O Dia Mais Curto

Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Cyberfreak, de Miguel Ángel Martín

Cyberfreak é o novo álbum de banda desenhada que a Escorpião Azul edita em Portugal, do multipremiado autor espanhol Miguel Ángel Martín. Conheça a obra.

Depois de perder as duas pernas num acidente de automóvel, Riki deu-se como voluntário para poder participar num programa experimental da Agência Espacial Europeia. O seu corpo foi colocado num veículo de exploração planetária, que se movimenta com quatro pernas em vez de rodas e que tem autonomia própria.

Cyberfreak

Este personagem vive e trabalha numa estação de serviço em plena auto-estrada. A música electrónica, a tecnologia e as drogas sintéticas envolvem o seu ambiente natural.

Esta obra fala sobre a pobreza humana e da moral dos jovens permanentemente ligados a uma rotina de vazio, com uma obsessão por sexo no centro desse universo despedaçado.

Uma visão crítica do futuro das novas gerações inserida numa realidade não muito longínqua.

Cyberfreak

Miguel Ángel Martín

Nasceu em León em 1960. É um dos autores mais conceituados da banda desenhada espanhola. Foi vencedor do Prémio Yellou Kid para melhor autor estrangeiro [Roma, 1999], sendo este considerado o óscar da banda desenhada.

O seu estilo em linha clara, limpo e elegante contrasta com a dureza dos argumentos, dotados

de um humor ácido e muito incisivo. No seu país de origem, tornou-se conhecido pelo público leitor quando, em 1992, ganhou o Prémio de Autor Revelação na Feira Internacional de Comics de Barcelona.

Entre muitos outros galardões que lhe foram atribuídos podemos destacar o Grande Prémio Attilio Micheluzzi [Comicon Nápoles 2003], o álbum Brian The Brain foi considerado o melhor livro de 2007 pelos leitores do jornal italiano La Repubblica e mais recentemente, em 2017, o Festival Romics que se realiza em Roma escolheu Total Overfuck como a melhor BD do continente europeu.

Cyberfreak

Publicou em diversos jornais e revistas espanholas como o Rock de Lux, Makoki, Zona 84, Subterfuge, Diário 16, El Víbora, Totem, Selen [Itália], Blue [Itália] e Babel [Grécia].

Da sua vasta obra destacamos alguns livros como Playlove [2008], Surfing on the Third Wave [2009], Bug [2011] Rubber Flesh [2018], Brian the Brain Integral [2019], Saphari [2020], Ultra Brutal [2021], que compila o que é considerado o seu trabalho mais difícil e selvagem, incluindo Psycopathia Sexualis o seu polémico e transgressor álbum. Em 2022 lançou My Way. As suas obras encontram-se traduzidas em português, espanhol e italiano.

Cyberfreak

Cyberfreak

de Miguel Ángel Martín
Escorpião Azul
P&B
Páginas: 80
Dimensão: 17x24cm
ISBN: 978-989-53488-5-5
Género: Novela Gráfica/ Crítica Social/ Ficção Científica
PVP:13,50€

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *