Curtas de Vila do Conde

Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Análise jogos: Wild West Dynasty

Wild West Dynasty
Wild West Dynasty

O Central Comics aceitou o desafio e marcou um duelo pistoleiro com Wild West Dynasty ao pôr do sol… mas não conseguimos lá chegar porque o jogo caiu logo na alvorada!

Sinopse de Wild West Dynasty

Após apresentar ao mundo o verdadeiro êxito que foi Medieval Dynasty, a Toplitz Productions traz-nos agora Wild West Dynasty, um jogo desenvolvido pela Moon Punch Studio em que vestimos a pele de um pioneiro do Faroeste. Tal como nos seus predecessores da franquia de simulação Dynasty, em Wild West Dynasty temos de começar praticamente do zero e construir o nosso legado, com a possibilidade de erguer edifícios, fazer fortuna e formar família enquanto vivemos aventuras inesquecíveis. Será o nosso destino marcado pela prosperidade de uma comunidade bem estabelecida, ou pela tragédia que tantos viveram nestes tempos tão prometedores quanto caóticos?

Sistema de construção do jogo, que ilustra bem o estado em que o seu desenvolvimento se encontra.

Análise de Wild West Dynasty

Bem… por onde começar? Vemos nos filmes que, quando um cowboy fica com uma seta de um índio espetada no corpo, o melhor é partir o eixo e retirar a ponta pelo outro lado, o mais depressa possível para que a dor não perdure e para reduzir a possibilidade de infeção. Suponho que é isso que vou fazer: rápido e direto — este jogo é um desastre e desaconselho seriamente a sua compra!

Wild West Dynasty corre tão bem no meu PC (Processador AMD Ryzen 9 7900 12-Core [4.7GHz-5.4GHz] 76MB AM5, Gráfica MSI GeForce® RTX 3070 Ti VENTUS 3X 8G OC) como eu correria os 200 metros barreiras após beber 2 garrafas de Jack Daniels de penálti em jejum. O jogo está constantemente a cair — já confirmei e não é do meu lado — e engasga-se constantemente com frame drops que me fizeram questionar seriamente se não seria eu que estava a ter um ataque epilético. Além disto, há ainda uma quantidade infindável de bugs que envergonhariam qualquer sequela de Starship Troopers.

Pelo que deu para perceber, os gráficos são pobres e os modelos do jogador e dos NPC são quase cómicos. O som está ok, na minha opinião.

A história do jogo também não é grande espingarda, sendo que os diálogos também deixam muito a desejar e estão pejados de gralhas obviamente introduzidas no processo de localização.

Quanto a jogabilidade, pareceu-me desinteressante, com missões sem grande sentido (embora aqui tenha de admitir que não passei mais de 2 horas no jogo, pelo que pode ser que melhorem mais para a frente, se lá conseguirem chegar), os sistemas pareceram-me perros e, acima de tudo, a experiência foi toda afetada pelos problemas que descrevi no segundo parágrafo desta secção, tornando o jogo praticamente impossível de jogar.

É com grande pena que deixo estas notas acerca de Wild West Dynasty porque, apesar de tudo o que escrevo acima, o conceito é muito interessante e tem um enorme potencial, especialmente quando sabemos que Medieval Dynasty, em que tenho cerca de 50 horas de jogo muito bem passadas, teve tanto êxito com uma execução excelente. Pode ser que, no futuro, com muito trabalho e humildade, a Moon Punch Studio consiga dar a volta por cima e apresentar um jogo divertido, mas, por agora, Wild West Dynasty não está minimamente em condições de se apresentar ao público, nem sequer em acesso antecipado.

Um lobo a tentar perceber como pode sair do jogo sem ninguém se aperceber.

+++

Está provado que o conceito de Wild West Dynasty funciona e pode ser muito divertido. Há aqui potencial.

Tudo o resto. A execução do conceito foi terrível e não considero que estejamos perante um produto acabado. Longe disso, muito longe.

Um cliente insatisfeito a exigir a devolução do seu dinheiro à equipa da Toplitz.

Classificação: 2/10

Um ponto para o conceito e um ponto para o potencial. A Toplitz decidiu passar da era medieval, onde foi tão feliz, para entrar na era das armas de fogo, e deu um tiro no pé! O estúdio que está a desenvolver Wild West Dynasty não é o mesmo que desenvolveu Medieval Dynasty (Render Cube), e parece-me ter havido aqui uma grave falha de controlo de qualidade.

Para piorar a situação, a Toplitz decidiu colocar Wild West Dynasty, um produto claramente incompleto e disfuncional,à venda por 24,99 €, quase ao mesmo preço que Medieval Dynasty (29,99 €), um excelente jogo que brilha no seu género e ao qual não hesitaria em atribuir uma classificação de 8 para cima.

Vamos ver o que o futuro nos traz, mas afirmo desde já que estou muito desiludido e cético em relação a este título.

Para terminar, fica a dica indispensável: da próxima vez que vos disserem que vos querem apresentar a prima ou o primo daquela pessoa mesmo gira pela qual vocês até têm uma paixoneta, não se entusiasmem demasiado e lembrem-se que só por ser da mesma família, não quer dizer que vai sair dali algo bom.

Plataforma testada: PC

Trailer de Wild West Dynasty:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Verified by MonsterInsights