Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Blonde: Ana de Armas deslumbra como Marilyn Monroe 

Marilyn Monroe só existe no ecrã.”
O trailer de  Blonde  está aqui, e em menos de dois minutos, Ana de Armas vai fazer com que questione tudo o que julga saber sobre a lenda de Hollywood.

Em público, ela é incrivelmente confiante, desfilando no tapete vermelho como alguém que tem o mundo inteiro aos seus pés. Mas quando as câmeras param de filmar, ela é simplesmente Norma Jeane, uma jovem carente de amor, felicidade e admiração que é tão livremente acumulada no seu alter ego de Hollywood. 


O novo filme de Andrew Dominik,  Blonde, é uma versão fictícia da história de Monroe adaptada do romance de mesmo título de Joyce Carol Oates, de 2000. 

Ela está profundamente traumatizada, e esse trauma exige uma divisão entre um eu público e um eu privado, que é a história de todos, mas com uma pessoa famosa, que muitas vezes se desenrola publicamente, de maneiras que podem causar traumas adicionais”,  revela Andrew Dominik . “O filme está muito preocupado com o relacionamento consigo mesma e com essa outra pessoa, Marilyn, que é tanto a sua armadura quanto a coisa que está ameaçando consumi-la.”

 

Ainda assim, não espere uma aula de história. (Se uma abordagem documental é o que você procura, assista a  The Mystery of Marilyn Monroe: The Unheard Tapes .)  Blonde reimagina a vida de Monroe e as suas experiências pessoais e íntimas de uma forma que questiona os mitos que há muito a cercam.

 

O trailer traz uma visão comovente da crescente frustração de Norma Jeane com a personagem no palco. “Eu interpretei Marilyn Monroe, Marilyn Monroe, Marilyn Monroe, Marilyn Monroe. Eu não posso encarar outra cena com Marilyn Monroe,” ela diz a um de seus pretendentes (Bobby Cannavale) enquanto a icónica versão de Monroe de “Diamonds Are a Girl’s Best Friend” toca assustadoramente ao fundo. Assim como no romance de Oates, os homens que marcaram a vida de Monroe são conhecidos apenas por apelidos, como o ex-atleta (Cannavale) e o dramaturgo (Adrien Brody). O elenco conta ainda com Xavier Samuel, Julianne Nicholson, Lily Fisher, Evan Williams, Toby Huss, David Warshofsky, Caspar Phillipson, Dan Butler, Sara Paxton e Rebecca Wisocky. 

 



As ambições de Andrew Dominik eram muito claras desde o início – apresentar uma versão da vida de Marilyn Monroe através das suas lentes”, disse Ana de Armas recentemente à imprensa.


Blonde tem estreia mundial agendada para o Festival de Cinema de Veneza em setembro.
A transformação física de Ana de Armas para ser Marilyn Monroe é alucinante – mas é o seu desempenho hipnotizante que o manterá preso ao sofá a 28 de setembro, quando
Blonde estreia na Netflix. 


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.