Central Comics

Banda Desenhada, Cinema, Animação, TV, Videojogos

Blacksad 6 – Então, tudo cai (Primeira parte)

A Ala dos Livros, acompanha o lançamento mundial do novo volume Blacksad – Então, tudo cai”, no grande regresso de uma das mais aclamadas séries de Banda Desenhada franco-belga.

Blacksad 6 - Então tudo cai (Primeira parte)

Encarregado de proteger o presidente de um sindicato infiltrado pela mafia em Nova Iorque, John Blacksad vai conduzir uma investigação que irá revelar-se particularmente delicada… e rica em surpresas.

Enquanto procura uma notícia que o afirme como grande repórter, também Weekly vai envolver-se num perigoso mundo de corrupção e interesses. Será Blacksad capaz de proteger os seus amigos e resolver a situação?

Nesta história, pela primeira vez repartida em dois álbuns, descobrimos não só o quotidiano dos trabalhadores encarregues da construção do metro nas profundezas da cidade, mas também o contraste absoluto entre a sombra e a luz, o submundo e o meio do teatro, os mundos de baixo e de cima, encarnado pelo ambicioso Salomon.

Blacksad 6 - Então tudo cai (Primeira parte)  

Para o lançamento do livro “Blacksad 6 – Então, tudo cai (Primeira Parte)”, a editora dá aos leitores a possibilidade de escolher um entre dois ex-libris. Ao efectuar a compra desta novidade através do seu site ou de umas das livrarias especializadas em BD onde está à venda, oferecem um ex-libris (o ex-libris de todos os personagens é reservado às livrarias especializadas).

Blacksad (tomo 6)
Então, tudo cai. Primeira Parte
Argumento: Juan Díaz Canalès
Desenho: Juanjo Guarnido
Ala dos Livros, Editores
Edição normal:
60 páginas. Cor
Cartonado. 235 x 310 mm
Outubro de 2021. Ala dos Livros
PVP: 16,95 €
ISBN: 978-989-53725-1-5
Compra aqui com 10% e portes grátis

Sobre os autores:

Argumento – Juan Díaz Canales (1972 – )

Juan Díaz Canales nasceu em Madrid, Espanha, em 1972.

Começa a ler banda desenhada desde muito novo, antes ainda de se interessar por desenhos animados! E é da animação que, aos 18 anos, fará a sua profissão, ao ingressar num estúdio de desenhos animados chamado “Lápiz Azul”, onde conheceu Juanjo Guarnido.

Juan permanece em Espanha enquanto Juanjo é contratado para trabalhar nos novos estúdios de animação da Disney, em Paris. Mas a distância não os impede de pensar num projecto de BD que virá a obter um tremendo êxito: Blacksad.

Entretanto, Juan Díaz Canales continuou a frequentar a Escola de Balas Artes na Universidade de Madrid, até que em 1996, funda com Teresa Valero e mais dois designers uma empresa de animação chamada “Tridente Animation”.

A partir dessa altura a sua actividade profissional divide-se entre a sua faceta de desenhador de pré-produção para séries de televisão e longa-metragens de animação, e a de argumentista de banda desenhada que inclui títulos como “Los Patricios”, com Gabor, “Fraternity”, com José Luis Munuera, para além de assinar, com Rubén Pellejero, as novas aventuras de Corto Maltese.

Em 2016 escreveu e desenhou “Como Viaja a Água” (a sua primeira obra como autor completo) e em 2020, assina com Teresa Valero o argumento de “Gentlemind”.

Desenho – Juanjo Guarnido (1967 – )

Juanjo Guarnido nasceu em Granada, Espanha, em 1967. Com o Curso de desenho obtido na Faculdade de Belas Artes de Granada, participa na realização de diversos fanzines e trabalha esporadicamente com a Cómics Forum (uma chancela da Planeta DeAgostini) para a Edição espahola da Marvel, o que lhe permite chegar a um público bastante alargado. Nos inícios dos anos 90 muda-se para Madrid, dedicando-se à realização de storyboards  para diversas produtoras de televisão e em 1993 muda-se para Paris, passando a integrar os estúdios Walt Disney em Montreuil, estúdios onde trabalha como animador até ao seu encerramento.

Adepto de longa data da banda desenhada europeia, inicia pacientemente aquilo que será o longo processo de produção do seu primeiro álbum, o tomo 1 da série “Blacksad” (Dargaud), publicado no ano 2000.

Para além desta obra magna que conta até à data com 5 títulos publicados e vários prémios, Guarnido assina posteriormente projectos como “Sorcelleries” (Dargaud), com Teresa Valero, ou “Voyageur” (Glénat, projecto colectivo).

Entre os seus trabalhos mais recente, destacam-se “O Burlão nas Índias”, desenvolvido em parceria com o francês Alain Ayroles e este regresso da aclamada série Blacksad com “Então tudo cai – Primeira parte”, o sexto volume da série, que será pela primeira vez editado em duas partes.


As Minhas Mais Recentes Leituras #9 (Especial: Franco-Belga)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *