Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Ultra Violenta #06: Cicatriz

Já está disponível a sexta edição do fanzine Ultra Violenta, que conta com a participação de 6 Artistas: Miguel Correia, Kali Kali, Ogata Tetsuo, Arianna Piccoli, Anna Klos e Raquel Barrocas.

Para poderes ler basta clicar na imagem em baixo:

O Fanzine Ultra Violenta é um fanzine artístico, fundado e editado em Portugal pelo art director Miguel Correia nos inícios do ano de 2020.
Este projeto de exploração visual e conceptual congrega diversos artistas, sobretudo de Portugal, mas também de outras partes do mundo.

Cada edição tem um tema único e integra um conjunto de quatro a cinco artistas de diversas áreas. Cada um faz uma interpretação livre do tema escolhido. A cada edição é também atribuída ao artista uma folha colorida previamente intervencionada com algumas texturas de modo a criar uma linha condutora editorial e a incentivar o início do processo criativo. Além desta folha e do tema escolhido não há condicionantes nem briefing adicional.

Os resultados têm-se demonstrado muito expressivos e variados, com um registo visual que se estende desde a cultura punk e grunge, até à cultura urbana do grafitti e, ainda, passando pelos manifestos do movimento artístico dadaísta.

Este projeto leva-nos até à era pré-digital, uma época em que os fanzines eram o meio preferencial de divulgação para artistas, bandas musicais, fotógrafos, escritores e ilustradores. Uma época em que a informação era escassa e a melhor forma de afirmar uma ideologia ou convicção seria através deste tipo de publicações. Caracterizadas por serem produzidas com meios simples, pois eram sobretudo auto-publicadas, recorria-se a um processo criativo de mixed-media, usando diversas técnicas como fotografia, recortes, desenho, colagens e, também, fazendo uso da icónica expressividade dos fotocopiadores xerox e da risografia. Tudo isto era usado como forma de criação de um novo meio de divulgação artística, um meio que as pessoas podiam partilhar e através do qual podiam afirmar e debater opiniões.

O fanzine UltraViolenta pretende incentivar esta forma de expressão artística e envolver os artistas que nela participam num processo criativo de partilha e experimentação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *