Curtas de Vila do Conde

Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

“Três Curtas Queer” para assistir nos cinemas

As curtas-metragens portuguesas continuam a chegar às salas de cinema e aos espectadores através de programas nas anunciadas sessões comerciais.



Agora, numa celebração do orgulho LGBTQIA+, estreia nos cinemas o programa Ovnis, Monstros e Utopias: Três Curtas Queer. Na mesma sessão, são projectadas, três curtas que exploram vários géneros cinematográficos e têm a vivência “queer” como pano de fundo.

Uma Rapariga Imaterial", de André Godinho
Uma Rapariga Imaterial”, de André Godinho

Três curtas-metragens “queer” portuguesas, até agora apresentadas apenas em festivais, chegam agora em conjunto às salas de cinema: Entre a Luz e o Nada”, de Joana de Sousa, “Sob Influência”, de Ricardo Branco e “Uma Rapariga Imaterial”, de André Godinho, traçam um caminho alternativo por universos que se aproximam, numa nova constelação de desejos, medos e lutas. São três gestos de cinema que exploram técnicas e narrativas, da ficção científica ao horror, procurando novas formas de olhar e de fantasiar sobre outras possibilidades.

"Sob Influência", de Ricardo Branco
“Sob Influência”, de Ricardo Branco

Entre a Luz e o Nada”, de Joana de Sousa
Cosmos, golfinhos, techno e solidão. Borboletas, amor e raves. Fechamos os olhos, e atravessamos todo o universo numa única noite.
Com Laura Gama Martins, Shade de Sousa Graça, Eric Eric, Inês Gaboleiro. 21 minutos.


Sob Influência”, de Ricardo Branco
Laura está de fim-de-semana com amigxs numa casa luxuosa e isolada. Decidem tomar um alucinogénico e xs três parecem ficar absorvidxs pela natureza que xs rodeia. No entanto, depois de um encontro estranho à noite, Laura está a ter dificuldade em lidar com a realidade.
Com  Odete, João Abreu e Alexander David. 20 minutos.

Uma Rapariga Imaterial”, de André Godinho
Perdido numa floresta Tiago encontra uma rapariga chamada João. Ela vive isolada da sociedade, protegida do mundo exterior. João é uma rapariga imaterial, ela é o que quer ser, independentemente da sua idade, género ou cor de pele. Cada vez que Tiago olha para ela é como se visse uma pessoa diferente, literalmente. Mas quando a relação deles se torna demasiado séria, ele vai ter que confrontar os preconceitos que não sabe que tem, para compreender o mundo que ela criou para si.
Com Mafalda Banquart, Tiago Miranda, Jenny Larrue, Aurora Pinho, João Abreu, João Duarte Costa. 42 minutos.


Os filmes podem agora ser vividos em conjunto a partir do dia 20 de junho, numa exploração mútua de mundos misteriosos, sonhos inquietantes e visões singulares.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Verified by MonsterInsights