Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Onde está Tina em “Os Segredos de Dumbledore”?

Embora grande parte da história de Newt gire em torno de sua jornada romântica com Tina Goldstein (Katherine Waterston), Goldstein mal aparece no terceiro filme da pentalogia.

Ela aparece brevemente numa cena retratando várias autoridades bruxas ao redor do mundo, antes de novamente fazer uma aparição no casamento de Jacob e Queenie Goldstein (Alison Sudol) na padaria Kowalski. Ela compartilha um momento de ternura com Newt enquanto ele se prepara para fazer o seu discurso de padrinho, e embora seja ótimo vê-los juntos novamente – também é agridoce.

Entretanto, os fãs não estão felizes que Tina não seja uma parte maior da aventura em “Os Segredos de Dumbledore”, e muitos foram ao Twitter para reclamar de sua ausência, ou como @downtonks disse: “a minha menina Tina Goldstein merecia algo melhor. ” 

Enquanto isso, @Ayannalei_ tentou perguntar ao ex-aluno de “Harry Potter”, Tom Felton, se ele sabia porque é que a bruxa não apareceu muito no filme, tuitando: “Preciso saber o que diabos está a acontecer com a nossa mulher desaparecida Tina Goldstein, Tom! vou PRECISAR dessas respostas!”

Ao ponto que, @ThatsOurLewis brincou dizendo que Waterston deu a melhor performance de curta-metragem, “Melhor Performance de GIF em um Filme por uma Atriz Secundária este ano”. 

O desapontamento foi tanto que alguns fãs prometeram não assistir ao filme. @Rogueoneisbest criticou a sequência, escrevendo: “Bem, sem Tina / Katherine Waterston no novo filme de Monstros Fantásticos (Animais Fantásticos, no Brasil), eu com certeza não o verei. Mais um filme sobre tipos brancos a correr por aí agitando as suas varinhas”.

Porquê que Katherine Waterston foi deixada de fora de “Os Segredos de Dumbledore”?

Tem havido muita especulação sobre a ausência de Tina no filme, e é possível que o seu papel tenha sido esmagado porque Katherine Waterston já havia manifestado o seu apoio à comunidade transgénero – aparentemente em resposta às opiniões controversas de Rowling.

Em junho de 2020, Waterston compartilhou apoio a pessoas trans no seu Instagram, compartilhando uma manchete do The Guardian, que dizia: “Mulheres trans não representam uma ameaça para as mulheres cis, mas representamos uma ameaça para elas se as fizermos marginalizadas”.

Mais tarde, a atriz abriu-se ao Independent sobre porque sentiu a necessidade de expressar o seu apoio à comunidade. “Porque eu estava associada a Monstros Fantásticos”, disse ela. “Achei importante comunicar a minha posição. Alguém se perguntou se eles poderiam ser agrupados com os pontos de vista de outras pessoas por associação?” Waterson estava claramente preocupada que, por ter um papel no Mundo Mágico, isso pareceria apoiar as opiniões do criador da franquia.

Mas essa foi especificamente a razão por detrás da omissão de Tina? A conexão causal não é tão clara. Em 2019, a Warner Bros. confirmou que Eulalie Hicks, de Jessica Williams, teria um papel maior na sequela (via Deadline), então não parece que ela foi usada como substituta de Tina. Obviamente, a produção deveria começar originalmente em março de 2020 – meses antes dos comentários de Waterston – mas o trabalho foi adiado devido à pandemia.

Enfim, se houver mais projetos de “Monstros Fantásticos” a caminho, vamos torcer para que Tina ganhe mais destaque.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.