Corto Maltese regressa com “Fábula de Veneza” e “A Casa Dourada de Samarcanda”

Chega às livrarias no final deste mês de Setembro, mais 2 álbuns do Corto Maltese. São eles “Fábula de Veneza” e “A Casa Dourada de Samarcanda”, numa edição Arte de Autor.

“A Casa Dourada de Samarcanda”

 Aquele querido rapaz
É um homem perigoso.
E, é claro, havia o Corto Maltese. Eu cresci com o Corto Maltese.
Nasci na época em que Hugo Pratt tinha começado a escrever as suas aventuras, em revista. Só o descobri muito mais tarde, evidentemente – em livros, e depois de novo em revista, quando apareceu uma que tinha o seu nome, Corto Maltese.

Prefácio: Thomas Reverdy

Corto Maltese: A Casa Dourada de Samarcanda Corto Maltese: A Casa Dourada de Samarcanda Corto Maltese: A Casa Dourada de Samarcanda Corto Maltese: A Casa Dourada de Samarcanda Corto Maltese: A Casa Dourada de Samarcanda

Argumento e Desenho: Hugo Pratt
Edição: Cartonada
Formato: 225 x 297 mm
Número de páginas: 152
Impressão: Preto e branco com prefácio a cores
Data de Edição: Setembro de 2020
Editor em Portugal:  Arte de Autor
ISBN: 978-989-54827-4-0
PVP: 28,95

“Fábula de Veneza”

 … Adoraria conversar consigo…
Conhecer as suas viagens…
Ao descobrir, muitos anos depois, há mais de trinta, o aventureiro Corto Maltese, a minha atracção imediata por esta personagem de marinheiro ubíquo, livre, desenvolto, explica-se em parte pela reactivação inconsciente desta primeira concepção de aventura feita de quedas, de contrastes brutais, de saltos no tempo e no espaço.

Prefácio: Pierre Péju

Corto Maltese: Fábula de Veneza Corto Maltese: Fábula de Veneza Corto Maltese: Fábula de Veneza Corto Maltese: Fábula de Veneza Corto Maltese: Fábula de Veneza

 Argumento e Desenho: Hugo Pratt
Edição: Cartonada
Formato: 225 x 297 mm
Número de páginas:  80
Impressão: Preto e branco com prefácio a cores
Data de Edição: Setembro de 2020
Editor em Portugal: Arte de Autor
ISBN: 978-989-54514-9-4
PVP: 25,95

  Airborne 44 - Geração Perdida | Sobre as nossas Ruínas

Hugo Pratt

Unanimemente considerado um dos maiores desenhadores do mundo. As suas bandas desenhadas, as suas obras gráficas e aguarelas são expostas nos maiores museus, do Grand Palais à Pinacoteca de Paris, sem falar do Vittoriano, em Roma, o Ca’ Pesaro, em Veneza ou o Santa Maria della Scalla em Siena. Ele próprio definia as suas histórias com o termo «literatura desenhada». Viveu em Itália, Argentina, Inglaterra, França e Suíça. Grande viajante, atravessou praticamente o mundo todo. A sua personagem mais famosa é Corto Maltese, nascido La Valletta, ilha de Malta, de mãe cigana andaluza e pai marinheiro da Cornualha, a 10 de Julho de 1887. Apareceu pela primeira vez nas páginas da revista Sergeant Kirk, em 1967 e continua as suas aventuras nos nossos dias.

Hugo Jesus

Co-criador e administrador do Central Comics desde 2001. É também legendador e paginador de banda desenhada, e ocasionalmente argumentista.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *