Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Jogos: Hazel Sky – Análise

Hazel Sky prepara-se para levantar voo nas consolas e no PC. Mas será que vai conseguir ter um voo firme?
 Hazel Sky

Antes demais, gostava de referir que o estúdio que desenvolveu Hazel Sky, o Coffee Addict Studio, é, na verdade um estúdio independente brasileiro e que, com este jogo acaba por mostrar que existem pedaços de media feitos do outro lado do mundo, que são belas e que os videojogos começam a ter algumas gemas escondidas naquele país.

Preparem-se para a aventura das vossas vidas, especialmente quando Shane é enviado para uma ilha longínqua, tendo que arranjar uma forma de voltar como um engenheiro à sua cidade-natal de Gideon. É através de um rádio que Shane revela a maioria da sua história e completa os seus desafios com Erin, uma rapariga que também está a ser treinada para se tornar uma engenheira. Com esta nova amizade, Shane acaba por ver o mundo de uma maneira diferente, ao longo do jogo, tornando-se assim também um pedaço de media que nos faz pensar um pouco sobre o que ocorre no mundo e a forma como vemos a vida.
Hazel Sky

Em termos de jogabilidade, Hazel Sky é um jogo de plataformas e de quebra-cabeças, que acaba por investir bastante na história. É interessante como temos que encontrar elementos no cenário para completar pequenas missões e criar estratégias para completar os testes que nos colocam pela frente, de forma engenhosa. A verdade é que muitos tentaram completar estes testes e falharam e a possibilidade de vermos o que aconteceu a esses, também é muito importante, pois pode ditar a vida ou a morte da nossa personagem.

Graficamente, é um jogo curioso, porque é bonito, mas, ao mesmo tempo, não consigo dizer que seja dos mais bonitos que já vi, porque mostra muito da sua vertente independente em momentos que não devia. Porém, para complementar a história que presenciamos, o grafismo é impressionante já que consegue mostrar sentimentos durante todas as horas que passamos a jogar esta aventura.

Hazel Sky

Resta concluir que, mesmo que Hazel Sky seja uma história amarga capaz de deixar os jogadores menos avisados chocados com os temas que são apresentados ao longo da trama, a verdade é que é um belo jogo capaz de ensinar aos jogadores o que uma sociedade em mudança realmente é e como é que um pequeno jogo de quebra-cabeças conta uma maior história do que seria possível imaginar.

Nota Final: 7/10

Hazel Sky estará disponível a 20 de Julho para PC, Xbox One, PlayStation 4 e Nintendo Switch


Desenvolvedores: Coffee Addict Studio
Distribuidores:  Neon Doctrine

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.