Análise: Bubble Bobble 4 Friends: The Baron is Back (PS4)

Bubble Bobble 4 Friends: The Baron is Back chegou à Playstation 4 depois de ter saído em 2019 para a Switch. Será que este clássico da Taito ainda está para as curvas?

Mas este lançamento não se limitou a adaptar a versão da Nintendo. Com o regresso do Baron vieram também mais de 100 fases novas e únicas, ou seja, duas vezes mais do que o original. No entanto, os jogadores da Nintendo não ficaram a ver navios pois também receberam uma actualização com o mesmo conteúdo que a versão da rival da Sony.

Tinha alguma expectativa quando a este jogo, pois o clássico Bubble Bobble de 1986 foi um dos grandes jogos da minha juventude. Não tanto nas arcadas, porque apesar de gostar muito, nunca fui de gastar muitas moedas nos salões de jogos, mas na sua versão muito bem conseguida para o PC, cujo meu melhor jogo terminei no nível 88 (de 100) com a ajuda de um amigo meu, ou seja, a dois jogadores. Por isso, mesmo que a nova versão não fosse boa, estava muito contente por a clássica vir também incluída neste lançamento. No entanto, no que diz respeito a esta adaptação para a Playstation 4 fiquei muito desiludido.

Bubble Bobble 4 Friends: The Baron is Back

As opções são ajustadas ao pretendido, dá para mudar o rácio do ecrã e ligar ou desligar as scanlines para simular os ecrãs CRT da altura. Podemos também adicionar créditos como se de moedas na arcada se tratasse. No entanto, ao jogar encontramos inúmeros problemas. Quando jogamos com o comando analógico, por vezes a nossa personagem parece ter vontade própria e muda de sentido assim do nada. É de pouca dura, mas o suficiente para perdermos vidas com frequência. Além disso, a imagem também congela com alguma regularidade, geralmente quando estamos prestes a ser atingidos por um inimigo, e ainda salta entre as duas versões de ecrã (da normal para a esticada) o que além de atrapalhar no jogo, é altamente irritante. Espero mesmo que ainda haja alguma actualização que possa resolver estes problemas.

Na versão nova, por assim dizer, parece estar livre de bugs, felizmente. Como o próprio título diz, o jogo tem essa particularidade de se poder jogar com mais 3 amigos, ou seja, até 4 jogadores em simultâneo. Todos no mesmo sofá, ou então via share play, pois não existe versão para jogar online com amigos ou desconhecidos que também tenham adquirido o jogo. E é aí que o jogo ganha pontos. A diversão que se ganha em jogar acompanhado é muitíssimo grande e aconselhável. Aliás, pelo estilo de jogo e pelo visual do tipo “fofinho”, BB4F convida mesmo o jogo em família.

  Jogo de aventura TOHU chega em Janeiro

Bubble Bobble 4 Friends: The Baron Is Back

E por falar no visual, esqueçam o fundo negro básico. Saltamos da caverna dos monstros de ’86, para passarmos a ser brinquedos num quarto de uma criança (onde está a arcada original onde se pode jogar a versão original) e todos os fundos vão alterando conforme a acção se vai movimentando pelas vária zonas da divisão da casa. Achei esta infantilizarão do jogo desnecessária mas se calhar o objectivo era chamar mais atenção a uma franja nova de jovens jogadores. Ao clássico 2D foi agora acrescentando umas versões modeladas em 3D das personagens Bub e Bob (e dos dois novos amigos Peb e Pab), assim como as bolhas. E os efeitos de cor e de luz também são muitos e enchem o olho (por vezes até é demais).

Ao começar a jogar temos várias skills que podemos escolher para a nossa personagem, ou seleccionar nenhuma se quisermos que seja mais desafiante.

O jogo é também dividido em vários temas, cada um deles terminando num boss. Geralmente são bem difíceis de derrotar, embora tenham padrões muito repetitivos o que, jogando a solo, acaba por se tornar um pouco monótono, mas que ganham outra vida jogando com os amigos.

Um dos pontos positivos e que achei uma grande mais valia, é o facto de muitos níveis mais para a frente serem uns autênticos quebra-cabeças, em que temos primeiro de parar um pouco e pensar como fazer para ultrapassar os obstáculos. E quando os níveis são cronometrados acompanhado por melodias alegres mas rápidas, faz-nos aumentar o nível de stress (mas do bom stress).

Vejam o nosso gameplay original aqui:

Bubble Bobble 4 Friends: The Baron is Back é um jogo que jogando sozinho dá para entreter apenas para umas partidas rápidas por dia, quando temos uns 20 minutos para “matar”, por exemplo, mas que ganha um vida completamente diferente ao jogar com mais um, dois ou três amigos. Daí dar duas classificações finais diferentes.

Classificação (1 jogador): 6.5
Classificação (2 ou mais jogadores): 8

Hugo Jesus

Co-criador e administrador do Central Comics desde 2001. É também legendador e paginador de banda desenhada, e ocasionalmente argumentista.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *