Os Escorpiões do Deserto – Obra completa (Vol.2)

A história de Os Escorpiões do Deserto é uma história de homens. De homens de diferentes raças e de diferentes humanidades. E é, também, uma história de guerra. A história da Segunda Guerra Mundial, no corno de África, que Pratt de certa forma vivenciou e que nos conta através dos relatos e dos olhos do oficial polaco Koinsky.

Os Escorpiões do Deserto - Obra completa (Vol.2) Os Escorpiões do Deserto - Obra completa (Vol.2)

Mas Os Escorpiões do Deserto é ainda uma viagem através das dunas do deserto africano, com os seus oásis remotos, os fortes abandonados, mulheres guerreiras, beduínos sanguinários, cantores de ópera ou oficiais apaixonados. É uma viagem ao longo de um território árido, onde se encontram personagens marcantes, presas num conflito onde todos parecem perdidos sem saber que partido tomar.

Neste volume estão incluídas as estórias Um Fortim em Dancália e Conversa Mundana em Moulhoule.

Os Escorpiões do Deserto é uma das obras mais marcantes de Hugo Pratt, sendo este o segundo de três volumes da edição da Ala dos Livros, comemorativa dos 50 anos da primeira publicação. Esta obra, a preto e branco, é enriquecida por uma galeria de aguarelas a cores, ilustrando a riqueza dos fardamentos militares, bem como a dos trajes dos povos daquela região do norte de África.

Os Escorpiões do Deserto - Obra completa (Vol.2)

Os Escorpiões do Deserto
Obra Completa – Volume 2
Argumento e desenho: Hugo Pratt
Um Fortim em Dancália
Conversa Mundana em Moulhoule
112 páginas. Cor & Preto e Branco
Cartonado. 235 x 310 mm
Outubro de 2020. Ala dos Livros
PVP: 23,90 Euros
ISBN: 978-989-54726-4-2
Compra Aqui com 10% Desconto e Portes Grátis

  Airborne 44 - Geração Perdida | Sobre as nossas Ruínas

Os Escorpiões do Deserto - Obra completa (Vol.2)

Hugo Pratt (1927-1995)

Hugo Pratt é unanimemente considerado um dos maiores desenhadores do mundo. As suas obras de banda desenhada, as suas obras gráficas e as suas aguarelas são expostas nos mais conceituados museus, do Grand Palais à Pinacothèque de Paris, passando pelo Vittoriano em Rome, o Ca’ Pesaro em Venise ou o Santa Maria della Scala, em Siena. Pratt definia as suas histórias utilizando o termo “literatura desenhada”. É citado por autores e artistas como Tim Burton, Frank Miller, Woody Allen, Umberto Eco ou Paolo Conte. Viveu em Itália, na Argentina, em Inglaterra, em França e na Suiça. Viajante incansável, atravessou praticamente todo o resto do mundo.

Hugo Jesus

Co-criador e administrador do Central Comics desde 2001. É também legendador e paginador de banda desenhada, e ocasionalmente argumentista.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *