Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Schuiten e Peeters no 20º Amadora BD

O Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora acolhe, no próximo domingo, os autores da série “As Cidades Obscuras”, François Schuiten e Benoît Peeters. Os autores estarão no Forum Luís de Camões, na Brandoa, para sessões de autógrafos e para receberem os Prémios atribuídos pelo Festival.

Schuiten e Peeters, dupla famosa da banda desenhada mundial, aceitaram o convite formulado pela organização do Amadora BD para se deslocarem ao Festival no próximo domingo à tarde. Assim, pessoalmente, receberão os dois troféus atribuídos no passado sábado: Prémio para Melhor Álbum Estrangeiro editado em Portugal e Prémio Juventude. Além desta cerimónia, os autores estarão, ainda presentes, na área dos autógrafos para uma (adivinha-se) concorrida sessão.

Em ano de comemorar 20 edições, o Amadora BD, que se realiza até ao dia 8 de Novembro, é cenário para dezenas de exposições de grande qualidade e diversos autores nacionais e estrangeiros.
Os autores estrangeiros que estarão na Amadora no sábado e domingo à tarde são os seguintes: François Schuiten e Benoît Peeters (A Teoria do Grão de Areia); Batem (Marsupilami); Javier Isusi (O Cachimbo de Marcos); David Lloyd (V for Vendetta); Matthias Lehmann (colectivo The Lost Comics Tribe e, em Portugal, tem editados os álbuns Batatas e A Semana Passada) e Alfonso Azpiri (MOT). Todos estes autores estarão ao fim-de-semana no Festival para participarem em sessões de autógrafos e debates. Além destes, o Festival recebe a visita de autores nacionais como Rui Lacas, Hugo Teixeira, Ricardo Cabral, José Ruy, João Mascarenhas e Osvaldo Medina, entre outros.

Quanto às exposições, o Amadora BD, apresenta diversas exposições, com especial destaque para a mostra central dedicada aos 20 anos do Festival (com uma abordagem ao que se passou nos últimos 20 anos no panorama bedéfilo nacional), retrospectiva da obra de Rui Lacas, 50 anos de Astérix, 50 anos de carreira de Mauricio de Sousa, entre outras que, decerto, serão do agrado de todos os que visitarem este evento. Além destas, o Amadora BD acolhe, ainda, exposições de homenagem a Vasco Granja (na Galeria Municipal Artur Bual), retrospectiva/biográfica de Héctor Germán Oesterheld (no Centro Nacional de BD e Imagem), Cartoon (Recreios da Amadora), Em Traços Miúdos – Pedro Leitão, José Abrantes e Ricardo Ferrand (Kidzania), Riscos do Natural – José Ruy (Escola Superior de Teatro e Cinema) e uma mostra dedicada ao centenário do nascimento de Adolfo Simões Muller (na Casa Roque Gameiro).

No núcleo central do Festival – Forum Luís de Camões – os visitantes têm, além de apreciar as muitas exposições e “caçar” autógrafos aos autores, a oportunidade de adquirir livros de banda desenhada nas diversas bancas de editoras e livreiros que participam nesta grande Festa da BD.

Até ao dia 8 de Novembro, a Amadora é “invadida” pelos quadradinhos.
Toda a informação pode ser acompanhada em www.amadorabd.com