Conferência: Maurício de Sousa

Mauricio a assinarO XX Festival Amadora de BD para além das exposições, mostras e sessões de autógrafos, tem sempre em destaque diversas conferências com alguns dos artistas convidados. Uma das mais concorridas foi aquela que teve como protagonista o Walt Disney Brasileiro, Maurício de Sousa. Veja aqui o que foi falado na mesma e quais os planos dele para Portugal aqui na Central Comics através do relato de Hugo Silva.

O fórum Luis de Camões, palco do Festival da Amadora, estava a fervilhar com a quantidade de pessoas presentes durante o segundo fim de semana do evento e uma das maiores razões era sem dúvida a presença do pai da Turma da Mônica, o incansável e adorável Maurício de Sousa. Não era assim de admirar que a maioria do  público presente fosse infantil, e  que as filas de autógrafos para o artista fossem enormes, provando assim a contínua popularidade do artista que não nega um sorriso e um desenho a qualquer um dos seus fãs.

No Domingo dia 1 de Novembro, o artista decidiu presentear os seus fãs Portugueses com uma conferência onde mostrou em exclusivo alguns vídeos para delírio da plateia. Se havia dúvidas da cumplicidade do autor com o nosso país essa foi desfeita no Festival deste ano, senão vejamos:

Asterix e Obelix no Sansão– O mesmo teve em primeira mão uma mostra de exclusivos originais pertencentes ao álbum dos 50 anos do autor por 50 artistas brasileiros. O público em Portugal conseguiu assim apreciar a qualidade desses trabalhos numa exposição assaz interessante e que vai assim ver sua continuidade assegurada desta feita no Brasil. Note-se como o pormenor do Sansão gigante no chão era irresistível até para uns certos Gauleses irredutíveis.
– As duas maiores filas do festival foram as dos dois dias de autógrafos do artista, que foi sempre o mais procurado e apreciado pelos fãs.

– Na conferência foi mostrado em primeira mão trailers finais de vídeos como o novo filme do Astronauta em 3D, da animação do Penadinho e dos 2 filmes da turminha relacionados com a gripe A.

Estas 3 razões são mais que suficientes para acreditar que temos um lugar reservado no coração do criador da turminha assim como o mesmo está presente no nosso. E isso foi realçado ainda mais na conferência. Em conjunto com Sidney Gusman (seu braço direito na Maurício de Sousa Produções), a conversa com o público foi interessante, divertida, reveladora e sempre bastante movimentada.
Em primeiro lugar foi mostrado um vídeo que tem percorrido as escolas Brasileiras onde mostra a turma da Mônica atravessando o período dos descobrimentos mostrando como Portugal ajudou ao nascimento do País ao som de uma música do género “vira” do conhecido Roberto Leal. Foi assim mostrado algo que mostra o carinho por Portugal e como se deve respeitar a história sem lugar a mágoas de conquistadores e colonizados nem nada do género.

De seguida passámos para o vídeo que tem feito sucesso nas escolas Portuguesas com a turminha a mostrar como devemos ter cuidado com o vírus H1N1. Com uma música que fica no ouvido, a Mônica, Cebolinha e outros cantam como que não dar beijinho, abraço ou aperto de mão, não é desprezo, é protecção. Em seguida o autor comenta como acha que deve ser assim que as coisas devem ser mostradas, sem histerismo ou pânico à mistura e que em especial com as crianças esse cuidado deve ser redobrado.

monica beijo

Não contente ainda com a explicação, Maurício em seguida mostra-nos outro vídeo que ele pretende passar quando a epidemia passar para que a criança saiba que tudo deve voltar à normalidade e  que as campanhas não devem assentar só na parte negativa da coisa. Este momento teve ainda maior atenção do público porque teve momentos bonitos como o beijo singelo na boca entre a Mônica e o Cebolinha. O lema do vídeo basicamente era, quando vir um amigo abrace, dê um sorriso dengoso, abrace e um beijinho gostoso.

Por fim podemos ainda ver dois projectos nos quais o artista deposita muita fé, o filme em 3D do Astronauta que é feito de uma forma que até a Pixar pode ter inveja e o genérico da animação da turma do Penadinho, 2 mundos diferentes pertencentes ao universo da turma da Mônica e mostrando assim o quão grande é o mundo criativo criado por este autor. Na conversa posterior, Maurício confessa como é um apaixonado pelas novas tecnologias e como é uma beleza que agora pode fazer animação em que, se algo corre mal, basta corrigir uma vez que os restantes erros são corrigidos logo de seguida. Relembre-se que o autor é utilizador assidúo da rede social do Twitter e disse mesmo que se fizerem algo melhor e mais rápido lá estará também.
Com o à vontade criado pelo ambiente da conferência, Maurício divulga as intenções que tem em fazer uma animação baseada no sucesso de vendas que é a versão Manga da turminha, A Turma da Mônica Jovem, que irá utilizar técnicas modernas como o facto de um ser humano ser usado como base para o desenho com a tecnologia para o efeito. As novidades não ficaram por aí, o mesmo aproveitando a deixa de ter falado da Turma da Mônica Jovem, falou na possibilidade futura de existir uma linha com o Chico Bento nos mesmos moldes, mas com uma arte mais clássica e com uma linha argumentativa com um forte teor ecológico.

  Marvel Comics adquire a licença de Alien e Predator

Mauricio

O auditório estava cheio, ao ponto de estarem bastantes crianças sentadas simplesmente no chão, e mesmo assim estavam sempre a chegar mais crianças e o autor encorajava sempre as mesmas a entrar e sentar-se no restante espaço que existia no chão do local da conferência e por isso não foi de admirar quando o moderador da mesma, Pedro Mota, anunciou que era a altura de começar com as perguntas, fossem muitos os braços no ar.
A primeira pergunta de um jovem fã foi pessoal e destinava-se a tentar descobrir quantos gatos teria o pai da Mônica, ao que o mesmo respondeu que não possuía de momento nenhum mas que em contrapartida tinha 18 cães na sua quinta o que gerou grande frenesim entre as crianças que aumentou de volume quando, no decorrer da conversa, o mesmo divulgou ter 11 filhos. Quando as perguntas passaram para o público adulto o tom usado foi mais profissional, falou-se do programa do site que possibilita aos fãs criarem a sua própria história da turma da Mônica e foi anunciado que as melhores histórias serão depois publicadas com os créditos devidamente assinalados e ainda do lançamento em dvd dos vídeos ali mostrados no nosso país.
A conferência não terminou sem mais uma mostra do empenho que o autor tem para com o nosso país, sendo anunciado a abertura de uma pracinha da turma da Mônica num shopping em Guimarães e que depois continuarão a abrir pelo nosso país fora. Para isso foi criado também um escritório com uma equipa que negociará e tratará destes assuntos e que irá continuar as negociações e conversas com o presidente da câmara da Amadora para a abertura de um parque da Mônica neste concelho.

Mauricio

Maurício confessou assim o desejo de criar algo que ajude na divulgação do nosso país e no aumento do turismo para o mesmo para, entre gracejos, confessar que assim podia comprar uma quinta por cá e ficar a beber o nosso vinho enquanto criava novas coisas.
Ainda se perguntou se o mesmo pensava em criar algo nacional ou com artistas nacionais, mas o autor explicou que não é esse o caminho que pretende seguir mas que mesmo assim o nosso país será sempre uma prioridade no futuro que ele pensa para o seu império.
Foi assim que Portugal também fez parte integrante dos festejos dos 50 anos de carreira deste magnífico artista e que deseja assim felicidades para o mesmo e que venham muitos mais anos com a turminha a alegrar a infância de milhares de crianças, porque nas palavras do mesmo é isso que o faz continuar e sentir-se bem com ele mesmo. O facto de saber que uma criança está a aprender a falar e a usar termos da turma da Mônica, ainda no sábado na fila de autógrafos o mesmo confessou uma cena que o deixou enternecido onde uma criança de colo que estava com a mãe na fila começou a gritar enquanto ele desenhava “Móica Móica”, e ele adorou esse momento terno.

E apesar de sabermos que o mesmo já anda a tratar da sua sucessão, também sabemos que ele continuará a ter voz activa em todos os projectos actuais e vindouros da companhia que fundou e onde será sempre a voz a ter em conta. Parabéns Maurício, que contes muitos mais.

Hugo Jesus

Co-criador e administrador do Central Comics desde 2001. É também legendador e paginador de banda desenhada, e ocasionalmente argumentista.

You may also like...

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!