Cinema: Crítica – Tomorrowland- Terra do Amanhã

Apertem os cintos, a “Terra do Amanhã” Aguarda-vos!

MV5BMzcxMDg0MzAyNV5BMl5BanBnXkFtZTgwNDc3NTE2NTE@._V1__SX1537_SY711_Num passado relativamente distante um jovem chamado Frank procura mudar o seu mundo.
Com um empurrãozinho do Destino ele descobre esta “Tomorrowland” onde os sonhos são o ar que se respira.

Voltamos para o presente e é nos apresentada Casey Newton(Britt Robertson), uma rapariga que sonha em viajar até ao espaço e faz de tudo para o conseguir, durante as suas desventuras Casey encontra-se com uma rapariga chamada Athena(Raffey Cassidy) que lhe apresenta um amargo e envelhecido Frank Walker(George Clooney), começa então a sua viagem até este misterioso mundo.

MV5BMjAzNjI1OTE3MF5BMl5BanBnXkFtZTgwNzE2NzQ3NDE@._V1__SX1537_SY711_O Argumento é divertido, mas gostaria de ter visto mais deste mundo futurista. Os actores têm muita química entre eles e trabalham bem juntos. No que toca ao Audiovisual em si, “soberbo” mal descreve o que nos é apresentado. A Banda-sonora enche-nos o coração e os planos e jogos de cores saciam a fome à nossa vista. A pós-produção está espantosa e por si só torna a “Terra do Amanhã” um verdadeiro espectáculo de se ver(especialmente em IMAX!)

Uma boa dose de ficção-científica para todas as idades que só peca por deixar o público a pedir mais, um óptimo filme para começar o verão!

starz1

Henrique Correia

  Análise: Era Uma Vez... em Hollywood!

Henrique Correia

Jovem dos 7 ofícios com uma paixão enorme por tudo o que lhe ocupe tempo. Jedi aos fins-de-semana!

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *