Fantasporto 2019: Programa de 1 de Março

O oitavo dia da 39ª edição do Fantasporto conta com muito terror, destacando o mais recente filme do realizador de vários filmes da saga SAW, Darren Lynn Bousman, com St. Agatha. Vejam aqui a programação para o dia 1 de Março.

Fantasporto2019_poster

SEXTA, 1 MAR

GRANDE AUDITÓRIO

15:30 – Lust
Severin Eskeland – 84’ (Noruega) – 2017 – P&P – Terror
Lisa, uma famosa escritora de livros violentos e eróticos, isola-se em casa depois de ter sido violada. Quando os pesadelos aumentam, começa a questionar-se sobre o que é realidade ou ficção. Poucos a podem ajudar. Selecção do Night Visions Festival.

17:30 – Decision: Liquidation
Alexander Aravin – 97’ (Russia) – P&P – Guerra/Acção
Baseado em factos reais. Depois do ataque à escola de Beslan em que morreram centenas de crianças, o que aconteceu ao comando muçulmano que foi responsável pela tragédia? Numa guerra sem tréguas, os serviços secretos russos tentam matar o sanguinário chefe da guerrilha e saber qual o passo seguinte. Produzido pela Mosfilm e pelo conhecido realizador Karen Shaknazarov.

21:00 – Deadtectives
Tony West – 93’ (EUA) – CF – Comédia de terror
Uma equipa de desajeitados investigadores do paranormal de um reality show vão à casa mais assombrada do México à procura de melhor audiência para o programa. Quando os verdadeiros segredos da casa se revelam, descobrem que a casa não é um embuste. Sem verdadeiras armas contra os fantasmas, o grupo tem de descobrir como dar cabo dos fantasmas e sair de lá vivos. Este é a primeira longa-metragem de Tony West, vencedor do Festival de Houston com a curta Dartsville (2007).

Fantasporto2019_Deadtectives_01

23:00 – St. Agatha
Darren Lynn Bousman – 98’ (EUA) – P&P – Terror
Do realizador Darren Lynn Bousman (Saw II, III, IV). Numa localidade pequena de Georgia, uma mulher condenada grávida refugia-se num convento, isolada de tudo. O que parece ser o sítio ideal para ter a criança é afinal um local onde o silêncio é forçado, segredos terríveis são escondidos e toda a força
de vontade de Agatha posta à prova.

PEQUENO AUDITÓRIO

15:15 – PRÉMIO CINEMA PORTUGUÊS (76’) – v.o. port.

UNIV. DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO
20.06.2018, por Daniel Silva, Filipe Mendonça, Nelson Sousa, Tiago Faria – 7’ (Port)
Metade, por Hugo Neves, Filipe Teixeira, António Riboira, Vasco Gonçalves – 5’ (Port)
107, por Micael Liberato, David Fonseca – 6’ (Port)
Bluebird, por Amanda Sant’Anna, Carlos Fernandes, Gonçalo Veloso, João Lage, João Mendes – 6’ (Port)
Faísca 0 Justes, por Amanda Sant’Anna, Carlos Fernandes, Gonçalo Veloso, João Lage, João Mendes – 11’ (Port)

  Novo trailer de "Era Uma Vez... em Hollywood"

UNIV. CATÓLICA PORTUGUESA – Porto
Bruma, por Sofia Cachim, Gabriel Peixoto, Mónica Correia, Daniela Santos – 6’04’’ (Port)
Dentro, por João Faria – 13’46’’ (Port)
Mundo na Mão, por Francisca Magalhães, Joana Tato Borges, Maria Canela – 8’ 48’’ (Port)
Na Sombra, por Miguel Alves – 14’21’’ (Port) – WORLD PREMIÈRE

Bluebird_01

17:15 – School Service
Louie Lagdameo Ignacio – 95’ (Filipinas) – SR/OE – v.o. leg. ingl. – Drama
As crianças estão a salvo quando vão para a escola? O filme segue a trágica história de Maya, uma menina raptada e que é mandada como pedinte para as ruas violentas de Manila, sorte partilha com outras crianças. Do realizador de Laut, premiado no Fantasporto 2018, é mais um exemplo da vitalidade do actual cinema filipino.

21:15 – The Panama Papers
Alex Winter – 96’ (EUA) – SR – v.o. leg. ingl. – Documentário
Com a voz de Elijah Wood, um documentário fundamental para a compreensão das sociedades modernas. Um grupo de jornalistas em vários países arriscam a vida na investigação dos chamados “Panama Papers” fornecidos por um anónimo. Entre Putin e Trump, primeiros ministros, personalidades da finança, da política, celebridades e gente anónima, todos colocam dinheiro em “off-shores”, seguindo esquemas
de transferências entre empresas e fugindo aos impostos, acumulando riquezas incalculáveis, indiferentes ao resto do mundo que se afunda na desigualdade social e na pobreza.

23:15 – A Mata Negra
Rodrigo Aragão – 100’ (Brasil) – CF – v.o. leg. ingl. – Terror
Uma jovem que vive na floresta enfrenta os demónios, os espíritos do outro mundo, mortos que ressuscitam e, sobretudo, um pregador que a demoniza. Na posse de um livro de encantamentos, a jovem vai tentar sobreviver aos ataques de todos, e ao mesmo tempo recuperar um saco de moedas de ouro que encontrou.
Uma grande produção com Carol Aragão, Jackson Antunes e Francisco Gaspar, cheia de efeitos especiais da autoria do próprio realizador, Rodrigo Aragão, que tem já vários filmes do fantástico seleccionados para o Fantaspoa e Festival de Sitges.

Ricardo Du Toit

Fã irrepreensível de cinema de todos os géneros, mas sobretudo terror. Também adora queimar borracha em jogos de carros.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *