Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

6 Curiosidades de “Star Wars: O Lote Estragado”

No dia 4 de maio, data em que é comemorado o #StarWarsDay, foi lançado no Disney+ Star Wars: O Lote Estragado, uma Série Original Disney+ da Lucasfilm sobre a Força Clone 99, um esquadrão de clones experimentais de elite que fazem o seu caminho numa galáxia que muda rapidamente, e que se passa logo após a Guerra dos Clones. Os membros da Força Clone 99 – Hunter, Wrecker, Tech, Crosshair e Echo – possuem habilidades únicas e excepcionais que os tornam soldados extraordinariamente eficientes.

Para aqueles que ainda não assistiram, compartilhamos 6 curiosidades sobre a produção:

  1. Uma Equipa de Outra Galáxia

Devido à sua trajetória no cinema e na televisão, a equipa criativa responsável por  Star Wars: O Lote Estragado tem vasta experiência em STAR WARS. dream team é liderado por Dave Folini, criador e produtor executivo da série, que também é produtor executivo da Série Original Disney+ The Mandalorian e fez parte da equipe responsável pelas séries Star WarsA Guerra dos Clones  e  Star Wars Rebels.  Athena Portillo, produtora executiva de Star Wars: O Lote Estragado, também fez parte da equipe das séries da animação Star Wars: A Guerra dos Clones Star Wars Rebels e é produtora executiva de Star Wars: A Resistência. Brad Rau, produtor executivo e diretor supervisor da nova série, dirigiu vários episódios de Star Wars Rebels Star Wars: A Resistência, e foi ainda diretor supervisor da colecção de curtas Star Wars: Forças do Destino. Jennifer Corbett, produtora executiva e argumentista principal, escreveu episódios de Star Wars: A Resistência. Josh Rimes, produtor, é director de desenvolvimento de animação da Lucasfilm e tem ampla experiência na produção de histórias de animação de STAR WARS. Por último, Carrie Beck, coprodutora executiva, desempenhou esse papel em várias séries de animação e imagem real STAR WARS, de The Mandalorian LEGO Star Wars: As Aventuras dos Freemaker. Todos os conteúdos estão disponíveis no Disney+.


2. O Lugar da História na cronologia Star Wars

Os fãs conheceram a Força Clone 99 (autodenominados “Os Mal Feitos”), o esquadrão protagonista de Star Wars: O Lote Estragado, na última temporada da série  Star Wars: A Guerra dos Clones. Nessa história, a Guerra dos Clones estava a chegar ao fim quando Capitão Rex encontrou-se pela primeira vez com esse grupo de clones experimentais de elite. A nova série, então, acontece na era vertiginosa do pós-guerra, forçando a equipa a adaptar-se rapidamente às constantes mudanças que estão a chegar.

 

3. Um Grupo Único

A Força Clone 99 é composta de clones com variações genéticas dos seus irmãos do Exército de Clones. Hunter, o líder do grupo, trabalha sob pressão como ninguém. Projectado com sentidos aguçados, é um rastreador especialista com habilidade para detectar locais específicos de qualquer lugar por meio de frequências eletromagnéticas. Wrecker é grande, curioso e extremamente forte, é o músculo da equipa. Com habilidades especiais para a ciência e tecnologia, Tech é o especialista em computação do grupo pensa e fala mais rápido do que qualquer um. Crosshair é o pragmático e introvertido atirador da equipa. Por último, Echo é a mais nova adição ao grupo. Metade dróide e metade clone, ele é a dupla perfeita do Tech, pois combinam o seu conhecimento técnico e habilidades especiais para se infiltrar em qualquer rede ou sistema.


4. Força Clone 99: A Origem do Nome

O número de unidade da equipa é uma homenagem a um clone chamado 99, apresentado no início da terceira temporada de Star Wars: A Guerra dos Clones. Considerado inadequado para a sua função devido às suas limitações físicas, resultado de malformações, o clone 99 serviu fielmente à República nas tarefas de manutenção e limpeza em Kamino, em vez de estar no campo de batalha. No entanto, o seu exterior fraco ocultava um espírito sábio e resiliente no seu interior. O seu forte censo de dever, raciocínio rápido e tenacidade ajudaram a salvar a instalação de clones em Lamino de um ataque separatista. 99 deu a vida para defendê-la, orgulhoso de ter servido ao lado dos seus irmãos.


5. Uma Equipa de Verdadeiros Fãs

A equipa de produção e Star Wars: O Lote Estragado não só tem uma vasta experiência profissional no desenvolvimento de séries da Lucasfilm, como também são fãs assumidos de STAR WARS desde jovens. Athena Portillo, por exemplo, começou a sua carreira na Lucasfilm como estagiária e juntou-se à equipa de desenvolvimento de animações quando a matrícula do seu carro, que fazia referência àquele emprego, chamou a atenção de Dave Filoni. Brad Rau, por sua vez, sonhava em trabalhar em STAR WARS desde que, em 1980, assistiu STAR WARS: EPISÓDIO V – O IMPÉRIO CONTRA-ATACA numa pequena sala de cinema da sua cidade. Já Jennifer Corbett é fã da franquia STAR WARS graças ao enorme fascínio do seu irmão pela série Star Wars: A Guerra dos Clones e Star Wars Rebels.


6. Uma Voz com Grande Talento

Na versão em inglês de Star Wars: O Lote Estragado, as vozes da equipa são feitas pelo talentoso Dee Bradley Baker, uma das vozes mais versáteis e procuradas em Hollywood. Ao longo da sua extensa carreira, Baker emprestou a sua voz a vários filmes de STAR WARS e projectos das séries Disney+ e Lucasfilm. Em The Mandalorian, por exemplo, é a voz de um casal de sapos apresentado na segunda temporada. Outra curiosidade? A voz de Baker pode ser ouvida em duas atracções dos parques da Disney: ele interpretou o papagaio na atração de Pirates of the Caribbean no Magic Kingdom e o personagem de Boba Fett em Star Tours The Adventures Continue, no Disney’s Hollywood Studios


Star Wars: O Lote Estragado está disponível exclusivamente no Disney+  todas as sextas-feiras são lançados novos episódios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *