Curtas de Vila do Conde

Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Antevisão jogos: Tchia

Tchia

Do meio do Pacífico diretamente para o Central Comics, Tchia é um projeto de paixão que promete apaixonar a comunidade gaming.

Sinopse de Tchia

A Awaceb é um pequeno estúdio de videojogos canadiano cujos fundadores acabaram de anunciar Tchia, o seu projeto de paixão em homenagem à sua terra natal, a Nova Caledónia, a ser lançado pela Kepler Interactive. A beleza natural deste pequeno arquipélago plantado ao largo da Austrália serve de inspiração para um jogo de aventura e exploração livre assente numa mecânica divertida que coloca jogadores e natureza em sintonia. No jogo, vestimos a pele de Tchia enquanto recorremos aos seus poderes mágicos para enfrentar o malvado Meavora e os seus demónios Maano feitos de pano, após estes terem raptado o pai da jovem aventureira. Pelo caminho, temos dezenas de personagens curiosas e animais autóctones para conhecer, sem esquecer o ukulele com todas as notas e a possibilidade de tocar melodias especiais com influência na jogabilidade.

Em Tchia, podemos tocar ukulele, o neto do nosso cavaquinho!

Antevisão de Tchia

A Awaceb teve a amabilidade de fornecer uma demo pré-alfa de Tchia ao Central Comics para que pudéssemos ter um pequeno vislumbre do que aí vem. Esta pequena empresa de oito colaboradores demonstra uma dedicação incrível ao desenvolvimento de Tchia e este é obviamente um projeto de paixão. Mas a paixão, por si só, não chega para desenvolver um grande jogo. Será que Tchia é apenas pura paixão ou é também um grande jogo? Ainda não vos sei dizer e só consigo escrever sobre o que vi e experimentei, mas posso-vos contar que fiquei com água na boca.

Tchia com a sua arma de eleição: a fisga!

História de Tchia

A história de Tchia assenta no folclore e nos costumes locais da Nova Caledónia, incluindo, paisagens, gastronomia, música e com os típicos demónios de pano a servirem de inimigos num jogo que me pareceu, na sua maior parte, muito pacífico, tranquilo e relaxante, porém, sem deixar de nos apresentar a possibilidade de assumirmos um ritmo mais acelerado com desafios espalhados pelo mundo explorável. Parece-me uma narrativa a puxar para o lado emocional, acrescentando outra camada de interesse ao título.

Uma história para viver com o coração!

Gráficos e som

Os gráficos são muito bonitos e perfeitamente adequados ao ambiente que pretendem simular. O mundo já é vibrante, se bem que, na minha opinião, ainda pode ser um pouco mais preenchido, mas ainda há muito tempo para o fazer até ao lançamento do jogo. Já o som e a música, convenceram-me totalmente, conferindo a tal sensação de paz tropical que emana do jogo.

Uma paisagem de cortar a respiração!

Jogabilidade

Para mim, o aspeto com que Tchia mais se destaca é com a sua jogabilidade. Existem várias mecânicas distintas dentro do jogo, tornando-o muito versátil na forma como o jogamos. Desde o método de navegação da nossa jangada, que podemos personalizar e com a qual podemos explorar mar e rios (é pena que nesta demo apenas tenha tido acesso à ilha de Ija Nöj, mas o jogo vai incluir mais), passando pela forma como podemos saltar de árvore em árvore ao usar as copas para atravessar grandes extensões da ilha, até à inovadora mecânica de Soul Jumping (um pouco ao estilo de Witch It, mas bem mais divertido), que nos permite possuir praticamente todos os animais e objetos dentro do jogo — podemos possuir um pássaro e atravessar o ar enquanto olhamos para a ilha lá em baixo (com a irresistível possibilidade de largarmos cocós lá de cima), um golfinho e cortar as ondas enquanto exploramos barreiras de coral com tesouros escondidos, ou um simples candeeiro a óleo enquanto nos arremessamos contra os nossos inimigos para os destruir. Tudo isto assenta num sistema de stamina que temos de controlar e podemos evoluir ao longo do jogo.

Encontrei um bug aqui e ali (ficar preso, alguma mecânica que não funciona tão bem, objetos que desapareceram, etc.), mas refiro-o em tom de elogio, já que este jogo ainda nem sequer tem uma versão acessível ao público em geral e fiquei genuinamente surpreendido por já estar tão bem otimizado.

Não faltam mecânicas interessantes em Tchia!

O que aí vem

A Awaceb e a Kepler Interactive ainda não anunciaram uma data oficial para o lançamento do jogo, mas espera-se que saia a meados deste ano, 2023. Enquanto esperamos ansiosamente por Tchia, o jogo vai continuar em desenvolvimento, com toneladas de surpresas por descobrir e largas horas de conteúdo pela frente.

Tenho a sensação de que vamos ouvir falar muito sobre este título nos próximos tempos, e estou em pulgas para poder continuar a explorar o mundo maravilhoso de Tchia.

Espera-nos uma grande aventura!

Trailer de Tchia:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Verified by MonsterInsights