Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

O Padrinho: 50 anos – 50 curiosidades

“O Padrinho” (GODFATHER, no original, O Poderoso Chefão, no Brasil), faz este ano 50 anos! Fica a conhecer 50 curiosidades acerca desta famosa trilogia.

Em Portugal podesassistir ao GODFATHER na SKYSHOWTIME.

Sobre a Produção

  1. Peter Bart da Paramount comprou os direitos cinematográficos de “O Padrinho” de Mario Puzo quando ainda era apenas um projeto de 20 páginas e não estava acabado.

 

  1. Albert S. Ruddy tornou-se o produtor de The Godfather depois de o ter apresentado a Charles Bluhdorn como “um filme aterrorizante sobre as pessoas que amas”.

 

  1. O chefe do crime Joe Colombo e a sua organização, a Liga Italo-americana dos Direitos Civis, iniciaram uma campanha para impedir que o filme fosse feito.

 

  1. Frank Sinatra intercedeu junto dos seus amigos da mafia para ameaçarem as pessoas envolvidas no filme O Padrinho.

 

Frank Sinatra
  1. Coppola realizou sessões de ensaio improvisado em que o elenco principal se sentava para refeiçoes em família. Como os atores não conseguiam deixar de encarnar os personagens, Coppola via estas refeicoes como uma forma de o elenco estabelecer organicamente os papéis da família.

 

  1. Coppola convenceu, com sucesso a Paramount a fazer do filme uma peça de época, apesar de custar mais do que o estúdio queria.

 

  1. Marlon Brando queria fazer Don Corleone parecer “um bulldog”, e para tal encheu as bochechas com algodão para a audição. Para as filmagens reais, usou uma peça feita por um dentista; este aparelho está em exposição no American Museum of the Moving Image em Queens, Nova Iorque.

 

  1. A cena do casamento demorou quatro dias a filmar e empregou pelo menos 350 figurantes.

  1. O cineasta Gordon Willis chamou à imagem do filme “uma fotografia de jornal de má cor” e assegurou que a visão distintiva seria preservada no negativo através da sua própria técnica de exposição fotoquímica.

 

  1. A frase “Vou fazer-lhe uma oferta que ele não pode recusar” aparece tanto no O Padrinho como no O Padrinho: Parte II.

 

  1. Foram usados 120 locais diferentes em Nova Iorque e arredores.

 

  1. O exterior da casa de Jack Woltz foi filmado em Beverly Hills, na propriedade Hearst.

 

  1. O sangue foi criado com xarope de Karo combinado com corante de alimentos vermelho e verde.

 

  1. O gato que Marlon Brando segurava na cena de abertura era um vadio que Coppola encontrou no Estudio Filmways em Harlem, NYC. Ronronava tão alto durante a cena que o diálogo teve que ser re-gravado.

  1. Naquela época provavelmente não houve cena mais violenta na história do cinema do que a morte de Sonny Corleone. James Caan usou 127 mini explosivos cheios de sangue para simular as balas que o atingiram e o carro tinha mais de 200 buracos de mini explosivos pré-perfurados.

 

  1. O estúdio queria originalmente deitar fora o agora icónico logótipo “cordas de marionetas” (que foi criado pela primeira vez pelo designer gráfico S. Neil Fujita para o lançamento do romance) com o nome de Puzo em cima do título para o lançamento do filme, mas Coppola insistiu em mantê-lo porque Puzo coescreveu o guião com ele.

 

  1. A morte do Sonny foi a cena mais cara do filme, custou $100.000.

  1. Existe um mito urbano que diz que laranjas sao presagio de futuros acontecimentos negativos, mas a razão pela qual o designer de produção Dean Tavoularis as usou foi porque sabia que o cineasta Gordon Willis filmava com pouca luz e que algo seria necessário para trazer pontos de brilho. Além disso, para Coppola, a laranja era um símbolo de Itália.

 

  1. O famoso argumentista Robert Towne trabalhou na icónica cena do jardim entre Vito e Michael, em que Vito ensina ao filho como ser o próximo Padrinho. (Na verdade ele tinha esperanças de que um dia o filho se tornasse senador ou governador).

 

Sobre o elenco

 

  1. Puzo escreveu uma carta pessoal a Marlon Brando, dizendo-lhe que era a única pessoa que podia interpretar O Don.

 

  1. Os executivos da Paramount viam Brando como um actor que, apesar de já ter sido famoso, não era um sucesso de bilheteira e não o queriam no filme.

 

  1. Marlon Brando usou cartões de deixa no set, possivelmente porque preferia a espontaneidade de não decorar as suas falas e possivelmente porque Coppola insistiu neles uma vez que Brando não memorizava as suas linhas.

 

  1. Marlon Brando baseou a voz distintiva do seu personagem Don Vito Corleone no mafioso da vida real Frank Costello.
Frank Costello.
Frank Costello.
  1. O tempo total de Marlon Brando no ecrã é inferior a uma hora.

 

  1. Muitos atores famosos não foram escolhidos para o filme. Warren Beatty, Dustin Hoffman, Jack Nicholson, Robert Redford e Robert De Niro foram considerados para o papel de Michael.

 

  1. Al Pacino assinou um filme chamado The Gang That Couldn’t Shoot Straight, que entrou em conflito com a agenda de The Godfather. Conseguiu sair do contrato e foi substituído por Robert De Niro.

 

  1. Para trabalhar em The Gang That Couldn’t Shoot Straight, Robert De Niro desistiu do papel de ‘Paulie Gatto’ em O Padrinho.

 

  1. Al Pacino ganhou apenas $35.000 por protagonizar o filme — o mesmo que James Caan e Diane Keaton e $1.000 a menos que Robert Duvall.

 

  1. Os avós maternos de Al Pacino emigraram para a América vindos de Corleone, Sicília, tal como Vito Corleone.

 

  1. James Caan e Al Pacino eram apenas dez anos mais novos do que a cantora de jazz americana Morgana King, que interpretou o papel de mãe deles. John Cazale (Fredo) era apenas cinco anos mais novo do que ela.
Morgana King
Morgana King
  1. A frase “Deixe a arma, pegue o cannoli”, dita por Richard Castellano no papel de ‘Clemenza’, foi improvisada, não estava no guião.

 

  1. Muitos membros da família de Coppola participaram nos filmes:
    • Talia Shire (irmã) interpretou ‘Connie Corleone’ nos três filmes
    • Italia Coppola (mãe) fez de figurante na cena da reunião no restaurante
    • Carmine Coppola (pai) – interpretou o ‘Pianista’ na sequência do colchão e compôs a música para aquela cena.
    • Sofia Coppola (filha) – interpretou o ‘bebé Michael Rizzi’ na cena do batismo de The Godfather (tinha três semanas na altura das filmagens), foi figurante no The Godfather: Part II, e interpretou ‘Mary Corleone’ em The GODFATHER, Coda: The Death of Michael Corleone, de Mario Puzo.
    • Gian-Carlo Coppola e Roman Coppola (filhos) – Fizeram de figurantes na cena do batismo; Roman interpretou o jovem Sonny na Sicília em O Padrinho: Parte II
    • Eleanor Coppola (esposa) também está na cena do batismo

 

  1. A música de Francesco Pennino (avô) foi usada em The Godfather: Part II para a cena do teatro de imigrantes.

 

Sobre o lançamento do filme

 

  1. Coppola foi instruído a entregar um corte não mais do que 2 horas e 15 minutos, ou então o estúdio mudaria a edição de São Francisco para Los Angeles. Ele entregou esse comprimento, mas foi-lhe dito que ele ‘filmou um filme, mas derrubou um trailer’. No final, o estúdio apoiou um corte mais longo, mas a edição foi transferida para Los Angeles independentemente disso.

 

  1. A duracao final do filme é de 2 horas e 55 minutos.

 

  1. A data de lançamento original era por volta do Natal, mas foi atrasada para que os editores pudessem finalizar a versao mais longa

 

  1. As filas para ver O Padrinho quando foi originalmente lançado são lendárias. Em Westwood, estudantes empreendedores da UCLA cobraram $5 para manter um lugar na fila.

 

  1. O produtor Al Ruddy roubou uma cópia da Paramount para realizar uma exibição exclusiva de The Godfather para a máfia.

 

  1. O Padrinho foi o filme mais rentável de 1972 e foi, por um tempo, o filme mais rentável de sempre até ao lancamento do O Exorcista no ano seguinte.

 

  1. O Padrinho foi nomeado para 11 Óscares® e ganhou três: Melhor Filme, Melhor Ator em Papel Principal (Marlon Brando) e Melhor Escrita, Argumento baseado em Material de Outro Médio (Coppola e Puzo).

  1. O Padrinho ganhou Melhor Filme, e Coppola ganhou O Melhor Realizador para O Padrinho: Parte II.

 

  1. Marlon Brando e Robert De Niro são os únicos dois atores a ganhar Óscares® por interpretarem exatamente a mesma personagem, Vito Corelone.*

 

  1. Sacheen Littlefeather recusou o Óscar® de Marlon Brando em protesto contra a forma como Hollywood e os EUA tinham tratado os nativos americanos.

 

  1. Robert Duvall, James Caan e Al Pacino foram todos nomeados para Melhor Ator Secundário.

 

  1. A holding da Paramount na altura, Gulf & Western, recebeu muitos comentários negativos da comunidade italo-americana por fazer O Padrinho.

 

  1. O Padrinho foi selecionado para preservação no Registo Nacional de Cinema da Biblioteca do Congresso em 1990, sendo considerado “cultural, historicamente ou esteticamente significativo”.

 

  1. O Padrinho está em 2º lugar na lista do American Film Institute dos Melhores Filmes Americanos de Todos os Tempos.

 

  1. A partitura de Nino Rota foi nomeada para um Óscar®, mas foi retirada como inelegível quando se soube que partes da música eram originalmente compostas para o filme italiano Fortunella de 1958.

 

  1. O produtor Al Ruddy abdicou dos seus direitos de sequela para fazer o “The longest Yard”.

 

Diversos

 

  1. O nome do chapéu tradicional siciliano usado pelos guarda-costas de Michael é chamado de “coppola”.

 

  1. As palavras “mafia” and “mob” não são proferidas em “O Padrinho”.

Godfather - O Padrinho

*Nota: Heath Ledger e Joaquin Phoenix ganharam Óscares® por interpretarem diferentes versões da mesma personagem em dois filmes distintos: Ledger como ‘The Joker’ em The Dark Knight e Phoenix como ‘The Joker’ em Joker.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *