Programa Fantasporto de 25 de Fevereiro

Amanhã começa a grande festa do Fantasporto, com Fantas Classics. Oportunidade de rever no grande ecrã Blade Runner – Perigo Eminente, de Ridley Scott.

A sessão é, como habitualmente, no grande auditório do Teatro Rivoli, no Porto, às 21h15.

Um dos filmes mais visionários do cinema, “Blade Runner” valeu a Ridley Scott um lugar entre os cineastas de culto do fantástico. Esta história de um policial (“blade runner”) que tem como missão capturar e matar “replicantes”, máquinas que dificilmente se distinguem dos humanos, que se tinham apoderado de uma nave e voltado à terra para encontrar o seu criador, tem ressonâncias shakespeareanas, e deu a Harrison Ford no protagonista, mas sobretudo a Rutger Hauer que faz de replicante (com uma das mortes em filme mais impressionantes do cinema), papéis de indiscutível repercussão.
Também na memória dos que viram o filme a extraordinária sequência inicial criada por Douglas Trumbull, sobre a cidade com fumo, chuvosa e densamente povoada por gente de todas as cores e que fala todas as línguas.  Apesar da recepcão fria ao filme, que não foi muito generosa por parte da “Variety”, por exemplo, foi nomeado para dois Óscares, direcção artística e efeitos visuais, o que demonstra a desconfiança na altura quanto aos filmes fantásticos. Mas é um  facto que “Blade Runner” se impôs ao longo de três décadas como um filme-charneira sobre o nosso futuro, tendo sido finalmente concretizada uma muito esperada  (e bem recebida) sequela, “Blade Runner 2049”, em 2017, realizada por Denis Villeneuve, o realizador canadiano de “Arrival” .
“Blade Runner” fez a sua Antestreia no Fantasporto 1983, na 3ª edição. O festival fez também a Antestreia Europeia da versão “Blade Runner: Director’s Cut” em 1993.

  Curtas Vila do Conde adiado mas já com nova data!

Blade Runner- Ridley Scott- EUA- 117’- 1982

Ridley Scott

Nascido na Grã-Bretanha em 1937, conhecido sobretudo como realizador, argumentista ou produtor com mais de 140 filmes e séries de televisão, Ridley Scott é sempre inesperado no que apresenta. Dele conhece-se o gosto pela variedade, numa obra diversificada, com filmes na sua maioria transformados em filmes-chave sobre o tema abordado, desde a sua primeira longa-metragem, “The Duellists” (1977), depois por “Alien” (1979), “Blade Runner” (1982), “Thelma &Louise” (1991), “1492: Conquest of Paradise” (1992), “Gladiator” (2000) ou “The Martian” (2015).
Actualmente prepara entre outros, a continuação de “Gladiator”, sendo que as suas últimas longa-metragens estreadas foram “All the Money in the World” (2017) e, no mesmo ano, “Alien: The Covenant” (2017).

Hugo Jesus

Co-criador e administrador do Central Comics desde 2001. É também legendador e paginador de banda desenhada, e ocasionalmente argumentista.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *