Lançamento: O Tesouro do Cisne Negro – Colecção Novela Gráfica – vol. 1

A colecção Novela Gráfica 2019 será lançada a 4 de Julho com o jornal Público.
Após a publicação de mais de 60 de Novelas Gráficas em Portugal ao longo destes últimos 5 anos, continua a aposta na diversidade de temas e de autores.

Aos leitores portugueses são apresentadas treze histórias de grande fôlego, inéditas em português de Portugal, com excepção de A Febre de Urbicanda, que nesta edição apresenta 18 páginas inéditas e um prefácio novo.

Esta série V de Novelas Gráficas prossegue com a divulgação do melhor que se faz actualmente no campo da Banda Desenhada de autor, recuperando também alguns clássicos de sempre.

Os temas desta quinta série vão desde a biografia, à história, à criação de novos mundos, reportagem de guerra, reinvenção de géneros clássicos e baseados em factos reais.

1.-O Tesouro do Cisne Negro de Paco Roca e Guillermo del Corral Van Damme, 4 de Julho

2.-Frango com ameixas de Marjane Satrapi, 11 de Julho

3.-A Febre de Urbicanda, Benoit Peeters e François Schuiten,18 de Julho

4.-O rasto de García Lorca, El Torres e Carlos Hernández, 25 de Julho

5.-Monika de Guillem March e Thilde Barboni, 1 de Agosto

6.-Gorazde: Zona Protegida de Joe Sacco, 8 de Agosto

7.-Flex Mentallo: Herói do Mistério de Grant Morrison e Frank Quitely 15 de Agosto

8.-Dias sombrios de Juan Escandell e Lluís Ferrer Ferrer, 22 de Agosto

9.-Como uma luva de veludo forjada em Ferro de Daniel Clowes, 29 de Agosto

10.-As Serpentes Cegas de Bartolomé Seguí e Felipe Hernández Cava, 5 de Setembro

11.-O Número: 73304-23-4153-6-96-8 de Thomas Ott, 12 de Setembro

12.-Neve nos bolsos de Kim, 19 de Setembro

  Pennywise continua a liderar as bilheteiras

13.-Café Budapeste de Alfonso Zapico, 26 de Setembro

Neste primeiro volume, O Tesouro do Cisne Negro, Paco Roca, ilustrador e Guillhermo Corral, diplomata de carreira e escritor, contam a história de La Merced, um barco espanhol naufragado no século XIX, encontrado por “piratas” americanos no século XXI, e recuperado pelo estado espanhol depois duma longa batalha judicial.

Esta apaixonante aventura marinha teve o seu início em Maio 2007, quando a principal empresa norte-americana de caça de tesouros e barcos naufragados, captou a atenção da opinião pública ao anunciar a descoberta no fundo do mar do espólio de um barco que fazia a rota entre Espanha e as colónias na América Latina. O tesouro era composto por 500 mil moedas em ouro e prata, lingotes de cobre e estanho, caixas de ouro… um total de 17 toneladas.

Segundo a limitada informação difundida pela empresa a descoberta corresponde a uma misteriosa embarcação, o Cisne Negro. No entanto há indícios que apontam para outro navio, o espanhol Nuestra Señora de las Mercedes, no livro apresentado como La Merced, que foi afundado pelas tropas inglesas quando viajava de Montevideu para Cádis, a 5 de Outubro de 1804 na Batalha do Cabo de Santa Maria. A partir desta revelação, inicia-se uma fascinante batalha jurídica e política entre os tribunais dos EUA e de Espanha. Quem era o proprietário do tesouro? Espanha reclama-o como propriedade do património espanhol.

Paco Roca e Guillermo Corral fazem uma homenagem às aventuras clássicas, e resgatam a nossa história mais recente do esquecimento.

 

 

Características – Vol.  1

Tradução – Carlos Xavier

Prefácio – Alexandre Monteiro

Preço – 10,90€

Nº páginas – 232

Cor

Capa dura

Formato – 170x240mm

Ricardo Lopes

Começou a caminhar nos alicerces de uma sala de cinema, cresceu entre cartazes de filmes e película. E o trabalho no meio audiovisual aconteceu naturalmente, estando presente desde a pré-produção até à exibição.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *