Cinema- Crítica- STAR WARS: O Despertar da Força

NOTA: ESTA CRÍTICA ESTÁ LIVRE DE SPOILERS.

Há muito tempo atrás, numa galáxia distante. O Lado Negro Ressurge, a Guerra recomeça, o épico continua!

forceawakens2Finn(John Boyega), Rey(Daisy Riddley), Poe(Oscar Isaac), esta é a história deles, os heróis que se Juntam a Han Solo(Harrison Ford) e Leia Organa(Carrie Fisher), nesta batalha que volta a por em risco a Galáxia.

30 Anos depois da destruição da segunda Estrela da Morte, 30 anos depois da derrota do Império, 30 anos depois da morte dos Sith, 30 anos depois do mítico “Yub Nub“(amaldiçoadas remasterizações), um novo mal assola o Universo… o seu nome? Kylo Ren(Adam Driver), herdeiro do Lado Negro da Força.

 

Há muito que dizer sobre este filme, muita coisa que não se pode nem deve dizer, mas uma palavra para o descrever: ESPETACULAR.forceawakens1

Não é dito da boca para fora, não é a nostalgia a falar. “O Despertar da Força” é o que todos querem, algo novo e familiar, um novo ponto de entrada que não se deixa atrasar pelos conceitos introduzidos. Sabe a Star Wars, se me permitirem a analogia, e atrevo-me a dizer que é das melhores entradas na série. Certamente não é um “Regresso de Jedi“, há nuances que se perdem com o tempo, mas mantém-se um filme forte, bastante forte.

  Lançamento: Sírio de Martin López Lam

forceawakens3JJ Fez o Trabalho de casa, o método é muito “Lucas“, não caindo em calúnias de CGI, coisa que é rara de apanhar neste filme. Ele optou por trazer os actores novos e o talento típico, trazer os conflitos interiores, o pacing, a importância do destino, mas mais que tudo, trazer o Universo pelo qual tantos se apaixonaram há tanto tempo. “O Velho é Novo outra vez“, foi uma expressão bastante usada, e notam-se semelhanças, mas semelhanças que disso não passam. O John Boyega não é o novo Luke Skywalker, tal como o Oscar Isaac não é o Han Solo, nem a Daisy Riddley é a Princesa Leia, e isso é óptimo, o marketing mostrou o suficiente para o filme continuar com força(isto não é um trocadilho!), e o filme deixa qualquer fã agarrado ao ecrã, à espera das “prendas” que Abrams trouxe.

História forte, Actores esplêndidos, Realização soberba, Tudo bate certo!

Jar Jar Abrams, ele não será! O Despertar da Força leva 5 estrelas(da morte?), com ou sem Nostalgia ao barulho!

starz

-Henrique Correia

Henrique Correia

Jovem dos 7 ofícios com uma paixão enorme por tudo o que lhe ocupe tempo. Jedi aos fins-de-semana!

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *