuition e o Max Mode. Na primeira mecânica temos que descobrir palavras enquanto falamos com as outras personagens. Isto irá fazer com que essas palavras apareçam destacadas e devem ser essenciais para a nossa investigação. Além disso, o Max Mode está diretamente ligado com esta mecânica. No fundo, ao colecionarmos essas palavras, podemos confrontar os suspeitos para resolver um mistério, isto como se fosse uma espécie de combate de um jogo de luta. Assim, acabam por tornar este mistério ainda mais divertida, já que não é uma Visual Novel comum.

Resta concluir que, Root Film chegou com uma premissa divertida e com uma forma de mostrar que as Visual Novel têm mais para mostrar do que esperaríamos. São formas de jogar diferentes e uma história cativante que faz este ser um jogo a experienciar, especialmente por aqueles que adoram mistérios.

Nota Final: 8/10

Root Film está disponível para PlayStation 4 e Nintendo Switch

Desenvolvedor: KADOKAWA GAMES

Editor: PQube

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *