Sem velocidade para a liderança


Joker começa a perder fulgor nos cinemas portugueses, contudo os quase 29 mil bilhetes vendidos ao longo do fim-de-semana permite-lhe pela sétima semana consecutiva liderar a lista dos filmes mais vistos nos cinemas portugueses. Desde a estreia que o filme, sobre a origem do vilão mais conhecido da DC Comics, conquistou os espectadores portugueses. O filme, realizado por Todd Phillips e protagonizado por Joaquin Phoenix, já soma 821 mil bilhetes vendidos em Portugal.


A rivalidade entre a Ford e a Ferrari, na corrida em França em 1966, não teve velocidade para chegar ao primeiro lugar do box-office português. Le Mans ’66: O Duelo somou 27 mil bilhetes vendidos nos nossos cinemas e terminou o fim-de-semana no segundo lugar da tabela.


Midway desceu ao terceiro lugar do box office português. O filme sobre o conflito na Segunda Guerra Mundial levou mais 14 mil espectadores aos cinemas, e em 11 dias em exibição totaliza 47 mil bilhetes vendidos em Portugal.

Sobre as restantes estreias da semana:
– o novo filme de Edward Norton, Os Orfãos de Brooklyn, tem sido bem recebido pela crítica. Nos cinemas conquistou a atenção de 9 816 espectadores no fim-de-semana de estreia;

– a divertida animação Missão YETI: Em Busca do Homem das Neves vendeu 2 902 bilhetes;

 

Box Office Portugal – Fim-de-Semana de 14 a 17 de Novembro

  007: Sem Tempo Para Morrer, já tem trailer!
# TÍTULO DIAS EM EXIBIÇÃO Nº ECRÃS ESPECTADORES NO FIM-DE-SEMANA TOTAL DE ESPECTADORES
1 JOKER 46 84 28 843 821 058
2 LE MANS ’66: O DUELO 4 102 27 165 27 165
3 MIDWAY 11 70 14 215 47 423
4 A FAMÍLIA ADDAMS 18 81 13 843 84 244
5 MALÉFICA: MESTRE DO MAL 32 72 13 707 218 828
6 QUEM BRINCA COM O FOGO… 11 57 10 463 26 950
7 OS ORFÃOS DE BROOKLYN 4 44 9 816 9 816
8 COUNTDOWN 11 34 8 472 21 362
9 EXTERMINADOR IMPLACÁVEL: DESTINO SOMBRIO 18 54 8 333 84 441
10 UM DIA DE CHUVA EM NOVA IORQUE 25 24 4 425 62 120

Dados ICA – Instituto do Cinema e do Audiovisual; Ordenado por número de espectadores.

Ricardo Lopes

Começou a caminhar nos alicerces de uma sala de cinema, cresceu entre cartazes de filmes e película. E o trabalho no meio audiovisual aconteceu naturalmente, estando presente desde a pré-produção até à exibição.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *