Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Vencedores XVIII Troféus Central Comics

Embora tenha decorrido na recta final do ano, os prémios da banda desenhada portuguesa onde é o grande público que decide os vencedores continuou a dar voz às preferências dos leitores e fez a revelação dos premiados no Domingo à noite. Podem rever o directo aqui:

NOTA: Ao fazeres um comentário no YouTube, podes-te habilitar a ganhar um prémio em livros de banda desenhada. Vê o vídeo para saberes como.

Os troféus periféricos foram bem renhidos, com Mulher-Maravilha: 1984 a vencer Melhor Filme de BD e The Umbrella Academy T2 a vencer Melhor Série Televisiva de BD. A excepção foi para Melhor Videojogo de BD, onde Spider-Man: Miles Morales se destacou dos demais, com mais de metade da percentagem de votos.

Entrando no âmbito da banda desenhada em concreto, o autor Miguel Mendonça foi eleito como Melhor Autor em Publicação Estrangeira, pelo seu trabalho na DC Comics em 2020, numa votação também renhida. E como Melhor Colecção/Série vence Novela Gráfica 2020, da parceria Levoir e O Público. Tanto o autor como as editoras haviam vencido nas mesmas categorias no ano passado!

A nível de edições internacionais, foram consagrados Fido Nesti, adaptando o romance 1984 de George Orwell, em Melhor Argumento Estrangeiro; Félix Dele por O Castelo dos Animais vol.1, em Melhor Desenho Estrangeiro; e O Homem que matou Lucky Luke, de Matthieu Bonhomme, publicado por A Seita, em Melhor Publicação Estrangeira.

No mercado de edições nacionais, a BD curta “Sem Cuecas, nem Soutien” de Nuno Saraiva, em TLS Series vol. 4: Raízes, foi distinguido como Melhor Obra Curta, e o troféu para Melhor Publicação Independente consagrou a antologia Umbra vol.2, um projecto coordenado por Filipe Abranches e Pedro Vieira Moura.

A Melhor Publicação Clássica o público premiou o livro de luxo da Ala dos Livros, Alice (na Cidade das Maravilhas): Edição Especial 25 Anos, por Luís Louro, e a categoria Melhor Publicação Humor foi entregue à jovem autora Raquel Sem Interesse, por Vida de Adulta, pela editora Suma; este último, obtido com mais de metade da percentagem de votos.

Por último, embora talvez sem grandes surpresas, a categoria Melhor Desenho premeia o artista Jorge Miguel, por Shangai Dream, de A Seita/Arte de Autor, e as categorias Melhor Argumento e Melhor Publicação Nacional distinguem, respectivamente, o escritor Filipe Melo e a sua novela gráfica Balada para Sophie, pela editora Tinta da China (a editora que em 2020 era a distribuidora do livro). Salienta-se que em ambos os casos, as consagrações foram conferidas com maioria absoluta.

Partilham-se abaixo as listas com hierarquias de votos:

Melhor Filme de BD

wonder woman 1984

Mulher-Maravilha 1984 25%
A Velha Guarda 24%
Birds of Prey (e a Fantabulástica Emancipação de Uma Harley Quinn) 23%
My Hero Academia – Ascenção dos Heróis 22%
The Last Days of American Crime 6%

Melhor Série Televisiva de BD

The Umbrella Academy Temporada 2 (Netflix) 36%
Alice in Borderland Temporada 1 (Netflix) 22%
Locke & Key Temporada 1 (Netflix) 16%
Doom Patrol Temporada 2 (HBO Portugal) 14%
The Walking Dead Temporada 10 (FOX) 12%

Melhor Videojogo de BD

Spider-Man: Miles Morales (2020; PlayStation 4, PlayStation 5) 57%
Dragon Ball Z: Kakarot (PlayStation 4, Xbox One, Microsoft Windows) 16%
Asterix & Obelix XXL Romastered (PC, PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch) 13%
Avengers (2020, Microosft Windows, PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X/S, Stadia) 9%
One Piece Pirate Warriors 4 ( PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch, Microsoft Windows) 5%

Melhor Publicação Independente

 

Umbra #2 (Umbra) 34%
Random (Bicho Carpinteiro) 30%
Júpiter Ed. Integral (Escorpião Azul) 16%
Virar a Página (Bicho Carpinteiro) 11%
Outras Bandas (Tágide) 9%

Melhor Publicação Clássica

alice

Alice Edição 25 anos (Ala dos Livros) 32%
Spaghetti Bros Vol. 1 (Arte de Autor) 21%
Comanche Obra Integral Vol. 3 (Ala dos Livros) 18%
Os Escorpiões do Deserto Vol. 2 (Ala dos Livros) 18%
Dylan Dog: O imenso adeus (Seita) 11%

Melhor Publicação Humor

Vida de Adulta

Vida de Adulta (Suma) 52%
Gente (con)fina(da) é outra coisa (Sítio do Livro) 18%
Baby Blues Vol. 37 – Vá para fora cá dentro (Bizâncio) 14%
Cartoons do ano 2019 (Sistema Solar) 14%
Big Nate: Na maior (Nuvem de Letras) 2%

Melhor Publicação Estrangeira

O Homem Que Matou Lucky Luke

O Homem que matou Lucky Luke (Seita) 32%
1984 Novela Gráfica (Alfaguara) 25%
Verões felizes Vol. 2 (Arte de Autor) 18%
Novela Gráfica 2020 Vol. 10 – Karmen (Levoir) 17%
A ordem mágica (G.Floy Studio) 8%

Melhor Argumento Estrangeiro

1984 - A Novela Gráfica

Fido Nesti e George Orwell (1984 – A Novela Gráfica) 27%
Zidrou (Verões felizes Vol. 2) 25%
Nicolas Barral (Ao Som do Fado – Novela Gráfica 2020 Vol. 14) 21%
Ed Brubaker (Criminal Livro três) 16%
Guillem March (Karmen – Novela Gráfica 2020 Vol. 10) 11%

Melhor Desenho Estrangeiro

Félix Delep (O Castelo dos Animais Vol. 1 – Miss Bangalore) 28%
Matthieu Bonhomme (O Homem que matou Lucky Luke) 25%
Nicolas Barral (Ao Som do Fado – Novela Gráfica 2020 Vol. 14) 18%
Olivier Coipel (A ordem mágica) 16%
Paolo Serpieri (Druuna Vol. 5 – Aquela que vem do vento) 13%

Melhor Série/Colecção

Colecção Novela Gráfica 2020 (Levoir/Público) 34%
The Promised Neverland (Devir) 22%
Watchmen/Doomsday Clock (Levoir/Público) 21%
Harrow County (G.Floy) 13%
Colecção Aleph (A Seita) 10%

Melhor Obra Curta

Sem Cuecas Nem Soutien – Nuno Saraiva, in TLS Series Raizes (A Seita) 31%
Quim e Manecas dão cabo do Covid-19 – Marco F. Silva (arg.) e Daniel Maia (des.), in Virar a Página (Bicho Carpinteiro) 24%
Duas espadas – Pedro Moura e Jorge Coelho, in Umbra #2 (Umbra) 18%
Solitude – Filipe Andrade, in TLS Series Raizes (A Seita) 14%
Camping Gás – Filipe Abranches, Pedro Moura e Bárbara in Umbra #2 (Umbra) 13%

Melhor Desenho

Shangai Dream T1

Jorge Miguel (Shangai Dream) 37%
Jorge Coelho (Duas Espadas, in Umbra #2) 25%
Luís Louro (O Corvo: Inconsciência tranquila) 15%
Ricardo Santo (Planeta Psicose) 12%
Paulo J. Mendes (O Penteador) 11%

Melhor Argumento

Balada para Sophie

Filipe Melo (Balada para Sophie) 46%
Pedro Moura (Duas Espadas, in Umbra #2) 20%
Paulo J. Mendes (O Penteador) 18%
Ricardo Santo (Planeta Psicose) 11%
Luís Louro (O Corvo: Inconsciência tranquila) 5%

Melhor Autor em Publicação Estrangeira

Miguel Mendonça (Wonder Woman, e outros) 29%
Jorge Coelho (Disney Kingdoms: Haunted Mansion TPB) 23%
Daniel Henriques (Aquaman, e outros) 20%
Nuno Plati (The Orphan Age TPB) 19%
André Lima Araújo (Young Justice, e outros) 9%

Melhor Publicação Nacional

Balada para Sophie

Balada para Sophie (Tinta da China) 48%
O Penteador (Escorpião Azul) 19%
Planeta Psicose (Escorpião Azul) 14%
O Corvo Vol. 4: Inconsciência tranquila (Ala dos Livros) 11%
Zé do Telhado: De lanceiro a salteador (Calçada das Letras) 8%

O TCC entrou na maioridade e promete realizar a 19ª edição durante o 1º semestre de 2022, o mais cedo possível. O prémio vai também poderá sofrer algumas alterações, mas para já guardamos a surpresa…

E no próximo ano repetimos também um prémio adicional, realizado em cada dez anos, o TCC:HD, ou seja, o 2º Troféus Central Comics: Heróis da Década. Neste prémio, reunimos todos os autores e as obras vencedoras no TCC desde 2012, e desafia-se os leitores a lembrar algumas das melhores publicações de banda desenhada da última década e a determinar, retrospectivamente, quais são as “melhores entre as melhores”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.