Harleen vol. 2 (Lançamento)

A Levoir lança esta sexta-feira, 21 de fevereiro, o segundo volume de Harleen com o selo DC Black Label. Harleen é escrito e ilustrado pelo aclamado Stjepan Šejić, autor de Aquaman Esquadrão Suicida.

O primeiro encontro de Harleen Quintzel, a jovem psiquiatra, com o Príncipe Palhaço do Crime não foi nos corredores do Asilo Arkahm onde trabalha, mas sim nas ruas de Gotham, onde Joker lhe apontou uma arma á cabeça, decidindo logo de seguida deixá-la ir. Harleen torna-se assim, um dos poucos cidadãos da cidade a sobreviver a um confronto com o maior psicopata de Gotham. Este momento passa a assombrar a jovem que, vive apavorada com aquele sorriso.

Nesta segunda edição, Šejić apresenta uma visão humana e mais atraente da personagem – ela é uma médica bem-intencionada, mas que não está ainda preparada para enfrentar uma das mentes mais perversas de Gotham.

Harleen tem grandes falhas de cáracter. O mais flagrante deles é a sua tendência para comportamentos autodestrutivos. No Harleen #1, manifestam-se numa série de relacionamentos tóxicos com homens mais velhos. Em Harleen #2 ela precisa de álcool para dormir e para trabalhar.

Joker sabe tudo da vida da médica, manipulando um dos seguranças, consegue que ele lhe passe informações do arquivo para o seu telefone. Usando as suas artes de manipulação após algumas sessões consegue fazer com que Harleen se apaixone por ele. Ele alimenta-lhe o ego física e profissionalmente, levando-a a baixar a guarda nas “entrevistas”. Ela é a única médica em quem Joker confia o suficiente para lhe contar os seus segredos e ideias, conseguindo que ela morda a isca que ele tão sabiamente lhe estende.

  Riad Sattouf disponibiliza pranchas de BD para colorir!

Morre Harleen, nasce Harley Quinn.

Características Vol. 2
Tradução – Paulo Furtado
Prefácio – Joana Fernandes
Preço – 15,90€
Nº páginas – 112
cor
Capa dura
Formato –216 mm x 276 mm

Compra aqui com 10% de Desconto

Ricardo Lopes

Começou a caminhar nos alicerces de uma sala de cinema, cresceu entre cartazes de filmes e película. E o trabalho no meio audiovisual aconteceu naturalmente, estando presente desde a pré-produção até à exibição.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *